A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
6 pág.
SISTEMA DE DISPUTAS

Pré-visualização | Página 1 de 2

01/06/2019
SISTEMAS DE 
COMPETIÇÃO
PROF. DIÓGENES OLIVEIRA
DEFINIÇÕES
• Nos esportes coletivos, em que as disputas ocorrem entre 
duas equipes de cada vez, cada disputa é considerada 
uma partida
• Chama-se torneio a qualquer série estruturada de jogos 
entre duas ou mais equipes, envolvendo um regulamento e 
uma contagem de pontos, de forma a se estabelecer o 
vencedor do torneio
• E chama-se campeonato ao mais importante (e, em 
geral, mais longo) torneio anual entre equipes de uma 
mesma região geográfica, ou pertencentes a uma mesma 
liga ou federação.
COMO SÃO DISUPUTADAS AS 
COMPETIÇÕES?
• Chamam-se Competições de temporada aquelas que são 
disputadas ao longo de vários meses, em diferentes 
cidades ou em locais diferentes de uma mesma cidade, 
como a maior parte dos campeonatos, em especial os 
campeonatos nacionais dos principais esportes 
coletivos. Neste caso, ganha importância a questão 
do mando de campo: em cada confronto, qual dos 
competidores terá o direito de "jogar em casa", ou seja, 
de ter a partida disputada em sua própria cidade ou em 
sua própria sede, normalmente com a presença mais 
numerosa de sua torcida.
COMO SÃO DISUPUTADAS AS 
COMPETIÇÕES?
• Competições concentradas (ou torneios concentrados) são 
aquelas que são disputadas em poucas datas, numa única 
cidade ou país, como a Copa do Mundo de Futebol ou as 
competições de esportes coletivos das Olimpíadas. Nestas 
competições, o mando de campo não é levado em 
consideração, sendo considerado "campo neutro" em todas 
as partidas, ainda que uma ou mais das equipes 
disputantes sejam "anfitriãs", por estarem participando do 
torneio em sua própria cidade ou país.
SISTEMAS DE COMPETIÇÃO
• É a forma como a competição será organizada.
• E deve ser levado em consideração:
• 1- CONHECER A QUANTIDADE DE PARTICIPANTES 
SEJA ATLETAS INDIVIDUAIS OU EQUIPES
• 2 - O TEMPO DISPONÍVEL PARA O 
DESENVOLVIMENTO DA COMPETIÇÃO
• Baseado nessas informações a competição será 
estruturada.
CAMPEONATO
• - Competição onde há o encontro de cada participante com os demais (todos com 
todos).
• - Quando o campeonato é dividido em etapas, possuindo vários grupos, o 
encontro pode se limitar às equipes do mesmo grupo.
• - É considerado competição de longa duração.
• De curta duração.
• b- Através do sistema das eliminatórias.
• c- Pelo rodízio simples com a diminuição do tempo oficial de jogo (ou diminuição 
dos escores estabelecidos).
TORNEIO
1 2
3 4
5 6
01/06/2019
PRINCIPAIS PROCESSOS
• EXISTEM INUMEROS PROCESSOS QUE PODEM SER ADOTADOS 
PARA REALIZAÇÃO DE UMA COMPETIÇÃO, ELES SÃO VARIADOS E 
NÃO PARAM DE AUMENTAR A CADA DIA.
• O OBJETIVO PRINCIPAL É TORNAR A COMPETIÇÃO REGULAR, 
CRITERIOSA E O MAIS JUSTO POSSÍVEL.
