A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
2 pág.
AVALIANDO 4

Pré-visualização | Página 1 de 1

29/05/2019 EPS: Alunos
simulado.estacio.br/alunos/ 1/2
Disc.: FISIOTERAPIA NA SAÚDE DA CRIANÇA 
Aluno(a): THAIS CECILIA SIQUEIRA DOS SANTOS Matríc.: 201602750157
Acertos: 0,4 de 0,5 27/05/2019 (Finaliz.)
 
 
1a Questão (Ref.:201603485785) Pontos: 0,1 / 0,1 
Em um estudo realizado com o objetivo de conhecer a frequência da hipertensão arterial na gravidez, em 47 gestantes
moradoras do bairro Parque Residencial São Paulo, em Araraquara/SP, pode-se observar que 29% das gestantes com
hipertensão arterial tiveram comprometimento grave, ou seja, óbito fetal. A elevação da pressão arterial em gestante é
sinal de alerta para complicações do binômio materno-fetal, podendo colocar em risco a vida de ambos. Observou-se que
cerca de 70% das gestantes com hipertensão arterial tiveram idade gestacional entre 32 e 36 semanas; já 90% das
gestantes sem hipertensão arterial na gravidez apresentaram idade gestacional no intervalo de 37 a 41 semanas.
Mediante tais informações pode-se inferir que:
Não há relação entre hipertensão e prematuridade.
Quanto maior o tempo gestacional menor a probabilidade de a gestante desenvolver hipertensão arterial
 A gestante com hipertensão arterial durante a gravidez corre um risco maior de ter o recém-nascido prematuro.
A gestante com hipertensão arterial durante a gravidez corre um risco maior de ter o recém-nascido pós-termo.
A gestante com hipertensão arterial durante a gravidez corre um risco maior de ter o recém-nascido a termo.
Respondido em 27/05/2019 13:37:53
 
 
Compare com a sua resposta:
 
2a Questão (Ref.:201603497401) Pontos: 0,1 / 0,1 
Uma criança com diagnóstico de mielomeningocele poderá apresentar, associado, um quadro clínico de
 hidrocefalia
microcefalia.
panencefalite
anencefalia.
encefalite
Respondido em 27/05/2019 13:42:10
 
 
Compare com a sua resposta:
 
3a Questão (Ref.:201603467316) Pontos: 0,0 / 0,1 
(ENADE 2007) Paralisia Cerebral (PC) é um grupo de desordens do desenvolvimento do movimento e da postura devido à
lesão não progressiva no encéfalo imaturo, com etiologia e quadro clínicos diversos. Na PC, as desordens motoras estão
frequentemente associadas às alterações sensoriais, cognitiva, comunicativa, perceptiva e/ou comportamental. Com o
auxílio desta definição, julgue as afirmações que se seguem. I - A lesão que causa a PC poderá ocorrer no período pré-,
peri- ou pós-natal até os 2 ¿ 3 anos de vida. II - Devido à diversidade da etiologia, as manifestações clínicas da PC não
são facilmente observadas. III - O diagnóstico da PC é baseado em alterações predominantemente motoras. IV- Devido ao
caráter predominantemente motor, raramente são encontrados distúrbios sensoriais associados ao quadro de PC. V - Tanto
a lesão no encéfalo quanto os sinais e sintomas característicos da PC não são progressivos. Estão corretas, apenas, as
afirmações:
I e V.
 I e III.
 III e V.
II e IV.
I e II.
Respondido em 27/05/2019 13:46:51
 
 
Compare com a sua resposta:
Thaís Siqueira
Realce
Thaís Siqueira
Realce
29/05/2019 EPS: Alunos
simulado.estacio.br/alunos/ 2/2
 
4a Questão (Ref.:201602937929) Pontos: 0,1 / 0,1 
Algumas características ajudam a diagnosticar a Síndrome de Down. Assinale a alternativa que apresenta todos os itens
corretos.
implantação alta das orelhas, occiptal achatado, mãos e pés pequenos
 occipital achatado, implantação baixa das orelhas, instabilidade atlanto-axial
mandíbulas grandes, pescoço curto, retração abdominal
pescoço longo, protusão da língua, frouxidão ligamentar
retração abdominal, implantação alta das orelhas, baixa estatura
Respondido em 27/05/2019 15:05:35
 
 
Compare com a sua resposta:
 
5a Questão (Ref.:201602934158) Pontos: 0,1 / 0,1 
"O torcicolo muscular congênito é a terceira causa mais frequente de anomalia musculo-esquelética congênita. O
diagnóstico e tratamento precoces assim como a participação activa dos pais são fundamentais para o sucesso
terapêutico." LOPES, Isabel, ALVES, Ana, CUNHA, Ana et al. Torcicolo Muscular Congénito: A Propósito de Um Caso Clínico.
Arq Med, 2009, vol.23, no.1, p.7-9. ISSN 0871-3413
Considerando que o fisioterapeuta irá atender uma criança de 2 meses com o diagnóstico de Torcicolo Muscular Congênito,
marque a alternativa que corresponda ao que o fisioterapeuta deverá saber durante a avaliação e a elaboração do
programa de tratamento.
Indica-se a órtese do modelo Pavlik para tratar e manter a cervical do lactente no correto posicionamento para
dormir.
O prognóstico fisioterapêutico é desfavorável devido a idade da criança, pois quanto mais velha for, melhor será a
resposta.
comprometimento de caráter neurológico periférico do VI par craniano, que privilegia mais as meninas do que os
meninos.
O tratamento de eleição neste caso deve ser cirúrgico acompanhado da intervenção fisioterapêutica 24 hs após a
alta hospitalar.
 A criança apresenta inclinação lateral da cervical para o mesmo lado do músculo Esternocleiodocciptomastoideo
comprometido com rotação da face para o lado oposto.
Respondido em 27/05/2019 13:40:23
 
 
Compare com a sua resposta:

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.