A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
110 pág.
338866239-1-afa-efomm-apostila-fisica-vol-1-pdf

Pré-visualização | Página 15 de 50

10 (AFA) Um carro percorre uma curva circular com velocidade linear 
constante de 15 m/s completando-a em 5 2s, conforme figura abaixo.
 
É correto afirmar que o módulo da aceleração média vetorial experimentada 
pelo carro nesse trecho, em m/s², é:
(A) 0.
(B) 1,8. 
(C) 3,0.
(D) 5,3.
 11 Um satélite geoestacionário, desses usados em telecomunicações, 
é colocado em órbita circular no plano do equador terrestre. Como seu 
próprio nome diz, esse satélite se mantém sempre sobre um mesmo local 
da Terra.
(A) Calcule o período de translação do satélite em relação à Terra.
(B) Compare a velocidade angular do satélite (ωS) com a velocidade angular 
do ponto da superfície da Terra sobre o qual ele se encontra (ωT) .
(C) Compare a velocidade linear do satélite (VS) com a do ponto referido 
no ítem anterior (vT).
12 Uma formiga encontra-se no centro de um disco de raio igual a 20 cm, 
que executa rotação uniforme com frequência de 30 rpm. A formiga passa, 
então, a caminhar ao longo de um raio do disco, dirigindo-se para a sua 
periferia com velocidade escalar constante e igual a 5 cm/s em relação ao 
disco. Ao chegar a um ponto periférico, quantas voltas a formiga terá dado?
Movimentos circulares e cinemática vetorial
281AFA-EFOMM
 13 Sabendo que o raio da Terra mede aproximadamente 6.400 km, 
determine:
(A) a velocidade escalar angular do movimento de rotação da Terra;
(B) a velocidade escalar linear de um ponto situado no equador, relativa 
ao movimento de rotação;
(C) a velocidade escalar linear de um ponto da superfície situado a 60º 
de latitude, relativa ao movimento de rotação.
 14 Na situação esquematizada na figura, temos duas polias A e B 
acopladas através de uma correia inextensível. Quando a polia A gira, 
movimenta a correia que, por sua vez, faz a polia B girar também.
Admitindo que não haja escorregamento entre a correia e as polias, e 
supondo que a polia A execute 60 rpm, calcule a frequência de rotação 
da polia B.
 15 Dois ciclistas partem de um mesmo ponto de uma pista circular de 
raio igual a 100 m, no mesmo instante e em sentidos contrários. Suas 
velocidades escalares lineares valem 2π m/s e 3π m/s. Após quanto tempo 
eles se encontrarão pela primeira vez?
 16 (EFOMM) No sistema de transmissão de movimento da figura abaixo, a polia 
motora “A” tem 500 mm de diâmetro e gira a 120 rpm. As polias intermediárias 
“B” e “C”, solidárias entre si (soldadas uma na outra), têm, respectivamente, 
1000 mm e 200 mm. A rotação da polia “D”, de diâmetro 400 mm, é de:
A
C
B
D
(A) 120 rpm. (E) 20 rpm.
(B) 80 rpm. (D) 30 rpm.
(C) 60 rpm.
 17 Às 12 horas, o ponteiro das horas e o ponteiro dos minutos de um relógio 
se sobrepõem. Depois de quanto tempo ocorre a próxima sobreposição?
 18 Em um certo instante, um ponto material parte de A com MCU de 
período igual a 30 s, em sentido anti-horário. Um segundo depois, parte 
de B outro ponto material com MCU de período igual a 120 s, em sentido 
horário.
 
Determine quanto tempo depois da partida de A os pontos se encontrarão 
peIa primeira vez.
 19 (EFOMM) Um satélite meteorológico envia para os computadores de bordo 
de um navio conteneiro informações sobre um tornado que se forma na rota 
desse navio a 54,0 milhas a boreste (direita). Segundo as informações, o tornado 
tem forma cônica de 252 m de altura e 84 m de raio. A velocidade angular é 
aproximadamente 45 rad/s. O módulo da velocidade vetorial de rotação do 
tornado, em km/h, em um ponto situado a 3 m do plano de sua base, vale:
(A) 162. (D) 476.
(B) 242. (E) 588.
(C) 308.
 20 Uma partícula em movimento circular uniformemente variado tem 
sua velocidade angular alterada de 2π rad/s para 10π rad/s, durante 20 s. 
Calcule o número de voltas que a partícula efetua nesse intervalo de tempo.
 21 Um ventilador gira à razão de 900 rpm. Ao desligá-lo, seu movimento 
passa a ser uniformemente retardado, até parar após 75 voltas. Qual o tempo 
decorrido desde o momento em que fio foi desligado até sua parada completa?
 22 Um garoto, perdido em uma região desértica plana, desloca-se 
sequencialmente 4,0 km para o norte, 2,0 km para o leste e 2,5 km para 
o sul, gastando 10 h no percurso total. Determine: 
(A) o módulo da velocidade escalar média do garoto.
(B) a intensidade da sua velocidade vetorial média.
 23 Uma partícula parte do ponto A da trajetória ABC, esquematizada 
abaixo, no instante to = 0, atinge o ponto B no instante t1 = 3,0 s e para 
no ponto C no instante t2 = 5,0 s. A variação de sua velocidade escalar 
pode ser observada no gráfico abaixo:
 
