A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
4 pág.
tibutario 2

Pré-visualização | Página 1 de 2

CESPE - 2011 - TRF - 2ª REGIÃO - Supondo que um contribuinte faça à Receita Federal do Brasil uma declaração para efeitos de cálculo de determinado imposto, assinale a opção correta.
		
	
	O tributo será, obrigatoriamente lançado por homologação.
	
	O tributo será, obrigatoriamente, lançado por declaração
	 
	Sendo o tributo lançado por homologação, se a Receita Federal verificar que o tributo está subdimensionado, deverá cobrar a diferença por meio de um lançamento de ofício.
	
	O tributo poderá ser lançado por declaração ou por homologação, à escolha da Receita Federal.
	
	Se a declaração não atender à forma prevista na legislação tributária, o lançamento deverá ser feito por homologação, após a devida correção formal da declaração.
	
	
	
	2a Questão (Ref.:201603889287)
	Acerto: 0,2  / 0,2
	José dos Anjos ajuíza ação anulatória de débito fiscal após realizar depósito do montante integral do crédito que busca a anulação. Nesse sentido, é correto afirmar que:
		
	
	caso o contribuinte saia vencido, caberá à Fazenda promover execução fiscal para fins de receber o crédito que lhe é devido.
	 
	o depósito prévio do montante integral produz os efeitos de impedir a propositura da execução fiscal, bem como evita a fluência dos juros e a imposição de multa.
	
	o depósito prévio do montante integral é requisito de admissibilidade da ação ajuizada por José dos Anjos.
	
	o depósito do montante objeto de discussão judicial poderá ser levantado caso José dos Santos tenha seu pedido julgado procedente perante o juízo de primeiro grau.
	
	n.d.a.
	
	
	
	3a Questão (Ref.:201603812438)
	Acerto: 0,0  / 0,2
	Sobre o lançamento tributário, é correto afirmar:
		
	 
	A modificação introduzida, de ofício ou em consequência de decisão administrativa ou judicial, nos critérios jurídicos adotados pela autoridade administrativa no exercício do lançamento, somente pode ser efetivada, em relação a um mesmo sujeito passivo, quanto a fato gerador ocorrido posteriormente à sua introdução.
	
	O lançamento reporta-se à data da ocorrência do fato gerador da obrigação e rege-se pela lei então vigente, salvo quando essa lei for posteriormente modificada ou revogada;
	
	O lançamento não pode ser alterado em virtude de impugnação do sujeito passivo, de iniciativa de ofício da autoridade administrativa ou de recurso de ofício.
	 
	A retificação da declaração por iniciativa do próprio declarante, quando vise a reduzir ou a excluir tributo, só é admissível mediante comprovação do erro em que se funde, e somente após o contribuinte ter sido notificado o lançamento.
	
	Salvo disposição de lei em contrário, quando o valor tributário estiver expresso em moeda estrangeira, no lançamento far-se-á sua conversão em moeda nacional ao câmbio da data em que o contribuinte tomou ciência do lançamento.
	
	
	
	4a Questão (Ref.:201603859730)
	Acerto: 0,2  / 0,2
	A legislação que instituiu determinada taxa atribuiu ao sujeito passivo o dever de antecipar o pagamento do tributo, sem qualquer exame prévio por parte do órgão da fazenda pública competente pela respectiva arrecadação. A mesma lei prevê que o lançamento do tributo ocorrerá em momento posterior ao pagamento, por meio de ato administrativo com o qual a autoridade tributária, tomando conhecimento da declaração prestada pelo contribuinte quanto à atividade exercida, confirmará ou não o montante do tributo devido. Nesse caso, estando o pagamento correto, a autoridade tributária reconhecerá de ofício a extinção do respectivo crédito tributário. Nessa situação hipotética, de acordo com o CTN, a modalidade de lançamento tributário prevista pela referida lei consiste em lançamento
		
	 
	por homologação
	
	de ofício
	
	direto.
	
	por declaração
	
	indireto
	
	
	
	5a Questão (Ref.:201603489700)
	Acerto: 0,2  / 0,2
	(CESPE/PROMOTOR DE JUSTIÇA/MPE/RN ¿ 2009 - Adaptada) Acerca do lançamento na constituição do crédito tributário, assinale a opção correta.
		
