A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
115 pág.
slide de anatomia

Pré-visualização | Página 1 de 4

Anatomia da Madeira 
Profa. Marcela Gomes 
 
Outubro, 2018 
Universidade Federal Rural da Amazônia 
Instituto de Ciências Agrárias 
Engenharia Florestal 
Tópicos abordados 
1) Estrutura macroscópica do lenho 
 
2) Crescimento da árvore 
 
3) Planos anatômicos de corte 
 
4) Estrutura anatômica do xilema 
1) Gimnospermas 
2) Angiospermas dicotiledôneas 
 
5) Características organolépticas da madeira 
 
6) Noções de microtécnica 
1) Maceração 
2) Montagem de lâminas 
 
7) Normas de descrição 
 
8) Princípios de identificação da madeira 
 
Bibliografia 
Apresentação 
 
Importância nas regiões tropicais 
Elevado número de espécies ainda pouco 
conhecidas 
 
 
 
 
 Identificar espécies madeireiras; 
 
Distinguir madeiras aparentemente idênticas; 
 
 Proporcionar subsídios aos órgãos de 
fiscalização para identificação das madeiras 
comercializadas e/ou ameaçadas de extinção; 
 
 Predizer utilizações adequadas, de acordo 
com as características; 
 
 Prever e compreender o comportamento da 
madeira no que diz respeito a sua utilização. 
Filogenia 
 
Madeira” 
 
Materia significa : matéria, madeira, tema, assunto 
 
Anatomia vem do grego anatomé 
 
 “cortar de alto a baixo” 
 
 
anatomikós, relativo a dissecar, cortar em pedaços 
 
 
Latino materia mater “mãe” 
 
 A anatomia é a ciência que estuda macro e 
microscopicamente a constituição e 
desenvolvimento de seres organizados. 
 
Anatomia da madeira 
 Ramo da botânica que estuda as 
células que compõem o xilema, bem como 
sua organização, função e relação com a 
atividade biológica do vegetal. 
O que é a madeira? 
 
Tecido condutor de água e sais minerais 
encontrado principalmente no caule e ramos 
de vegetais superiores 
 
Constitui-se de um sistema de microtubos 
dispostos vertical e horizontalmente por onde 
é feita a condução de líquidos. Na botânica é 
conhecido por xilema. 
 
O surgimento do xilema na natureza está 
relacionado a pressão ambiental sofrida 
pelos vegetais no sentido de desenvolver 
um tecido capaz de conduzir água das 
raízes até as folhas e também capaz de 
sustentar o vegetal; 
 
O xilema é um tecido estruturalmente 
complexo; 
 
Esse termo foi introduzido por Nageli (1851) e 
deriva do grego xylon, madeira. 
 Xilema 
 
 
 
 
Principal tecido condutor de água nas plantas vasculares 
 
Sais minerais 
Armazenar substâncias 
Sustentar vegetal 
 
 
Conjunto de células com forma e 
função diferenciadas 
Xilema 
 A madeira é um conjunto heterogêneo de 
diferentes tipos de células com 
propriedades específicas para 
desempenharem as seguintes funções 
vitais: 
 
- Condução de líquidos; 
- Transformação, armazenamento e 
transporte de substâncias nutritivas; 
- Sustentação do vegetal. 
Estudo anatômico de madeiras – Histórico 
 Antes do início dos estudos 
 
 
 
 
 
 
 
 Equivocada da constituição dos organismos vivos; 
 
 A própria célula ainda desconhecida. 
 
 
Tamanho das células era proporcional ao tamanho do 
indivíduo 
 
 
 
 Conceitos teóricos 
 
 Comprovações científicas 
 
 
Pesquisadores 
Novas metodologias 
Desenvolvimento de equipamentos que 
melhorar a capacidade de observação 
 
 
 
 
Marcelo Malpighi (1628-1694) – 
Anatomia Plantarum 1675.. 
Nehemiah Grew (1641-1712) The 
Anatomy of Plants, relata pela primeira 
vez a existência de vasos fibras e 
parênquima em madeira. 
Teofrasto (369-202 a.C.) - Descrição 
de seiva de plantas, tipos de madeira 
e respectivos usos 
 
 
 
 
Anton Van Leeuwenhoek (1632-1723) 
Desenvolveu um microscópio e analisou, 
madeira e casca, de Miristicáceas, em 
cortes nos planos transversal, tangencial e 
radial 
Augustin P. de Candolle, estabeleceu a 
diferenciação de madeira , baseada na 
presença e ausência de vasos, sistemas 
de classificação, empregando caracteres 
anatômicos da madeira. 
 