Considerando o intervalo de 0 a 5,0 s, calcule para a partícula:
(A) o valor absoluto da velocidade escalar média.
(B) a intensidade da velocidade vetorial média. 
 24 Uma partícula percorre uma circunferência de 1,5 m de raio no sentido 
horário, como está representado na figura. No instante to, a velocidade 
vetorial da partícula é v
→
 e a aceleração vetorial é a
→
.
a
→
v
→
1,5 m
30O
C
Física I – Assunto 3
282 Vol. 1
Sabendo que| v
→
 | = 3,0m/s:
(A) calcule | a
→ 
|;
(B) diga se no instante to o movimento é acelerado ou retardado. Justifique 
sua resposta.
 25 Um barco motorizado desce um rio deslocando-se de um porto A até 
um porto B, distante 36 km, em 0,90 h. Em seguida, esse mesmo barco 
sobe o rio deslocando-se do porto B até o porto A em 1,2 h. Sendo vB a 
velocidade do barco em relação às águas e vC a velocidade das águas em 
relação margens, calcular vC e vB.
 26 
 
ω (rad/s)
t (s)0 5 10 15 20 25
5
3
1
Um flutuador em colchão de ar, desloca-se em um círculo horizontal, sobre 
uma mesa preso à extremidade de um fio inextensível, de comprimento 
0,8 m velocidade angular mostrada no gráfico (a propulsão é dada pelos 
gases expelidos pelo aparelho). Suponha a massa do aparelho constante. 
Calcule as acelerações angular γ, tangencial (at) e centrípeta (ac) e assinale 
a resposta correta abaixo.
γ(rad/s2) at(m/s
2) ac(m/s
2)
(A) 0,25 0,20 0,8 + 0,32 t + 0,032 t2
(B) 0,20 0,16 0,8 + 0,4 t + 0,05 t2
(C) 0,25 0,20 0,8 + 0,4 t + 0,05 t2
(D) 0,20 0,16 0,8 + 0,32 t + 0,032 t2
(E) 0,25 0,16 0,8 + 0,32 t + 0,032 t2
 27 Um automóvel desenvolve, numa estrada plana e horizontal, movimento 
retilíneo e uniforme com velocidade de módulo v. Supondo que suas 
rodas rolem sem escorregar, calcule em relação ao plano de rolamento, 
os módulos das velocidades instantâneas dos pontos A, B, C, D e O, 
indicados na figura a seguir.
 28 Um trem dotado de janelas laterais retangulares de dimensões 80 cm x 
60 cm viaja ao longo de uma ferrovia retilínea e horizontal com velocidade 
constante de 40 km/h. Ao mesmo tempo, cai uma chuva vertical (chuva 
sem vento), de modo que as gotas apresentam, em relação ao solo, 
velocidade constante de intensidade v. Sabendo que o trajeto das gotas 
de chuva observado nas janelas laterais do trem tem a direção da diagonal 
dessas janelas, determine:
(A) o valor de v;
(B) a intensidade da velocidade das gotas de chuva em relação a um 
observador no trem.
 29 (AFA) Dois aeroportos, A e B, estão no mesmo meridiano, com B 
600 km ao sul de A. Um avião P decola de A para B ao mesmo tempo 
que um avião Q, idêntico a P, decola de B para A. Um vento de 30 km/h 
sopra na direção sul-norte. O avião Q chega ao aeroporto A 1 hora 
antes do avião P chegar ao aeroporto B. A velocidade dos dois aviões 
em relação ao ar (admitindo que sejam iguais) é, aproximadamente, em 
km/h:
(A) 690. 
(B) 390. 
(C) 190.
(D) 90.
EXERCÍCIOS NÍVEL 2
 01 (AFA) Uma pessoa, brincando em uma roda-gigante, ao passar pelo 
ponto mais alto, arremessa uma pequena bola (Figura 1), de forma que 
esta descreve, em relação ao solo, a trajetória de um lançamento vertical 
para cima.
 
A velocidade de

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.