A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
11 pág.
ATIVIDADE AVALIATIVA 4 - DIREITO EMPRESARIAL EAD

Pré-visualização | Página 2 de 3

do contribuinte, não podendo
ser livremente suprimidas (ADI 839-2/DF” 
NOVAIS, R. Direito Tributário . 3ª edição. São Paulo: Editora
Método. 2018, p. 98. 
 
No que se refere aos impostos extrafiscais pode-se afirmar que:
0 em 0,25 pontos
Resposta
Correta:
Feedback
da
resposta:
corrigir distorções de natureza econômico-social.
Exemplo: a alíquota do Imposto de Importação
pode ser aumentada para desestimular a aquisição
desses produtos do exterior e centralizar na cultura
interna.
corrigir distorções de natureza econômico-
financeira. Exemplo: a alíquota do Imposto de
Imóveis Rurais em que o Estado tem por objetivo
não só a arrecadação, mas também a regulação
da economia.
Sua resposta está incorreta. A Alíquota Extrafiscal de
acordo com o princípio da função social é de corrigir
distorções de natureza econômico-financeira.
Exemplo: a alíquota do Imposto de Imóveis Rurais em
que o Estado tem por objetivo não só a arrecadação,
mas também a regulação da economia. Incentivar ou
desestimular certas condutas, em favor do
atendimento de interesses sociais, como no caso do
IPTU e do ITR, cujas alíquotas podem ser utilizadas
como fator para o cumprimento da função social da
propriedade. E Aferir índices econômicos de riqueza,
para conhecer o perfil do contribuinte, nos termos da
faculdade conferida pela parte final do art. 145, § 1°,
da Constituição.
Pergunta 6
Resposta
Selecionada:
Resposta Correta:
A tributação tem como papel, exigir da sociedade parcelas de
suas riquezas para a manutenção das ações públicas, os entes
políticos não foram instituídos de finalidade de exploração de
atividades econômicas que lhes geram riqueza próprias, assim
gera-se a necessidade da participação do particular. 
 
A Constituição define como os tributos de competência da
União:
imposto sobre propriedade territorial rural.
imposto sobre propriedade territorial rural.
0,25 em 0,25 pontos
Feedback
da
resposta:
Resposta correta. De acordo com artigo 153 CRFB
dispõe que são tributos de competência da União o
imposto sobre propriedade territorial rural. Já imposto
de transmissão causa mortis e doação, imposto sobre
circulação e prestação de serviços, imposto sobre
propriedade de veículos automotores são de
competência do Estado e imposto sobre propriedade
predial e territorial urbana é de competência do
município.
Pergunta 7
“A instituição da Contribuição de Melhoria tem como fato
gerador a realização de obras públicas que
ocasionam valorização nos imóveis dos contribuintes. Origina-se
da máxima de “proibição ao enriquecimento sem causa”,
evitando que o particular experimente aumento patrimonial às
custas de receitas do Poder Público. O acréscimo de riqueza
alcançado pela valorização do imóvel, em decorrência da obra
pública, desenvolverá o dever de ressarcimento aos cofres
públicos dos custos efetivados”. 
NOVAIS, R. Direito Tributário . 3ª edição. São Paulo: Editora
Método. 2018, p. 62. 
 
Quanto a Contribuição de Melhoria configurada pelo artigo 81 do
Código Tributário Nacional: 
 
I. trata-se de tributo de competência comum, que pode ser
instituído pela União, Estados, Distrito Federal e Municípios, de
acordo com o ente que realizar obra que valorize bem imóvel do
contribuinte. 
II. tem como fato gerador vinculado a realização de obra pública
que valorize o imóvel do contribuinte, razão pela qual é
caracterizado como tributo vinculado. 
III. a contribuição relativa a cada imóvel deve ser determinada
pelo rateio da parcela do custo da obra a que se refere a alínea
“c”, do inciso I, pelos imóveis situados na zona beneficiada em
função dos respectivos fatores individuais de valorização (art.
82, §1º, CTN). 
 
