A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
9 pág.
Relatorio de aula pratics

Pré-visualização | Página 2 de 3

lipídios (gorduras) em seu interior, no citoplasma. Originário dos lipoblastos, o tecido adiposo está localizado, principalmente, embaixo da pele, na denominada hipoderme. Este tecido corresponde a 20-25% do peso corporal nas mulheres e 15-20% dos homens, considerando-se o indivíduo dentro do peso normal.
Tecido adiposo unilocular
O nome deste tipo de tecido adiposo dá-se devido ao fato de que as suas células apresentam uma gotícula de gordura predominante, que preenche quase todo o seu citoplasma. Bastante irrigado por vasos sanguíneos, este tipo de tecido também é conhecido como tecido adiposo comum ou amarelo, embora sua cor varie entre o branco e o amarelo-escuro. É o tecido que forma o panículo adiposo, uma camada de gordura disposta sob a pele, que absorve impactos e atua como isolante térmico. Nos recém-nascidos, este tipo de tecido adiposo é de espessura uniforme; nos adultos, a distribuição é regulada por hormônios, e o acúmulo se dá em determinadas posições.
Tecido adiposo multilocular
Com a função principal de gerar calor, o tecido adiposo multilocular é formado por células que possuem vários vacúolos (as gotículas) de gordura e várias mitocôndrias. Os animais hibernantes, como os ursos polares, possuem grande quantidade deste tecido, já que o calor produzido manterá a temperatura do corpo durante os longos períodos de frio. Nos recém-nascidos, este tipo de tecido também é abundante e muito importante para protegê-los do frio.      Apresenta cor castanha devido à abundante vascularização e ao grande número de mitocôndrias.
Este também fiz por pequisa, pois o professor comentou pouquissimo.
https://www.estudopratico.com.br/tecido-adiposo/
  
			TEMA DE AULA: TECIDO CARTILAGINOSO 
RELATÓRIO:
Diferenciar os tipos de cartilagem e os seus constituintes. A cartilagem é um tipo de tecido conjuntivo, podendo ser classificada em três tipos: cartilagem hialina, cartilagem elástica e cartilagem fibrosa.
A cartilagem é um tipo de tecido conjuntivo composto exclusivamente de células chamadas condrócitos e de uma matriz extracelular altamente especializada.
O tecido cartilaginoso pode ser classificado em três tipos de acordo com a quantidade de substâncias intersticiais e a classe de fibras que apresentam, sendo:
Cartilagem hialina → possui uma concentração moderada de fibras colágenas, sendo a mais comum estrutura cartilaginosa encontrada no corpo. Constitui vários arcabouços do organismo, entre eles: a parede do septo nasal, revestimento da traquéia e regiões articulares dos ossos, facilitando o movimento e absorvendo/dissipando impactos resultantes aos choques mecânicos, bem como nas regiões epifisárias dos ossos longos, permitindo o crescimento longitudinal.
Cartilagem elástica → apresenta considerável teor de fibras elásticas entremeadas às fibras colágenas. Forma o pavilhão externo da orelha, auxilia a estruturação da laringe e também da constituição da epiglote (válvula que intermedeia a interfase da deglutição e respiração).
Cartilagem fibrosa → Possui grande quantidade de fibras colágenas, ocupando quase que a totalidade dos espaços intercelulares, assemelhando-se ao tecido conjuntivo denso. È encontrado principalmente entre as vértebras, formando os discos intervertebrais, contribuindo com a flexibilidade e amortecimento.
Durante o desenvolvimento embrionário o esqueleto é formado por cartilagem hialina, gradativamente orientando a substituição por ossificação endocondral.
https://mundoeducacao.bol.uol.com.br/biologia/tipos-cartilagem.htm
2 -Caracterizar: condrócitos, condroblastos e matriz cartilaginosa.
Em biologia, condrócitos são células presentes no tecido cartilaginoso. Este é composto por uma matriz extracelular e por células denominadas condrócitos e condroblastos. Os condroblastos são as células precursoras dos condrócitos. ... Estão isolados em pequenas cavidades no tecido, denominadas lacunas.
https://pt.wikipedia.org/wiki/Condroblasto
	TEMA DE AULA: SISTEMA DIGESTÓRIO
RELATÓRIO:
Identificar e caracterizar os constituintes do sistema digestório: língua, esôfago, duodeno, estômago, pâncreas e fígado.
O sistema digestório humano é formado por um longo tubo musculoso, ao qual estão associados órgãos e glândulas que participam da digestão. Apresenta as seguintes regiões: boca, faringe, esôfago, estômago, intestino delgado, intestino grosso e ânus.
Boca : A boca é a porta de entrada dos alimentos no tubo digestivo. Ela corresponde a uma cavidade forrada por mucosa, onde os alimentos são umidificados pela saliva, produzida pelas glândulas salivares.
Na boca ocorre a mastigação, que corresponde ao primeiro momento do processo da digestão mecânica. Ela acontece com os dentes e a língua.
 Esôfago: O esôfago é um conduto musculoso, controlado pelo sistema nervoso autônomo.
É por meio de ondas de contrações, conhecidas como peristaltismo ou movimentos peristálticos, o conduto musculoso vai espremendo os alimentos e levando-os em direção ao estômago.
Duodeno: Duodeno é um tubo onde se tem espaço para a maior parte do processo digestivo. Suas paredes se compõe de uma série de pregas que incrementam a superfície de absorção e secreção. No duodeno os alimentos se misturam a bile (uma espécie de detergente) expulsada pela vesícula biliar e com os sucos digestivos enviados pelo pâncreas.
Estômago: O estômago é uma extensão do tubo digestivo localizado entre o esôfago e o intestino delgado. Situado do lado esquerdo do abdômen, em suas paredes encontram-se as túnicas: mucosa, submucosa, muscular e serosa.
Pancreas: O pâncreas é uma glândula localizada atrás do estômago, responsável pela produção de insulina e pela absorção de enzimas da digestão.
 