• PORTANTO SUA ESCOLHA DEVE SER PRECEDIDA DE UMA 
ACURADA E CRITERIOSA ANÁLISE COM O INTUITO DE ENCONTRAR 
A MELHOR OPÇÃO PARA O EVENTO QUE ESTIVERMOS 
ORGANIZANDO
ELIMINATORIOS - RODIZIO OU TURNO
• SIMPLES
• REPESCAGEM
• BAGNALL-WILD
• CONSOLAÇÃO
• ELIMANTORIA DUPLA
• SIMPLES
• DUPLO
• EM GRUPO
• ROTAÇÃO
• LOMBARDO
ESCALA OU EXTENSÃO - COMBINADO
• ESCADA 
• PIRAMIDE
• FUNIL
• TEIA DE ARANHA
• RODIZIO E ELIMNATORIO
• ELIMNATORIO E ESCALA
• ESCALA E RODIZIO
• ESCALA E ELIMNATORIO
ACUMULAÇÃO - OUTROS
• EDUCATIVOS
• PLAY-OFF
• REPRESENTATIVO
• SISTEMA SUIÇO
• SISTEMA SCHURING
• KACHI-NUKI
ELIMINATORIA SIMPLES
• NESTE PROCESSO O CONCORRENTE É ELIMNADO QUANDO SOFRE A PRIMEIRA DERROTA
• O NUMERO DE CONCORRRENTES A PARTIR DA SEGUNDA RODADA CORRESPONDERÁ SEMRE 
A UMA POTENCIA DE 2
• COMJMENTE USADO QUANDO O ESPAÇO DE TEMPO É PEQUENO CONSIDERANDO O 
NUMERO DE PARTCIPANTES
• PODE-SE COLOCAR AS MELHORES EQUIPES COMO ISENTA OU CABEÇA DE CHAVE
NJ= NC-1
O NÚMERO DE RODADAS É DADO PELO EXPOENTE DA POTÊNCIA DE 2 UTILIZADA.
EXEMPLO, SE UTILZARMOS UMA CHAVE COM 15 CONCORRENTES UTILIZAREMOS 2 
ELEVADO A 4ª POTENCIAOU SEJA 24 
ENTÕ TEREMOS 4 RODADAS
Eliminatórias Simples:
Primeiro caso:
Quando o total de concorrentes é um 
número potência de 2 (dois), formulamos a 
chave de forma que todos confrontem-se na 
primeira rodada, os que sobrarem como 
vencedores jogarão entre si até o confronto 
final.
7 8
9 10
11 12
01/06/2019
Eliminatórias Simples: 1O caso:
1º rodada 2º rodada
1
2
1
3
4
3
1
Eliminatórias Simples:
Segundo caso:
Quando o total de concorrentes não é um 
número potência de 2 deixaremos um certo 
número de concorrentes ou equipes fora da 
primeira rodada, desta forma possibilitando que 
haja um número de participantes igual a uma 
potencia de 2 na fase seguinte. De aí então, 
segue-se a competição até o final.
Eliminatórias Simples: 2O caso:
1ºrodada 2ºrodada 3ºrodada
1
3
1
4
5
4
1
5
2
2
4
NUMERO DE ISENTOS
• PARA SABER O NUMERO DE ISENTOS, BASTA SUBTRAIR O NUMERO 
DE CONCORRENTES DA POTENCIA DE 2 IMEDIATAMENTE 
SUPERIOR A ELE.
