Aula_05 2015

Aula_05 2015


DisciplinaEstética e História da Arte Contemporânea902 materiais20.137 seguidores
Pré-visualização1 página
ESTÉTICA E HISTÓRIA DA ARTE CONTEMPORÂNEA
Aula 5: Afirmação da linguagem modernista
Tema da Apresentação
AULA 5 \u2013 AFIRMAÇÃO DA LINGUAGEM MODERNISTA
ESTÉTICA E HISTÓRIA DA ARTE CONTEMPORÂNEA
Conteúdo Programático:
Compreender e analisar a importância da afirmação da linguagem cubista de Picasso;
Conceituar o Cubismo e o Futurismo, e ser introduzido a grandes artistas cubistas e futuristas; e,
Apresentar a situação da arte no Brasil em comparação com o desenvolvimento da arte internacional. 
Tema da Apresentação
AULA 5 \u2013 AFIRMAÇÃO DA LINGUAGEM MODERNISTA
ESTÉTICA E HISTÓRIA DA ARTE CONTEMPORÂNEA
O PROTOCUBSIMO E O CUBISMO
O Cubismo foi uma arte formalista preocupada com a reavaliação e reinvenção de procedimentos e valores pictóricos. Era uma arte de conteúdo intelectual elevado e, em geral, calmo e reflexivo. Em última análise, o Cubismo pretendia representar na bidimensionalidade de uma tela, a tridimensionalidade do mundo real e dos objetos reais que fazem parte do mundo.
Pablo Picasso, com sua genialidade, foi o artista mais produtivo, mais constante e revolucionário do século passado.
O quadro \u201cLes Demoiseles de Avignon\u201d é uma obra protocubista, que daria início ao movimento cubista.
Tema da Apresentação
AULA 5 \u2013 AFIRMAÇÃO DA LINGUAGEM MODERNISTA
ESTÉTICA E HISTÓRIA DA ARTE CONTEMPORÂNEA
O CUBISMO
O Cubismo foi uma arte de experimentação que se defrontou com a realidade e desenvolveu uma nova espécie de real. Desenvolveu um gênero original e antinaturalista de figuração que desvendava os mecanismos de criação pictórica e, no decorrer desse seu processo, contribuiu para destruir barreiras artificiais entre abstração e representação. Foi o movimento central em torno do qual gravitou a arte na primeira metade do século XX. O cubismo teve papel tão decisivo e fecundador para a arte do século 20, graças à natureza desse movimento, aos fatores que o engendraram e à nova atitude em face a arte, de seus dois protagonistas, o espanhol Pablo Picasso e o francês Georges Braque.
Tema da Apresentação
AULA 5 \u2013 AFIRMAÇÃO DA LINGUAGEM MODERNISTA
ESTÉTICA E HISTÓRIA DA ARTE CONTEMPORÂNEA
AS PRINCIPAIS FASES DO CUBISMO
 Protocubismo: a influência da escultura africana revela-se através da pesquisa contínua das deformações expressivas do corpo humano.
 Cubismo Analítico: definido por representações espaciais abstratas no plano do quadro.
 Cubismo Sintético: policromático, simbolizado pela incorporação de materiais estranhos às representações pictóricas, como as colagens.
Tema da Apresentação
AULA 5 \u2013 AFIRMAÇÃO DA LINGUAGEM MODERNISTA
ESTÉTICA E HISTÓRIA DA ARTE CONTEMPORÂNEA
AS PRINCIPAIS CARACTERÍSTICAS DO CUBISMO
 Os principais elementos formais do Cubismo foram os seguintes:
 Abandono da iluminação \u201cnaturalista\u201d;
 Ênfase nas formas planas de contornos bem marcados e nas relações espaciais condicionadas por relações de cor - e não pelo desenho, pela linha;
 Ênfase no contexto de uma composição e no espaço inteiramente ocupado por formas e planos; e, 
 Ênfase em um espaço real semelhante a uma caixa, identificado com a própria superfície da tela.
Tema da Apresentação
AULA 5 \u2013 AFIRMAÇÃO DA LINGUAGEM MODERNISTA
ESTÉTICA E HISTÓRIA DA ARTE CONTEMPORÂNEA
ARTE CUBISTA
 Le Demoiselles d´Avignon - Picasso
Homem com Violão - Braque
Tema da Apresentação
AULA 5 \u2013 AFIRMAÇÃO DA LINGUAGEM MODERNISTA
ESTÉTICA E HISTÓRIA DA ARTE CONTEMPORÂNEA
O FUTURISMO
O Futurismo rejeitou todas as tradições, instituições e valores consagrados pelo tempo. Propagou suas ideias rapidamente pela Europa e embora curto, influenciou a arte, decisivamente. Escolheu seu próprio nome, e iniciou a tradição artística de manifestos artísticos. O inventor do movimento foi o poeta Filippo Marinetti, que escreveu um manifesto em 1908, mas 1909 é considerado o ano de início do Futurismo. No manifesto, Marinetti propunha que as artes demolissem o passado e celebrassem as delícias da velocidade e da energia mecânica. Futuristas e cubistas conheceram-se e impressionaram-se uns com os outros, daí o Futurismo ter contribuído com o Cubismo e vice-versa.