É correto apenas o que se afirma em
0 em 0,25 pontos
Resposta Selecionada: 
Resposta Correta: 
Feedback
da
resposta:
I, apenas.
I, II e III.
Sua resposta está incorreta. Conforme artigo 81 do
Código Tributário Nacional a Contribuição de
Melhoria, trata-se de tributo de competência comum,
que pode ser instituído pela União, Estados, Distrito
Federal e Municípios, de acordo com o ente que
realizar obra que valorize bem imóvel do contribuinte.
Tem como fato gerador vinculado a realização de
obra pública que valorize o imóvel do contribuinte,
razão pela qual é caracterizado como tributo
vinculado. E a contribuição relativa a cada imóvel
deve ser determinada pelo rateio da parcela do custo
da obra a que se refere a alínea “c”, do inciso I, pelos
imóveis situados na zona beneficiada em função dos
respectivos fatores individuais de valorização (art. 82,
§1º, CTN).
Pergunta 8
Os impostos tem características, dentro dos sistemas tributários,
da espécie mais importante, sendo responsável majoritariamente
pela arrecadação dos recursos. Entretanto a Constituição não
conceitua de forma específica quais seriam estes possíveis
impostos. Mas traz no artigo 16 do Código Tributário Nacional
“Imposto é o tributo cuja obrigação tem por fato gerador uma
situação independente de qualquer atividade estatal específica,
relativa ao contribuinte”. 
 
Os impostos referem-se a tributos não vinculados, seja em razão
da sua atividade estatal quanto no que se refere à distribuição
dos recursos arrecadados. 
 
PORQUE 
 
Isso significa dizer que seu fato gerador é não vinculado, ou
seja, tem como fato gerador uma situação ou um fato relativo ao
particular, como por exemplo ser proprietário de um veículo
automotor (IPVA) ou proprietário de um imóvel (IPTU). 
 
0 em 0,25 pontos
Resposta
Selecionada:
Resposta
Correta:
Feedback
da
resposta:
Em conformidade com o texto proposto, assinale a opção correta
em relação as asserções.
As asserções I e II são proposições verdadeiras, e
a II é uma justificativa correta da I.
As asserções I e II são proposições verdadeiras,
mas a II não é uma justificativa correta da I.
Sua resposta está incorreta. Sim os impostos
referem-se a tributos não vinculados, seja em razão
da sua atividade estatal quanto no que se refere à
distribuição dos recursos arrecadados. Isso implica
que os valores relativos a impostos, em regra,
ingressam no caixa da Fazenda Pública e serão
gastos de acordo com o previsto nas respectivas leis
orçamentárias. E também é verdadeiro o fato gerador
não ser vinculado, como fato gerador uma situação
ou um fato relativo ao particular, como por exemplo
ser proprietário de um veículo automotor (IPVA) ou
proprietário de um imóvel (IPTU). 
Pergunta 9
A partir da Carta Política de 1988, o princípio da capacidade
contributiva foi introduzido ao sistema tributário brasileiro,
instrumento este que essencial para a igualdade de
arrecadação. Pois os tributos diretos são os únicos aptos a
promover a distribuição justa da carga tributária. 
 
Em relação a aquisição e alienação da propriedade, o imposto
sobre a Propriedade Predial e Territorial Urbana –IPTU: 
 
I. trata-se de um impostor extrafiscal, competência da União,
tem como fato gerador a propriedade, o domínio útil ou a posse
de imóvel. 
II. trata-se de um imposto de natureza fiscal, de competência
dos Municípios, tem como fato gerador a propriedade, o domínio
útil ou a posse de bem imóvel. 
III. a base de cálculo é o valor venal do imóvel, não se considera
o valor dos bens móveis mantidos em caráter permanente ou
0,25 em 0,25 pontos
Resposta Selecionada: 
Resposta Correta: 
Feedback
da
resposta:
temporário para utilização, exploração, aformoseamento ou
comodidade. 
 
É correto apenas o que se afirma em
II e III, apenas.
II e III, apenas.
Resposta correta. O imposto sobre a Propriedade
Predial e Territorial Urbana –IPTU trata-se de um
imposto de natureza fiscal, de competência dos
Municípios, tem como fato gerador a propriedade, o
domínio útil ou a posse de bem imóvel. A sua base de
cálculo é o valor venal do imóvel, não se considera o
valor dos bens móveis

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.