A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
2 pág.
CONTABILIDADE SOCIETÁRIA I 3

Pré-visualização | Página 1 de 1

1a Questão (Ref.:201507050160)
	Pontos: 0,1  / 0,1  
	De acordo com o item 35 do CPC 03 (R2), os fluxos de caixa referentes ao imposto de renda (IR) e a contribuição social sobre o lucro líquido (CSLL) devem ser:
		
	
	Sempre divulgados em conjunto com as respectivas notas explicativas.
	
	Sempre classificados como fluxos de caixa das atividades de investimento.
	
	Sempre classificados como fluxos de caixa das atividades de financiamento.
	
	Sempre classificados como fluxos de caixa das atividades operacionais.
	 
	Sempre divulgados separadamente.
	
	
	
	2a Questão (Ref.:201507050100)
	Pontos: 0,1  / 0,1  
	Uma Sociedade Empresária apresentou os seguintes dados extraídos da contabilidade referente ao ano de 2015:
A variação de Contas a Receber deveu-se única exclusivamente a recebimento de vendas de mercadorias efetuadas no período.
Com base nos dados apresentados, o caixa gerado nas atividades operacionais foi de:
		
	
	R$25.000,00.
	 
	R$115.000,00.
	
	R$125.000,00.
	
	R$40.000,00.
	
	R$10.000,00.
	
	
	
	3a Questão (Ref.:201507050069)
	Pontos: 0,1  / 0,1  
	(Enade 2015-Questão 14) conforme o artigo 248 da Lei 6.404/1976, atualizado pela Lei nº 11.638/2007 e pela Lei nº 11.941/2009, os Investimentos em Controladas, Coligadas e em outras sociedades que façam parte de um mesmo grupo ou que estejam sob controle comum serão avaliados pelo Método de Equivalência Patrimonial. De acordo com legislação vigente, para a determinação do valor do investimento por esse método, aplica-se o percentual de participação no:
		
	
	Capital Social sobre o valor do Patrimônio Líquido da investidora, subtraindo-se desse montante os resultados não realizados decorrentes de negócios com a companhia, Coligadas ou Controladas.
	
	Capital Social sobre o valor do Lucro Líquido da Coligada e da Controlada, não se computando os resultados não realizados.
	
	Patrimônio Líquido sobre o valor do Capital Social da Coligada e da Controlada, subtraindo-se desse montante os resultados não realizados líquidos dos efeitos fiscais
	
	Capital Social sobre o valor do Lucro Líquido da Coligada e da Controlada, somando-se a esse montante os resultados não realizados líquidos dos efeitos fiscais
	 
	Capital Social sobre o valor do Patrimônio Líquido da Coligada e da Controlada, não se computando os resultados não realizados decorrentes de negócios com a Companhia, Coligadas ou Controladas.
	
	
	
	4a Questão (Ref.:201507049947)
	Pontos: 0,1  / 0,1  
	Acerca da combinação de negócios, assunto evidenciado pelo CPC 15 (R1), marque a alternativa incorreta:
		
	 
	No método de aquisição, os valores dos ativos e passivos são apurados com base no valor realizável líquido.
	
	A combinação de negócios é uma operação ou evento por meio do qual um adquirente obtém o controle de um ou mais negócios, independente da forma jurídica da operação.
	
	No método de aquisição, os valores dos ativos e passivos são apurados com base no valor justo.
	
	Na combinação de negócios, o adquirente deve mensurar os ativos identificáveis adquiridos pelos seus respectivos valores justos.
	
	Em uma combinação de negócios em andamento, o adquirente planeja a reestruturação das atividades da adquirida, com a demissão de 50% dos seus colaboradores. Na data de aquisição, os custos dessas demissões não devem ser reconhecidos como passivos assumidos na combinação de negócios.
	
	
	
	5a Questão (Ref.:201507050226)
	Pontos: 0,0  / 0,1  
	O investimento pela empresa A na empresa B, representa 60% do capital social, em 31/12/15 o PL de B era de R$ 300.000,00, Em 31/12/16 o PL de B passou a ser 350.000. Qual o valor do investimento em B, registrado na conta investimento em A, e o Resultado de equivalência registrado no DRE de A referente ao investimento em B, no exercício de 2016?
		
	
	R$ 210.000,00; R$ 20.000,00
	
	R$ 200.000,00; R$ 50.000,00
	 
	R$ 210.000,00; R$ 30.000,00
	
	R$ 230.000,00; R$ 20.000,00
	 
	R$ 180.000,00; R$ 30.000,00