	
	É pacífico na doutrina e na jurisprudência o entendimento no sentido de que o lançamento constitui a obrigação tributária e o crédito tributário.
	
	O lançamento é atividade administrativa vinculada e discricionária.
	 
	O lançamento se torna eficaz, via de regra, com a notificação do sujeito passivo da obrigação tributária.
	
	O lançamento é regido por lei vigente na data da ocorrência do fato gerador da obrigação, não se aplicando, em hipótese alguma, lei posterior que imponha penalidade menos severa ao fato.
	
	
	
	6a Questão (Ref.:201603715224)
	Acerto: 0,2  / 0,2
	São modalidades de lançamento:
		
	
	Por liquidação e por acertamento.
	 
	Por declaração e de ofício.
	
	Por liquidação e por homologação.
	
	De ofício e por acertamento.
	
	Por homologação e por liquidação.
	
	
	
	7a Questão (Ref.:201602795629)
	Acerto: 0,2  / 0,2
	(OAB-37º Exame de Ordem) - Supondo que seja lavrado o auto de infração e constituído o crédito tributário em decorrência da autuação, pelo fisco, de contribuinte que deixou de emitir nota fiscal e recolher o ICMS, assinale a opção correta.
		
	
	O lançamento efetuado pelo fisco não poderia ter sido feito por meio de auto de infração.
	
	A modalidade de lançamento adequada a essa situação é a mista, dada a necessidade de informação constante dos documentos da referida empresa.
	
	O fisco deve realizar o lançamento por homologação, pois, em se tratando de ICMS, cabe ao contribuinte apurar o valor de tributo devido.
	 
	Nessa situação, em que se constata conduta ilícita do não-recolhimento pelo contribuinte, deve ser realizado o lançamento de ofício.
	
	
	
	8a Questão (Ref.:201603409110)
	Acerto: 0,2  / 0,2
	Determinado programa de parcelamento de débitos tributários, que possibilita aos contribuintes parcelarem suas dívidas em até cento e vinte meses, foi instituído por lei pelo DF. A empresa Z, que praticou sonegação com emissão de notas fiscais fraudadas, realizou denúncia espontânea e requereu ingresso em tal programa, com o parcelamento da dívida confessada. A respeito dessa situação hipotética, assinale a opção correta.
		
	
	A comunicação espontânea da empresa à autoridade tributária é suficiente para que seja excluída a sua responsabilidade pela infração.
	
	Para ser válida, a denúncia espontânea deve ser acompanhada do pagamento do tributo, sendo suficiente para que ela produza efeitos que a empresa Z quite o principal, excluídos os juros e as penalidades.
	
	Nessa situação, o parcelamento poderá ser concedido, sendo, no entanto, modalidade de suspensão do crédito tributário, de modo que somente após seu integral cumprimento é que estará excluída a responsabilidade da empresa Z.
	 
	No caso de dolo, fraude ou simulação por parte do contribuinte, não é possível a concessão de parcelamento, razão por que o requerimento da empresa Z deve ser indeferido.
	
	O parcelamento é modalidade de extinção do crédito tributário, de modo que sua concessão equivale ao pagamento do tributo, o que, aliado à denúncia espontânea, exclui a responsabilidade da empresa Z.
	
	
	
	9a Questão (Ref.:201603463446)
	Acerto: 0,2  / 0,2
	Quando a fazenda pública realiza o lançamento em razão da declaração não ter sido prestada, por quem de direito, no prazo e na forma da legislação tributária, podemos afirmar que houve:
		
	
	Lançamento por declaração ou misto, conforme art. 147 do CTN
	
	Lançamento por homologação ou auto lançamento, na forma do art. 150 do CTN
	
	Lançamento por arbitramento, nos termos do art. 148 do CTN
	 
	Lançamento direto ou de ofício, conforme art, 149 do CTN.
	
	
	
	10a Questão (Ref.:201603804397)
	Acerto: 0,2  / 0,2
	(AUDITOR FISCAL . RFB . 2012