Resumo de bioquímica
4 pág.

Resumo de bioquímica


Disciplina1' Periodo (materias)22 materiais1.007 seguidores
Pré-visualização1 página
RESUMO DE BIOQUÍMICA \u2013 P2 
 
Metabolismo Energético 
O metabolismo energético nada mais é do que energia elétrica. À maioria das funções 
celulares são desencadeadas pela energia elétrica(elétrons) que são distribuídas ao 
nosso corpo. 
Essas energias são extraídas de Glicose, proteínas e lipídios. 
Somente Glicose, lipídios e proteínas produzem elétrons #Eltricidade 
FUNÇÃO DO METABOLISMO\u200b \u2013 O papel do metabolismo energético é quebrar as 
moléculas de macronutrientes por intermédio de enzimas de dentro das células, 
quebrando essas cadeias será mobilizado energia para estocar no ATP. 
ATP (Adenosina Trifosfato) RESERVA ENERGETICA\u200b - Nem toda energia arrancada das 
moléculas são utilizadas. Elas são estocadas pelos ATP. 
Fosforilação\u200b \u2013 Quando o fosfato captura energia(elétrons) pra mandar para o ATP 
Metabolismo Energético\u200b \u200b\u2013 Principal \u200b -> Glicolítico \u200b(Mais rápido e menos toxico \u200b) 
 \u200bIntermediário \u200b-> Lipídio e Proteína ( \u200bMais lento e mais 
toxico\u200b) 
 
 
Glicose (6c) Lipídio Proteína 
 
 
 Anaeróbico Aeróbico 
 
 
 ACETIL-COA (2c) 
 CICLO DE KREBS (FORMA 36 ATP) 
 CADEIA RESPIRATÓRIA 
 
Metabolismo principal\u200b \u2013 A glicose(6C) quando entra na célula sofre \u200bdez reações\u200b. Até 
produzir um composto chamado ácido pirúvico (piruvato \u2013 2 mol de 3C). Esse ácido 
pirúvico vai sofrer ação de uma enzima, e será convertido em Acetil-Coa. O Acetil-coa é 
quem ativa o ciclo de Krebs. Porém essa ação só irá acontecer se tiver a presença 
Oxigênio. Se não tiver a presença de Oxigênio essa reação não acontece, pois terá 
grande presença de H+, que irá aumentar a acidez, assim impedindo a ação de enzimas 
e impedindo a produção de ac. Pirúvico. 
Em Ausência de oxigênio, os H+ que estão sobrando iram a cadeia de ac. Pirúvico, se 
juntarão com esse ácido, e assim formar o ac. Láctico. 
O produto final, da quebra da glicose sem oxigênio é a produção de ac. Láctico. 
(Fermentação láctica). 
 
FERMENTAÇÃO LÁCTICA 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Proteína ( C, H, O, N ( S e P) 
Á proteína participa de praticamente todos os processos biológicos do corpo humano, 
como exemplos, construção de novos tecidos, atuam como sistema de defesa do 
organismo, como transporte de substâncias, agem como catalizadores de reações 
químicas, estão presentes na composição de vários fluídos produzidos pelo corpo, 
presentes nos alimentos, dão elasticidades aos tecidos e atuam como regulação 
hormonal. 
\u25cf Todos os aminoácidos tem NH2 em sua composição 
\u25cf A degradação da proteína gera amônia 
 
N\u200bH2\u200b - É vasodilatador, e a dilatação dos vasos sanguíneos é importante para um maior 
fluxo sanguíneo, aumentando a quantidade de substâncias que passam entre elas. \u200bEx: 
C, H, O, N, S e P. 
Amônia\u200b \u2013 É altamente toxica, ela é capturada pelo fígado, transformada em Ureia, e a 
ureia é altamente solúvel em água e sai pela urina. 
Aminoácidos Naturais\u200b \u2013 São os que nosso fígado consegue sintetizar, e podem ser 
adquiridos também na alimentação. 
Aminoácidos Essenciais \u2013\u200b São adquiridos somente na Alimentação. 
Enzima Transaminase \u2013 TGP\u200b transaminase glutâmico pirúvico\u200b (ALT) \u200bAlanina 
 TGO \u200btransaminase glutâmico-oxalacética\u200b (AST) \u200bAspártico 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Aminoácidos Naturais \u2013 \u200bAlanina, Glutamina, Ácido aspártico, Ácido glutâmico, Prolina, 
Cisteína, Tirosina, Asparagina, Glicina e Serina. 
 
Aminoácidos Essenciais \u2013\u200b Metionina, Fenilalanina, Tirosina, Treonina, Triptofano, 
Histidina, Isoleucina, Leucina, Lisina, Valina e Arginina. 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
LIGAÇÕES: 
 
Peptídicas \u2013 \u200bÉ uma ligação FORTE. Que junta dois aminoácidos sofrendo uma reação 
de síntese por desidratação (perda de uma molécula de H2O). para quebrar essa 
mesma corrente formada por desidratação, precisa sofrer hidrolise (colocar H2O) em 
sua composição. 
 
Pontes de Hidrogênio \u2013 \u200bAcontece quando tem uma sequência de aminoácidos 
próximos uns aos outros, e ocorre uma aproximação entre eles (energia de 
atração), eles começam a se atrair numa ligação FRACA comparada a Peptídica. 
Pontes de Disssulfeto \u2013\u200b Mesma situação da ponte de hidrogênio, só que é dois 
aminoácidos com enxofre. Que se atraem e se ligam. 
 
ESTRUTURA PROTEÍCA: 
-PRIMARIA: \u200bSimples (Linear) 
-SECUNDÁRIA: \u200b(Helicoidal) 
-\u200bTERCIÁRIA: \u200b(Novelo) A maioria das proteínas se encontram 
 \u200b-QUATERNÁRIA: \u200b(Complexo) neste quesito. 
 
REAÇÕES: 
DESNATURAÇÃO DA PROTEINA: \u200bPerda da forma, da função e da ligação forte. 
Transformando proteína em aminoácido através da Acidez (PH), Temperatura, 
Mecânica(porrada), Amônia. 
DEGRADAÇÃO ENZIMÁTICA:\u200b Quebra das ligações peptídicas 
\u25cf ACIDEZ E AMÔNIA SÃO DESNATURAÇÃO REVERSIVEIS. 
\u25cf DESNATURAÇÃO POR CALOR OU AÇÃO MECÂNICA É IRREVERSÍVEL. 
 
CLASSIFICAÇÃO: 
SIMPLES \u2013 \u200bFormada por Aminoácidos 
CONJUGADA \u2013\u200b Formada por aminoácidos e radicais diferentes (misturado com outras 
substâncias ex: Ferro, Calcio). 
PEPTÍDEOS \u2013\u200b 10 Aminoácidos 
POLIPEPTÍDEOS \u2013\u200b 100 aminoácidos 
PROTEÍNA \u2013 \u200bmais de 1000 aminoácidos. 
PLASMÁTICAS - SANGUE \u200bAlbumina 
 \u200bAnticorpos 
 Hormônios 
 
FIBRILARES \u2013 FIBRAS