A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
APOSTILA QUESTÕES OAB FGV

Pré-visualização | Página 47 de 50

Interna de Prevenção de Acidentes – CIPA tem direito ao 
pagamento dos salários do período compreendido entre a data da ruptura do contrato de 
trabalho e o final do período da garantia de emprego. 
 
44. (FGV – OAB 2012.1) O trabalhador José foi dispensado, sem justa causa, em 01/06/2011, 
quando percebia o salário mensal de R$ 800,00 (oitocentos reais). Quando da homologação 
de sua rescisão, o sindicato de sua categoria profissional determinou à empresa o refazimento 
do termo de quitação, sob o fundamento de que o empregador compensou a maior, no 
pagamento que pretendia efetuar, a quantia de R$ 1.200,00 (hum mil e duzentos reais), 
correspondente a um empréstimo concedido pela empresa ao trabalhador no mês anterior. 
Diante do exposto, assinale a alternativa correta. 
A) O sindicato agiu corretamente. A compensação não pode ser feita no valor fixado, 
devendo se limitar ao valor de R$ 800,00 (oitocentos reais), o que importa na necessidade de 
refazimento do termo de quitação, para o ajuste. 
B) O sindicato agiu corretamente. A compensação não pode ser feita no valor fixado, devendo 
se limitar ao equivalente a 50% (cinquenta por cento) de um mês de remuneração do 
empregado, devendo o termo ser refeito para o ajuste. 
C) O sindicato agiu incorretamente. A compensação pode ser feita no valor fixado. 
D) O sindicato agiu incorretamente. A compensação pode ser feita em qualquer valor, 
inexistindo limite legalmente fixado. 
 
45. (FGV – OAB 2012.1) É correto afirmar que a CLT prevê, expressamente, 
A) a advertência verbal, a censura escrita e a suspensão como medidas disciplinares que o 
empregador pode adotar em relação ao descumprimento das obrigações contratuais do 
empregado. 
B) somente a suspensão do contrato e a dispensa, por justa causa, como medidas disciplinares 
que o empregador pode adotar em relação ao descumprimento das obrigações contratuais 
do empregado. 
 
Boa Viagem: Rua Visconde de Jequitinhonha, 76. tel: 34628989 e 33425049 
 Boa Vista: Rua Montevidéu, 276. Tel: 34230732. 
 falecom@espacojuridico.com 
 www.espacojuridico.com 
 
 
 
C) a advertência, verbal ou escrita, a suspensão e a dispensa, por justa causa, como medidas 
disciplinares que o empregador pode adotar em relação ao descumprimento das obrigações 
contratuais do empregado. 
D) a censura escrita, a suspensão e a dispensa, por justa causa, como medidas disciplinares 
que o empregador pode adotar em relação ao descumprimento das obrigações contratuais 
do empregado. 
 
46. (FGV – OAB 2012.2) João, após completar 21 anos e dois meses de vínculo jurídico de 
emprego com a empresa EGEST ENGENHARIA, foi injustificadamente dispensado em 
11/11/2011. No mesmo dia, seu colega de trabalho José, que contava com 25 anos completos 
de vínculo de emprego na mesma empresa, também foi surpreendido com a dispensa sem 
justo motivo, sendo certo que o ex‐empregador nada pagou a título de parcelas resilitórias a 
ambos. Um mês após a rescisão contratual, João e José ajuízam reclamação trabalhista, 
postulando, dentre outras rubricas, o pagamento de aviso prévio. À luz da Lei n. 12.506/2011, 
introduzida no ordenamento jurídico em 11/10/2011, que regula o pagamento do aviso prévio 
proporcional ao tempo se serviço, assinale a afirmativa correta. 
A) João é credor do pagamento de aviso prévio na razão de 93 dias, enquanto que José fará 
jus ao pagamento de aviso prévio de 105 dias. 
B) Tanto João quanto José farão jus ao pagamento de aviso prévio na razão de 90 dias. 
C) Uma vez que ambos foram admitidos em data anterior à publicação da Lei n. 12.506/2011, 
ambos farão jus tão‐somente ao pagamento de aviso prévio de 30 dias. 
D) João é credor do pagamento de aviso prévio na razão de 63 dias, enquanto José fará jus ao 
pagamento de aviso prévio de 75 dias, uma vez que o aviso prévio é calculado 
proporcionalmente ao tempo de serviço. 
 