Tema da Apresentação
AULA 5 \u2013 AFIRMAÇÃO DA LINGUAGEM MODERNISTA
ESTÉTICA E HISTÓRIA DA ARTE CONTEMPORÂNEA
A SITUAÇÃO DA ARTE MODERNA NO BRASIL
Durante o Brasil colônia, apesar de uma considerável produção pictórica nacional, os artistas eram anônimos e provenientes de diversos países. Os objetos de arte foram, em geral, feitos para adornar igrejas, eventualmente palácios e raramente residências. No período barroco, com natural defasagem cronológica e limitados recursos técnicos, em Minas, Aleijadinho nos deu algumas das igrejas barrocas e rococós mais belas do mundo. No século XIX, a arte no Brasil seguia uma orientação basicamente acadêmica, e só foi haver verdadeiramente uma ruptura entre a arte moderna e a arte acadêmica a partir da Semana de Arte Moderna de 1922.
Tema da Apresentação
AULA 5 \u2013 AFIRMAÇÃO DA LINGUAGEM MODERNISTA
ESTÉTICA E HISTÓRIA DA ARTE CONTEMPORÂNEA
PRINCIPAIS ARTISTAS DA ARTE MODERNA NO BRASIL
A Semana de Arte Moderna de 1922, em SP, foi resultado dos esforços de Tarsila do Amaral, Oswald de Andrade, Mario de Andrade, Menotti Del Pichia e Anita Malfatti: o Grupo dos Cinco.
O Manifesto Pau Brasil fundamentou-se na obra de Tarsila do Amaral.
O Manifesto Antropofágico defendia a visão antropofágica na arte, isto é, seria devorado o pai Totêmico \u2013 a cultura europeia \u2013 para incorporação de suas virtudes, reforçando o próprio organismo, que era a cultura brasileira.
Di Cavalcanti, com uma obra influenciada pelo Art Nouveau, pelo pós-cubismo e por painéis mexicanos, assumiu caráter expressionista e de crítica de costumes, que marcou o restante de sua obra. 
Portinari é considerado a própria pintura moderna brasileira.
Tema da Apresentação
AULA 5 \u2013 AFIRMAÇÃO DA LINGUAGEM MODERNISTA
ESTÉTICA E HISTÓRIA DA ARTE CONTEMPORÂNEA
OUTRAS MANIFESTAÇÕES DA ARTE MODERNA NO BRASIL
Vila Lobos foi o expoente da música moderna brasileira.
Nelson Rodrigues foi um dos mais importantes escritores do teatro moderno brasileiro de comédia.
O Teatro de Arena ( Eles não usam BlackTie) traria as temáticas da cultura brasileira.
O Teatro de oficina exibiria uma encenação realista de criação coletiva.
O Teatro do oprimido, de Plínio Marcos, trataria das questões dos marginalizados.
Tema da Apresentação
AULA 5 \u2013 AFIRMAÇÃO DA LINGUAGEM MODERNISTA
ESTÉTICA E HISTÓRIA DA ARTE CONTEMPORÂNEA
EXPLORANDO O TEMA
Guernica é um painel pintado por Pablo Picasso, em estilo cubista, com o uso das cores preto e branco. 
Esta obra pintada a óleo é normalmente tratada como a expressão do repúdio do artista ao bombardeio sofrido pela cidade espanhola de Guernica, em 26 de abril de 1937, por aviões alemães nazistas, apoiando o ditador Francisco Franco. 
http://www.youtube.com/watch?v=FCUlav73V7M
Tema da Apresentação
AULA 5 \u2013 AFIRMAÇÃO DA LINGUAGEM MODERNISTA
ESTÉTICA E HISTÓRIA DA ARTE CONTEMPORÂNEA
EXPLORANDO O TEMA
Assistam ao vídeo que trata do Movimento Futurista, através de uma linguagem que, como o próprio estilo, busca movimento, velocidade e aceleração.
http://www.youtube.com/watch?v=WqE2A-QFEYg
E, depois, apreciem Bachiana nº 5, de Villa Lobos , na voz de Amel Brahim.
http://www.youtube.com/watch?v=NxzP1XPCGJE
Tema da Apresentação
AULA 5 \u2013 AFIRMAÇÃO DA LINGUAGEM MODERNISTA
ESTÉTICA E HISTÓRIA DA ARTE CONTEMPORÂNEA
A importância da afirmação da linguagem cubista de Picasso;
A conceituação do Cubismo e do Futurismo e seus principais artistas; e,
A situação da arte no Brasil em comparação com o desenvolvimento da arte internacional.
AO FINAL DESSA AULA, RELEMBRAMOS: 
Tema da Apresentação