Orgânicos naturais X orgânicos sintéticos
10 pág.

Orgânicos naturais X orgânicos sintéticos


DisciplinaQuímica Orgânica I13.575 materiais251.796 seguidores
Pré-visualização2 páginas
Química orgânica 
 
 
 
ORGÂNICOS NATURAIS X ORGÂNICOS 
SINTÉTICOS 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
1 
 
 
Sumário 
 
Introdução ...........................................................................................................................................2 
 
Objetivos ..............................................................................................................................................2 
 
4. Orgânicos naturais X orgânicos sintéticos...............................................................................2 
4.1. Orgânico ......................................................................................................................... 2 
4.2.Natural X sintético ........................................................................................................... 5 
 
Exercícios .............................................................................................................................................6 
 
Gabarito ...............................................................................................................................................7 
 
Resumo ................................................................................................................................................7 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
2 
 
Introdução 
Na apostila Para além da natureza: síntese orgânica, compreendemos a 
importância da síntese orgânica e das técnicas de caracterização utilizadas para 
identificar tanto os compostos produzidos em laboratório, como os encontrados na 
natureza. 
Já sabemos que é possível sintetizar compostos encontrados na natureza. 
Assim, nesta apostila vamos conhecer um pouco mais sobre esses compostos 
naturais e como a química orgânica pode auxiliar na melhoria dos mesmos. 
Também vamos pensar sobre a palavra \u201corgânico\u201d e entender a confusão que 
muitas vezes é feita em relação a ela. 
Objetivos 
\u2022 Identificar as diferenças entre os compostos orgânicos naturais e os 
sintéticos; 
\u2022 Compreender como os compostos orgânicos podem ser melhorados ao 
serem sintetizados. 
 
4. Orgânicos naturais X orgânicos sintéticos 
4.1. Orgânico 
Hoje em dia quando vamos ao supermercado, podemos encontrar diversos 
produtos que apresentam a denominação \u201corgânico\u201d. Essa moda é bastante forte 
principalmente para verduras, frutas e legumes. Muitas pessoas compram esses 
produtos acreditando que eles são mais naturais ou até mesmo não possuem 
\u201cquímica\u201d. 
Será que isso é verdade? 
Geralmente os vegetais considerados orgânicos pelo mercado, não foram 
cultivados com o uso de fertilizantes sintéticos. Porém, isso não significa que eles 
não possuam química. Vamos lembrar: todas as coisas são constituídas por átomos e 
moléculas. Logo, esses alimentos continuam apresentando substâncias químicas em 
sua composição. 
Além disso, para cultivar frutas e legumes orgânicos, os produtores 
costumam utilizar matéria orgânica decomposta como, por exemplo, restos de 
alimentos e detritos de animais. 
 
3 
 
Apesar de não terem sido sintetizadas em laboratório, esses adubos possuem 
várias substâncias químicas que vão auxiliar no crescimento e maturação dos 
vegetais. Logo, podemos classificá-los como fertilizantes naturais. 
 
MÃO NA MASSA! 
 
 
 
 
 
 
Vale lembrar ainda que se por um lado o consumo de alimentos 
contaminados com pesticidas possa envolver algum malefício a saúde e ainda ter 
consequências ambientais, por outro lado o uso de fertilizantes sintéticos possibilita 
à agricultura maiores resultados na produção. Logo, os fertilizantes sintéticos 
também são importantes. 
 
FIQUE ATENTO! 
 
 
 
 
 
A vitamina C também é um exemplo interessante. Ela é muito importante 
para nós, pois auxilia na formação do colágeno e previne doenças como o escorbuto. 
Porém, muitas pessoas acreditam que a vitamina C presente em frutas e legumes 
como, por exemplo, laranja, limão e cenoura é diferente daquela sintética que vende 
em farmácia. 
Fertilizantes sintéticos: são de origem mineral, ou 
seja, processados pela indústria como os fertilizantes 
nitrogenados ou mistos. 
Fertilizantes orgânicos: são produtos de natureza 
orgânica obtidos através dos resíduos animais ou 
vegetais, por exemplo, esterco animal e resíduos de 
vinícolas. 
 
Que tal você produzir seu próprio fertilizante natural? Ou o 
famoso adubo que a vovó já fazia pra horta? 
 Reserve um pote com tampa e vá guardando os restos de 
alimentos utilizados em sua casa. Com o tempo ele irá se 
decompor e você poderá utilizá-lo como adubo. Você pode 
criar sua própria horta ou doar pra alguém. 
Além de ajudar o meio ambiente, diminuindo a quantidade 
de lixo, você pode produzir seus próprios legumes e 
verduras! 
 
4 
 
Algumas pessoas até chegam a pensar que a obtida de forma natural é mais 
saldável. Mas esse pensamento está errado, pois ao isolar a vitamina C (figura 01) e 
compará-la com a vitamina sintética verifica-se tratar de compostos idênticos. 
01 
Fórmula estrutural da vitamina C 
 
A tabela seguinte apresenta os teores de vitamina C para cada 100g gramas 
de alguns alimentos. Um adulto deve consumir cerca de 60 mg de Vitamina C por 
dia. Isso corresponde a aproximem-te um copo de suco de laranja. Porém, em casos 
onde défice de Vitamina C, ela pode optar por ingerir um comprimindo efervescente, 
que apresenta cerca de 1 g de vitamina C em sua composição. Isso corresponderia a 
21 laranjas ou 20 limões ou ainda 166 cenouras de 100 gramas cada! 
Alimentos Teor/(mg/100g) 
Morango 60 
Goiaba 302 
Batata 17 
Banana 10 
Limão 50 
Laranja 47 
Tomate 23 
Maça 6 
Cenoura 6 
Fonte: FIORUCCI; SOARES; CAVALHEIRO. A importância da vitamina C na sociedade através 
dos tempos. Química Nova na Escola, Nº 17, 2013. 
 
 
 
 
 
 
 
 
5 
 
SAIBA MAIS! 
 
 
 
 
 
Logo, concluímos que o termo orgânico, geralmente, é relacionado a 
métodos sustentáveis ou a produtos naturais. Porém, sabemos que essa 
terminologia não está totalmente correta, pois vários compostos orgânicos podem 
ser obtidos de forma sintética. 
Além disso, o avanço da química orgânica possibilitou a produção de 
produtos sintéticos, tais como, os fertilizantes que auxiliam na produção agrícola, 
medicamentos, combustíveis, tecidos e até mesmo alimentos. 
 
FIQUE ATENTO! 
 
 
 
 
 
 
4.2.Natural X sintético 
Apesar de verificarmos em nossos estudos que os compostos sintéticos são 
idênticos aos isolados de fonte naturais, como vegetais e animais, ainda existe a 
crença popular de que os compostos naturais sejam superiores aos sintéticos. 
Produto não tem química? 
Em nossos estudos vimos que a ciência química está 
presente em tudo que tem massa e ocupa lugar, pois 
são constituídos de átomos. Sendo assim, a química 
está em nós e em nosso dia a dia, fazendo parte da 
nossa vida e presente em todos os produtos. 
 
Escoburto é uma doença causada por déficit de 
vitamina C. Seus principais sintomas são hemorragia, 
inchaço nas gengivas e resistência a infecções. No final 
da Idade Média, houve uma epidemia de escoburto no 
centro da Europa. A epidemia foi diminuída a partir do 
século XXII com a inclusão de batatas nas dietas dos 
doentes e da população como um todo. 
. 
 
 
6 
 
No caso dos compostos orgânicos sintéticos os químicos ao realizarem o 
processo de síntese podem melhorar o produto. Um exemplo desse melhoramento é