O pâncreas é uma glândula de 15 a 25 cm de extensão localizada no abdômen, atrás do estômago e entre o duodeno e o baço, que integra os sistemas digestivo e endócrino. Anatomicamente, é dividido em três regiões: cabeça, corpo e cauda.
Assunto mao abordado em sala de aula, material de pesquisa google
 
http://www.oncoguia.org.br/conteudo/o-estomago/755/132/
 https://pt.wikipedia.org/wiki/Duodeno
		TEMA DE AULA: SISTEMA URINÁRIO 
RELATÓRIO:
Identificar e caracterizar os constituintes do sistema urinário: rins e bexiga. 
O Sistema Urinário ou Aparelho Urinário é responsável pela produção e eliminação da urina, possui a função de filtrar as "impurezas" do sangue que circula no organismo.
O Sistema Urinário é composto por dois rins e pelas vias urinárias, formada por dois ureteres, a bexiga urinária e a uretra.
 Sistema unitario masculino :
O sistema urinário masculino, difere do feminino na medida em que a uretra, canal que conduz a urina da bexiga para o exterior, também é utilizado para liberação do esperma no ato da ejaculação. Dividida em três partes: prostática, cavernosa e membranosa, a uretra masculina mede aproximadamente 20 cm e estende-se do orifício uretral interno na bexiga urinária até o orifício uretral externa na extremidade do pênis.
Sistema unitario feminino:
O canal da uretra no sistema urinário feminino, que estende-se da bexiga ao orifício externo no vestíbulo, é bem menor que o masculino, medindo aproximadamente 5 cm. Essa característica da anatomia feminina, canal da uretra curto, facilita a ocorrência de infecções urinárias nas mulheres.
Rins: Os rins são órgãos que se situam na parte posterior da cavidade abdominal, localizados um em cada lado da coluna vertebral. São de cor vermelho - escuro e têm o formato semelhante ao de um grão de feijão e do tamanho aproximado de uma mão fechada.
Os rins se ligam ao sistema circulatório através da artéria renal e da veia renal, e com as vias urinárias pelos ureteres. As artérias renais são ramificações muito finas que formam pequenos emaranhados chamados glomérulos. Cada glomérulo é envolvido por uma estrutura arredondada, chamada cápsula glomerular ou cápsula de Bowman.
BEXIGA: 
A bexiga urinária é um órgão do sistema urinário dos seres humanos.