A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
3 pág.
Atividade Prática - Introdução a Ergonomia

Pré-visualização | Página 1 de 1

Introdução à Ergonomia - EDI
Data: 29/08/2019.
Aluno (a): Dionésio Bueno de Araújo Junior	
Atividade Prática e de Pesquisa
NOTA:
INSTRUÇÕES:
Esta Avaliação contém 20 (vinte) questões, totalizando 10 (dez) pontos;
Baixe o arquivo disponível com a Atividade de Pesquisa;
Você deve preencher dos dados no Cabeçalho para sua identificação: 
Nome / Data de entrega.
As respostas devem ser digitadas abaixo de cada pergunta;
Ao terminar grave o arquivo com o nome Atividade Prática;
Envio o arquivo pelo sistema no local indicado;
Em caso de dúvidas consulte o seu Tutor.
1. Descreva, com suas palavras, o que é ergonomia e quais são seus objetivos.
R: Ergonomia é o estudo científico entre homem e máquina, que a segurança e eficiência no ambiente de trabalho humano, objetivo proporcionar conforto e segurança evitando o LER.
2. Uma ação ergonômica que leve em consideração apenas aspectos microergonômicos é eficiente? Por quê? Descreva como deve ser uma ação ergonômica ideal.
R: Sim, pois estuda os diversos elementos específicos de uma situação de trabalho, tais como, a insonorizarão de uma máquina, a iluminação de uma sala de trabalho, o que proporciona conforto e segurança para o ambiente.
3.	Como o desconforto pode se manifestar em um ambiente de trabalho? Como Ergonomista, que sugestões você̂ proporia para aliviar ou mesmo eliminar os fatores que causam desconforto?
R: A falta de conforto nas instalações físicas do ambiente de trabalho afeta a saúde mental e corporal do funcionário, consequentemente, derrubam a produtividade e pode levar a problemas como Dort e Ler. Ergonomista tem como responsabilidade verificar todo o ambiente, exemplo os móveis precisam ser ergonômicos para proporcionar conforto, ambiente de luz confortável para executar o trabalho necessário, etc.
4.	Além da visão e da audição, há algum outro sentido especial que você̂ acredita importar para uma ação ergonômica? Caso haja, diga qual e explique o porquê̂. Caso não haja, em sua opinião, explique o porquê̂.
R: Vibrações, clima e iluminação. São fatores importante que podem influenciar na qualidade de trabalho e na saúde do indivíduo.
5.O que estuda a antropometria? Quais são seus objetivos no que concerne à ação ergonômica?
R: Antropometria é um ramo da antropologia que estuda as medidas e dimensões das diversas partes do corpo humano. A antropometria está relacionada com os estudos da antropologia física ou biológica, que se ocupa em analisar os aspectos genéticos e biológicos do ser humano e compará-los entre si.
6.Diferencie a antropometria dinâmica da funcional.
R: Antropometria Estática: São consideradas as medidas das dimensões do corpo quando o indivíduo se encontra em postura neutra, sem movimentar-se.
Antropometria Dinâmica: São consideradas as medidas dos segmentos corporais em movimento. Obtém-se informações relacionadas aos ângulos das articulações, os alcances, as posturas naturais e confortáveis.
7.Qual é a relevância da disciplina biomecânica para a ergonomia?
R: Está ligado ao movimento durante a carga de trabalho do indivíduo.
8.Elenque três consequências da iluminação inadequada do ambiente de trabalho. Em seguida, discuta com seu colega que correções na iluminação poderiam evitá-las.
R: Níveis muito altos ou muito baixos de luz; distribuição incorreta da intensidade luminosa e cor inadequada da luz que dificulta a visão e impacta o estado emocional. Conciliar iluminação natural com o ambiente de iluminação artificial.
9.Explique, com suas palavras, o que é ergonomia ambiental e qual é a importância de conhecê-lá para a análise macroergonômica.
R: São a mistura das características humanas no desenvolvimento e as atividades e as tarefas realizadas por ele. Portanto, para uma melhor adaptação do ambiente construído às habilidades e limitações humanas, tem-se na ergonomia uma abordagem mais completa, onde se pressupõe que as soluções encontradas estão mais próximas dos requisitos do homem.