Samuel J. Record (1881-1945) 
 
Iniciou uma coleção de amostras de 
madeira que, até a data da sua morte 
compreendia mais de 40 mil espécimes, 
fato que a transformaria na primeira 
xiloteca do mundo. Também foi um dos 
fundadores da IAWA. 
 
 
 
 
Associação Internacional de 
Anatomistas da Madeira, reúne 
pesquisadores do mundo todo. 
Anatomia da madeira no Brasil 
 
 De acordo com Cortez (2003) – As primeiras publicações 
datam de 1926, com Arthur de Miranda Bastos. 
 
 -Tese intitulada Estudo sobre algumas madeiras da 
Amazônia, sob o ponto de vista da sua identificação e 
propriedades industrias. 
 
 Em 1933, José Aranha Pereira (agrônomo) da Secretaria de 
Agricultura de São Paulo – IPT. 
 
 - Publica o trabalho Contribuição para a identificação 
micrográfica das nossas madeiras. 
IPT - Instituto de Pesquisas Tecnológicas do 
Estado de São Paulo, em São Paulo 
Instituições no Brasil 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Museu Paraense Emílio Goeldi, em Belém 
LPF – Laboratório de Produtos Florestais, em 
Brasília 
INPA – Instituto Nacional de Pesquisa da 
Amazônia, em Manaus. 
Divisões da anatomia 
 
 Normand (1950), divide anatomia em: 
 
 
Para que serve a anatomia da madeira? 
 
 Correlacionados às linhas de 
dendrocronologia, dendroclimatologia, 
climatologia, química e microbiologia. 
 
Atividade cambial; 
 
Formação dos anéis de crescimento; 
 
Variações climáticas de épocas passadas; 
 
Coloração em decorrência de deposição de 
tanino, resinas e carboidratos. 
O homem e a madeira 
 
O homem têm usado a madeira para as mais diversas 
finalidades desde tempos imemoriais. 
 
O homem e a madeira 
 
• De acordo com Fonseca et al (2005) 
 
A madeira foi uma das primeiras matérias-primas naturais 
usadas pelo homem; a sua abundância e múltiplas utilidades. 
 
Somadas ao conhecimento empírico de suas propriedades 
físicas e mecânicas, contribuíram para a popularização de seu 
emprego, pelas civilizações primitivas. 
Conclusão 
 
Estudar a constituição da madeira é importante passo no 
sentido da preservação dos recursos naturais. 
 
 Compreensão da evolução da vida vegetal; 
 Adoção de tecnologias que permitam usar este 
maravilhoso recurso da natureza sem esgotá-lo 
 
 
Introdução - Madeira vem das árvores 
 
 
 A madeira é um produto proveniente do 
tecido xilemático das árvores, especializado 
em sustentação e condução de seiva. 
 
 Uma planta é considerada lenhosa quando 
atinge, pelo menos, três metros de altura, 
apresenta geralmente, um único caule ou 
tronco e apresenta lenho secundário. 
 
 A madeira em tábuas pode ser extraída de 
árvores com altura superior a 6 metros de 
altura e 40 cm de diâmetro. 
Árvores podem ser divididas em três regiões: 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Copa 
Caule 
Raízes 
ESTRUTURA MACROSCÓPICA 
DO TRONCO 
1 
Cerne 
Alburno 
Cerne 
Alburno 
Câmbio medula 
vaso 
Câmbio floema 
casca 
raio Cerne 
Alburno 
Camadas de uma árvore 
 
 
 Um caule de árvore, quando seccionado no sentido transversal, 
apresenta as seguintes estruturas: 
 
Casca- é o tecido que

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.