 
ESTABILIDADE 
 
47. (FGV – 2010.2 – OAB) Paulo, empregado de uma empresa siderúrgica, sofreu acidente do 
trabalho, entrando em gozo de auxílio-doença acidentário, a partir do décimo sexto dia de seu 
afastamento. Durante este período de percepção do benefício previdenciário, ele foi 
dispensado sem justa causa por seu empregador. 
Diante do exposto, assinale a alternativa correta. 
 a) Paulo tem direito a ser reintegrado, com fundamento na garantia provisória de emprego 
assegurada ao empregado acidentado. 
 b) Paulo tem direito a ser readmiti do, com fundamento na garantia provisória de emprego 
assegurada ao empregado acidentado. 
 c) Paulo tem direito a ser readmiti do, em razão da interrupção do contrato de trabalho que se 
operou a parti r do décimo sexto dia de afastamento. 
 d) Paulo tem direito a ser reintegrado, em razão da suspensão do contrato de trabalho que se 
operou a partir do décimo sexto dia de afastamento. 
 
48. (FGV–2010.2–OAB) Joana foi contratada para trabalhar de segunda a sábado na residência 
do Sr. Demétrius, de 70 anos, como sua acompanhante, recebendo salário mensal. Ao exato 
término do terceiro mês de prestação de serviços, o Sr. Demétrius descobre que a Sra. Joana 
está grávida, rescindindo a prestação de serviços. Joana, inconformada, ajuíza ação 
trabalhista para que lhe seja reconhecida a condição de empregada doméstica e garantido o 
 
Boa Viagem: Rua Visconde de Jequitinhonha, 76. tel: 34628989 e 33425049 
 Boa Vista: Rua Montevidéu, 276. Tel: 34230732. 
 falecom@espacojuridico.com 
 www.espacojuridico.com 
 
 
 
seu emprego mediante reconhecimento da estabilidade provisória pela gestação. Levando-se 
em consideração a situação de Joana, assinale a alternativa correta. 
a) A função de acompanhante é incompatível com o reconhecimento de vínculo de emprego 
doméstico. 
b) Joana faz jus ao reconhecimento de vínculo de emprego como empregada doméstica. 
c) Joana não fará jus à estabilidade gestacional, pois este não é um direito garanti do à 
categoria dos empregados domésticos. 
d) Joana não fará jus à estabilidade gestacional, pois o contrato de três meses é 
automaticamente considerado de experiência para o Direito do Trabalho e pode ser rescindido 
ao atingir o seu termo final. 
 
49. (FGV- OAB 2010.3) Com relação às estabilidades e às garantias provisórias de emprego, é 
correto afirmar que: 
a) o servidor público celetista da administração direta, autárquica ou fundacional não é 
beneficiário da estabilidade prevista na Constituição da República de 1988, que se restringe ao 
ocupante de cargo de provimento efetivo em virtude de concurso público. 
b) a empregada gestante tem direito à estabilidade provisória na hipótese de admissão 
mediante contrato de experiência, uma vez que se visa à proteção do instituto da 
maternidade. 
c) os membros do Conselho curador do FGTS representantes dos trabalhadores, efetivos e 
suplentes, têm direito à estabilidade no emprego, da nomeação até um ano após o término do 
mandato de representação, somente podendo ser dispensado por motivo de falta grave, 
regularmente comprovada por processo sindical. 
d)o registro da candidatura do empregado a cargo de dirigente sindical durante o período de 
aviso prévio não obsta a estabilidade sindical, porque ainda vigente o contrato de trabalho. 
 
50. (FGV – OAB 2010.3) Tício, gerente de operações da empresa Metalúrgica Comercial, foi 
eleito dirigente sindical do Sindicato dos Metalúrgicos. Seis meses depois, juntamente com 
Mévio, empregado representante da CIPA (Comissão Interna para Prevenção de Acidentes) 
da empresa por parte dos empregados, arquitetaram um plano para descobrir determinado

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.