10.O que a exposição recorrente a vibrações no posto de trabalho pode causar à saúde do trabalhador?
R: Pode causar sérios prejuízos à saúde do trabalhador, como doenças vasculares, neurológicas e musculares, se não houver controle dos riscos e proteção adequada. A vibração de mãos e braços é produzida por ferramentas manuais energizados, utilizadas nas mais diversas atividades, como furadeiras, motosserras, marteletes, entre outras. Já a vibração de corpo inteiro resulta do trabalho em veículos, como ônibus, tratores, caminhões, máquinas agrícolas.
11.Quais são as etapas do processamento de informação no sistema humano-máquina?
R: As etapas do processamento da informação passam-se a dois níveis, interligados cognitivamente, a codificação e a memorização.
12.Defina concentração continua.
R: Alterar a concentração de uma substância é algo que, mesmo sem perceber, fazemos várias vezes ao dia.
13.Dê dois exemplos de controles que exigem pouco esforço manual e diga em que profissões podem ser utilizados.
R: Inspeção visual e produtor de peças. O inspetor no caso seria um inspetor de qualidade que trabalha com a orientação visual do produto, produtor de peças de usinagem CNC, pelo fato da máquina ser programável.
14.Distinga, doenças do trabalho de doenças profissionais.
R: A doença profissional é aquela produzida ou desencadeada pelo exercício do trabalho peculiar à determinada atividade e constante, já a doença do trabalho é aquela adquirida ou desencadeada em função de condições especiais em que o trabalho é realizado e com ele se relacione diretamente.
15.O que é uma lesão por esforço repetitivo? Cite algumas profissões que estão mais sujeitas a LER.
R: Lesão por Esforço Repetitivo ou LER são lesões nos sistemas musculoesqueléticos e nervoso causadas por tarefas repetitivas, esforços vigorosos, vibrações, compressão mecânica ou posições desagradáveis por longos períodos.
Postura inadequada por um longo período de tempo;
Atividades de trabalho que exijam força excessiva com as mãos;
Atividades esportivas que exijam grande esforço dos membros superiores;
Ritmo intenso de trabalho;
Mobiliário mal projetado e ergonomicamente errado;
Esforço físico;
16.O que são doenças psicossociais?
R: Doença psicossocial como exemplo é a Síndrome de Burnout, também conhecida como Síndrome do Esgotamento Profissional, que é causada pelo estresse constante gerado por uma rotina desgastante e condições inadequadas de trabalho. Na síndrome, o trabalhador passa a apresentar esgotamento físico e mental, podendo, inclusive, desenvolver comportamentos agressivos e de extrema ansiedade.
17.Qual é a importância de um equilíbrio do ritmo de trabalho e da carga de trabalho para a saúde do trabalhador?
R: As jornadas de trabalho implicam na saúde mental e corporal do indivíduo, assim como no ambiente familiar, todo excesso é prejudicial e acaba refletindo em seu ambiente familiar.
18.O que é organização do trabalho? Qual é sua relação com a prática ergonômica?
R: O conceito de Organização do Trabalho é bastante amplo e carece de uma definição precisa - trata de como o trabalho é organizado e gerenciado desde o projeto do trabalho em si, até aspectos da estratégia empresarial sempre buscando eliminar elementos improdutivos e garantindo a segurança do trabalhador.
19.Defina a análise ergonômica do trabalho e seu objetivo.
R: A Análise Ergonômica do Trabalho permite buscar, identificar, averiguar e aferir perfeitamente as funções e objetos usados por todo profissional em seu local de trabalho, assim como medir os impactos que a utilização, esforço e repouso interferem direta ou indiretamente os funcionários em sua rotina de trabalho.
20.Para que serve um diagnóstico ergonômico?
R:Diagnóstico Ergonômico e buscam-se recomendações ergonômicas para que os constrangimentos observados e as sugestões dos operadores possam ser implementados.
Introdução à Ergonomia - EDI
Introdução à Ergonomia - EDI