• 15 CONCORRENTES, PROXIMA POTENCIA DE 2 SERÁ 24 = 16, ENTÃO 
16 -15 (CONCORRENTES) = 1 ISENTO
ORGANIZANDO OS ISENTOS
• EXISTINDO UM ÚNICO ISENTO : COLOQUE-O NA PARTE INFERIOR 
DA CHAVE
• SE O NUMERO DE ISENTO FOR PAR: METADE EM CIMA E METADE 
EM BAIXO
• SE O NUMERO DE ISENTO FOR IMPAR: COLQUE UM EMBAIXO E 
DIVIDA O RESTANTE EM CIMA E EM BAIXO
VANTAGENS
• SISTEMA RAPIDO E DE FACIL MONTAGEM
• PERMITE BASTANTE CONCORRENTE
• BASTANTE POPULAR
• DE FACIL COMPREENSAO
• BOM SISTEMA PARA CHEGAO AO CAMPEAO
13 14
15 16
17 18
01/06/2019
DESVANTAGENS
• SISTEMA INJUSTO NAS COLOCAÇÕES FINAIS
• PREJUDICA O INDICE TECNICO
• DEVE SER EVITADO NA ESCOLA POR CONTA DO NUMERO DE 
DESCLASSIFICAÇÃO
• JOGOS DECISIVOS ANTES DA HORA
• SEM CHANCE EXTRA
ELIMINATORIA CONSOLAÇÃO
• PARTE DE UM TORNEIO ONDE FOI USADO A ELIMINATORIA 
SIMPLES
• PARTICIPAM TODOS OS ELIMINADOS NO PRIMEIRO CONFRONTO
• MESMA FORMATAÇÃO DA ELIMNATORIA SIMPLES
• PODE OCORRER CONSTRANGIMENTO ENTRE OS PARTICIPANTES
• NÃO DESPERTA INTERESSE E HÁ UM GRANDE NUMEOR DE WXO
• ACONSELHA-SE MUDAR DE NOME
VANTAGEM E DESVANTAGEM
• OFERECE MAIS UMA CHANCE
• MAIS FRACOS PODEM RECEBER PREMIAÇÃO
• FACIL CONFECÇÃO
• RAPIDA EXECUÇÃO
• DESPERTA POUCO INTERESSE
• EXIGE ALGUNS CUIDADOS
• REQUER BASTANTE DIVULGAÇÃO
• REQUER BOA PREMIAÇÃO
ELIMNATORIA BAGNAL-WILD
• PROCESSO EMPREGADO PARA SE DETERMINAR O SEGUNDO E O 
TERCEIRO COLOCADOS DE UMA ELIMNATORIA SIMPLES
• ORGANIZAÇÃO DE UM TORNEIO COM OS CONCORRENTES 
DERROTADOS DIRETAMENTE PELO CAMPEÃO.
• PARA DETERMINAR O TERCEIRO COLOCADO SEGUE OS MESMOS 
PROCEDIMENTOS ANTERIOR
• CHEGA-SE DE MANEIRA MAIS JUSTA AO SEGUNDO E TERCEIRO 
COLOCADO
REPESCAGEM TRADICIONAL
• CONSISTE NUMA DISPUTA ENTTRE OS DERROTADOS PELOS 
FINALISTAS DE UM TORNEIO
ANTES DA FINAL ORGANIZA-SE UM TORNEIO COM ESSES 
DERROTADOS EM DUAS CHAVES E SEUS FINALISTAS DISPUTAM A 
TERCEIRA COLOCAÇÃO E OS PERDEDORES 5 E 6 LUGAR
REPESCAGEM ALTERNATIVA: CAMPEOES DOS DERROTADOS 
CRUZAM COM OS INVICTOS
ELIMNATORIA DUPLA
• PROCESSO QUE PERMITE A TODOS OS COMPETIDORES 
DERROTADOS UMA ÚNICA VEZ, UMA SEGUNDA CHANCE NA 
COMPETIÇÃO.
• CRIA-SE A CHAVE DOS PERDEDORES
• A FINAL SERA REALIZADA ENTRE O VENCEDOR DAS CHAVES DOS 
VENCEDORES CONTRA O VENCEDOR DA CHAVE DOS PERDEDORES. 
SENDO QUE O VENCEDOR DA CHAVE DOS PERDEDORES PRECISA 
VENCER DUAS VEZES PARA SER CAMPEAO OU METODO 
ALTERNATIVO 
NJ=2(NC-1) OU NJ=2(NC-1) +1*
19 20
21 22
23 24
01/06/2019
RODIZIO SIMPLES
• PROCESSO INDICADO QUANDO HÁ TEMPO DISPONIVEL ONDE 
TODOS OS CONCORRENTES COMPETEM ENTRE SI
• GERALMENTE ATRIBUI-SE PONTOS AO RESULTADO DO 
CONFRONTO
NJ= NC(NC-1)
2
NUMA TABELA GERALMENTE A EQUIPE A ESQUERDA TEM O MANDO 
DE JOGO
• O NUMERO DE RODADAS QUANDO OS CONCORRENTES SÃO PAR É 
DADO

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.