Resumo-de-Recursos 24 04
12 pág.

Resumo-de-Recursos 24 04


DisciplinaDireito Processual Civil I35.439 materiais677.941 seguidores
Pré-visualização3 páginas
RESUMÃO RECURSOS 
Direito Processual Civil 
Estratégia OAB 
 
 
 
 
 
 1 
12 
 
TEORIA GERAL DOS RECURSOS 
\u25cf PRESSUPOSTOS RECURSAIS: são requisitos formais dos recursos, analisados no juízo de admissibilidade do recurso, 
que implicam, caso algum deles esteja ausente, a não admissão do recurso. 
\uf0c4 requisitos intrínsecos 
\u27a2 cabimento/adequação: ato impugnado suscetível de ataque 
\u27a2 legitimidade: parte vencida, terceiro prejudicado e MP na qualidade de fiscal da ordem jurídica (o amicus curie 
pode ingressar apenas com embargos de declaração e IRDR) 
\u27a2 interesse: demonstração da necessidade de ajuizamento do recurso e a adequação do expediente recursal 
escolhidos. 
\u27a2 inexistência de: 
o fato impeditivo: parte proibida de falar nos autos (ex. abuso processual e litigância de má-fé) e 
desistência; e 
o extintivo: renúncia e aquiescência à decisão. 
\uf0c4 requisitos extrínsecos 
\u27a2 tempestividade recursal: prazo (em regra, 15 dias) 
\u27a2 regularidade formal: exigências formais para que possa ser admitido 
\u27a2 preparo: pagamento das custas processuais incidentes sobre aquela espécie recursal, e a respectiva 
comprovação no ato de interposição recursal. 
DISPOSIÇÕES GERAIS 
\u25cf CONCEITO: O recurso é um remédio voluntário e idôneo, apto a ensejar, dentro do mesmo processo, a reforma, a 
invalidação, a integração ou o esclarecimento da decisão judicial que se impugna. 
\u25cf ESPÉCIES 
\uf0c4 apelação 
 
 
 
 
 
 
 2 
12 
\uf0c4 agravo de instrumento 
\uf0c4 agravo interno 
\uf0c4 embargos de declaração 
\uf0c4 recurso ordinário 
\uf0c4 recurso extraordinário 
\uf0c4 agravo em recurso especial ou extraordinário 
\uf0c4 embargos de divergência 
\u25cf EFEITOS 
\uf0c4 EFEITO DEVOLUTIVO: Será devolvida ao conhecimento do tribunal toda a matéria efetivamente impugnada pela parte 
em seu recurso (tantum devolutum quantum appellatum). 
\u27a2 EXTENSÃO DO EFEITO DEVOLTIVO: delimitação do objeto do recurso pela parte recorrente (horizontal) 
\u27a2 PROFUNDIDADE DO EFEITO DEVOLUTIVO: possibilidade de reanálise de todas as questões suscitadas ou de 
ordem pública (vertical) 
\uf0c4 EFEITO TRANSLATIVO: Efeito que viabiliza a análise a qualquer tempo de matérias cognoscíveis de ofício, ainda que não 
tenham sido analisadas pelo juiz ou alegadas pela parte. 
\uf0c4 EFEITO SUSPENSIVO: forma de evitar a produção de efeitos da decisão atacada enquanto estiver pendente o julgamento 
do recurso. 
\u27a2 pode ser: 
o ope legis: quando expressamente previsto na legislação. 
o ope judicis: concedido pelo relator quando houver: 
\u25aa risco de dano grave, de difícil ou impossível reparação; E 
\u25aa demonstração de probabilidade de provimento do recurso. 
\uf0c4 EFEITO SUBSTITUTIVO: julgamento do recurso substituirá os efeitos da decisão anterior. 
\uf0c4 EFEITO OBSTATIVO: o recurso impede o trânsito em julgado da decisão recorrida. 
\uf0c4 EFEITO REGRESSIVO: possibilidade de o juiz prolator da decisão recorrida (sentença ou interlocutória) \u201cvoltar atrás\u201d e 
modificar a sentença, retratando-se. 
\uf0c4 EFEITO EXPANSIVO: o recurso terá efeito para além dos limites das partes (subjetivo) e de outros atos processuais ao 
longo do processo (objetivo). 
\u25cf LEGITIMIDADE RECURSAL 
\uf0c4 a parte vencida; 
\uf0c4 o terceiro prejudicado; ou 
\uf0c4 o Ministério Público (como parte ou como fiscal da ordem jurídica). 
 
 
 
 
 
 
 3 
12 
\u25cf RECURSO ADESIVO: 
\uf0c4 forma adesiva de interposição do: 
\u27a2 recurso de apelação; 
\u27a2 RExt; 
\u27a2 REsp. 
\uf0c4 O recurso adesivo deve ser dirigido ao órgão perante o qual o recurso independente fora interposto, no prazo de 
que a parte dispõe para responder. 
\uf0c4 O recurso adesivo não será conhecido se houver desistência do recurso principal ou se ele for considerado 
inadmissível. 
\u25cf DESISTÊNCIA 
\uf0c4 impede o direito de recorrer 
\uf0c4 independe de aceitação 
\uf0c4 sentença homologatória 
\u25cf RENÚNCIA 
\uf0c4 extingue o direito de recorrer 
\uf0c4 independe de aceitação 
\uf0c4 independe de sentença homologatória 
\u25cf RECORRE-SE DE SENTENÇA E DECISÕES INTERLOCUTÓRIAS 
\u25cf CONTAGEM DO PRAZO PARA RECORRER 
\uf0c4 Se a decisão for proferida em audiência, considera-se intimada a parte no ato; 
\uf0c4 Se proferida a decisão e as partes forem intimadas por carta registrada, considera-se o dia do começo do prazo a 
data de juntada aos autos do aviso de recebimento. 
\uf0c4 Se proferida a decisão e as partes forem intimadas por oficial de justiça, considera-se dia do começo do prazo a data 
de juntada aos autos do mandado cumprido. 
\uf0c4 Se proferida a decisão e as partes forem intimadas por ato do escrivão ou do chefe de secretaria, considera-se 
intimada na data de ocorrência da citação ou da intimação. 
\uf0c4 Se proferida a decisão e as partes forem intimadas por edital, considera-se dia do começo do prazo o dia útil seguinte 
ao fim da dilação assinada pelo juiz. 
\uf0c4 Se proferida a decisão e as partes forem intimadas de forma eletrônica, considera-se dia do começo do prazo o dia 
útil seguinte à consulta ao teor da citação ou da intimação ou ao término do prazo para que a consulta ocorra. 
 
 
 
 
 
 
 4 
12 
\uf0c4 Se proferida a decisão e as partes forem intimadas por cumprimento de carta (precatória, de ordem ou rogatória), 
considera-se o dia do começo do prazo a data de juntada da carta aos autos de origem devidamente cumprida. 
\u25cf PREPARO 
\uf0c4 CONCEITO: custas do recurso + valor de porte e de remessa (esse último não tem se o recurso for eletrônico) 
\uf0c4 DISPENSADOS DO PREPARO: 
\u27a2 MP 
\u27a2 Administração Direta (União, DF, Estados e Municípios) 
\u27a2 Autarquias 
\uf0c4 Insuficiência/ausência: 
\u27a2 NÃO PAGAMENTO DO PREPARO NO PRAZO: a parte será intimada para pagar o preparo em dobro, sob pena 
de deserção; 
\u27a2 PAGAMENTO A MENOR: a parte será intimada para complementar o preparo no prazo de 5 dias, sob pena de 
deserção. 
 
\uf0c4 Não admissão do recurso por falta de preparo poderá ser relevada quando a parte demonstrar a impossibilidade de 
efetuar o preparo (reconhecido esse justo motivo, a parte será intimada para, no prazo de 5 cinco dias, efetuar o 
preparo); 
\uf0c4 O equívoco no preenchimento da guia também não gerará deserção (sanar o vício, no prazo de 5 dias, em caso de 
dúvida). 
\uf0c4 Independem de Preparo 
\u27a2 embargos de declaração 
\u27a2 agravo em REsp e RExt 
\u27a2 embargos infringentes na LEF 
\u27a2 recursos do ECA 
APELAÇÃO 
\u25cf CONCEITO: o recurso que se interpõe das sentenças dos juízes de primeiro grau de jurisdição para levar a causa ao 
reexame dos tribunais de segundo grau, visando à obtenção de uma reforma total ou parcial da decisão impugnada, 
ou mesmo a sua invalidação. 
\u25cf CABIMENTO: 
\uf0c4 de sentença; 
\uf0c4 de decisões interlocutórias das quais não cabe agravo de instrumento. 
\u25cf JUÍZO DE RETRATABILIDADE \u2013 apenas: 
 
 
 
 
 
 
 5 
12 
\uf0c4 indeferimento de inicial 
\uf0c4 improcedência liminar do pedido 
\uf0c4 sentenças terminativas 
\u25cf PRAZO: 15 dias 
\u25cf ADMITE INTERPOSIÇÃO NA FORMA ADESIVA 
\u25cf COM A CHEGADA NO TRIBUNAL, O RELATOR: decide monocraticamente ou elabora voto. 
\uf0c4 decidir o processo monocraticamente (cabe agravo interno). 
\u27a2 não admitir o recurso por ausência dos pressupostos de admissibilidade do recurso ou quando prejudicado ou 
que não tiver impugnado especificamente os fundamentos da decisão recorrida. 
\u27a2 negar provimento a recurso que for contrário: 
a) à súmula do STF, do STJ ou do próprio tribunal que faça parte o relator; 
b) ao acórdão proferido pelo STF ou pelo STJ em julgamento de recursos repetitivos; 
c) ao entendimento firmado em incidente de resolução de demandas repetitivas (IRDR) ou de assunção 
de competência; 
\u27a2 depois de facultada a apresentação de contrarrazões, dar provimento ao recurso se a decisão recorrida for 
contrária: 
a) à súmula do STF, do STJ ou do próprio tribunal que faça parte o relator;