A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
11 pág.
Demonstrações das Mutações do Patrimônio Líquido

Pré-visualização | Página 1 de 2

Contabilidade de custos 
 
 
 
DEMONSTRAÇÃO DAS MUTAÇÕES DO 
PATRIMÔNIO LÍQUIDO 
 
 
1 
 
 
 
Sumário 
 
Introdução .................................................................................................................................... 2 
 
Objetivo......................................................................................................................................... 2 
 
1. Demonstrações das Mutações do Patrimônio Líquido (DMPL) .............................................. 2 
1.1. O que é Demonstrações das Mutações do Patrimônio Líquido e para que serve............ 2 
1.2. Elaboração das Demonstrações das Mutações do Patrimônio Líquido........................... 4 
1.3. Demonstrações das Mutações do Patrimônio Líquido e sua relação com a 
Contabilidade de Custos ........................................................................................................... 6 
 
Exercícios ...................................................................................................................................... 7 
 
Gabarito ........................................................................................................................................ 8 
 
Resumo ......................................................................................................................................... 9 
 
 
 
2 
 
Introdução 
Na apostila sobre a Demonstração de Lucros ou Prejuízos acumulados vimos 
todos os aspectos relacionados a este demonstrativo. Como ela é elaborada, para 
que serve, quais os tipos de análises podem ser feitos, enfim, aspectos relevantes 
relacionados a este demonstrativo contábil. 
Visto isso, temos uma base para estudarmos outra demonstração contábil, a 
Demonstração das Mutações do Patrimônio Líquido. Esta demonstração surge a 
partir das informações da Demonstração do Resultado do Exercício e é muito 
importante para fazer análises durante os períodos, para saber se o lucro de uma 
empresa está reduzindo, contínuo ou aumentando ao longo dos anos. Além disso, 
iremos ver o que é este demonstrativo e para que ele serve, bem como sua 
elaboração e as diversas análises que podem ser feitas. 
Objetivo 
• Entender o que é a Demonstração das Mutações do Patrimônio Líquido e para 
que serve. 
• Aprender a forma de elaboração da Demonstração das Mutações do 
Patrimônio Líquido. 
• Identificar a sua relação com a Contabilidade de Custos. 
 
1. Demonstrações das Mutações do Patrimônio Líquido 
(DMPL) 
1.1. O que é Demonstrações das Mutações do Patrimônio Líquido e 
para que serve 
Neste ponto de nossos estudos já sabemos uma infinidade de demonstrativos 
contábeis, suas características específicas e informações fornecidas aos usuários. 
Nesta apostila iremos estudar sobre a Demonstração das Mutações do Patrimônio 
Líquido. 
Esse demonstrativo nos fornece informações sobre as alterações ocorridas no 
Patrimônio Líquido. No BP conseguimos apenas verificar os saldos estáticos nas 
datas do demonstrativo, porém a DMPL veio para abrir melhor esse grupo de contas 
e nos fornecer com mais detalhes informações sobre as movimentações dessas 
contas. 
 
 
 
3 
 
01 
DMPL 
 
Conforme a figura anterior, podemos identificar que temos as principais 
contas do Patrimônio Líquido elencadas nas colunas e nas linhas as possíveis 
ocorrências de entradas ou saídas. 
Ao realizar a DMPL podemos já de início listar algumas situações nas quais 
sabemos que ocorre a alteração do Patrimônio Líquido, como: 
• Acréscimo de lucro ou redução por prejuízo líquido do exercício; 
• Aumentos decorrentes da reavaliação de ativos; 
• Ajustes de exercícios anteriores, que podem refletir aumentos ou 
reduções; 
• Aumento devido a venda de partes beneficiárias ou bônus subscritos; 
• Aumentos por doações e subvenções; 
• Aumentos por recebimento de prêmios de debêntures; 
• Aumentos por subscrição ou integralização do capital social; 
• Redução pelas ações próprias adquiridas ou aumentos pelas vendas 
de ações; 
• Diminuição por parcelas de lucros apurados; 
• Dentre diversas outras situações. 
 
 
 
4 
 
FIQUE ATENTO! 
 
 
 
Podemos, também, identificar diversas situações em que não ocorrem 
alterações no Patrimônio Líquido, há apenas um remanejamento de saldos entre as 
contas deste grupo, podendo ser: 
• Aumento de capital social com o uso do lucro ou reservas; 
• Utilização do lucro líquido do exercício, reduzindo a conta de lucros 
acumulados para a destinação nas reservas; 
• Compensação de prejuízos no exercício com o saldo das reservas; 
• Reversão de reservas patrimoniais pela conta de Lucros ou Prejuízos 
Acumulados, dentre outras situações não citadas aqui. 
SAIBAMAIS! 
 
 
 
 
 
Esses demonstrativos contábeis são de extrema importância para as 
empresas, assim é possível identificar e avaliar a organização e saber se ela está em 
uma situação equilibrada ou se há problemas que precisam ser solucionados com 
urgência. 
 
1.2. Elaboração das Demonstrações das Mutações do Patrimônio 
Líquido 
Nem todas as movimentações no Patrimônio Líquido 
irão alterar o seu saldo, algumas são apenas variações 
entre contas do próprio PL, ou seja, não há alterações 
no PL como um todo. 
 
De acordo com o art. 6° da Lei n° 6.404/76 as empresas 
poderão optar por incluir a DLPA junto com a DMPL no 
fechamento das demonstrações contábeis. Uma vez 
que a DLPA complementa a DMPL e possuem as 
mesmas informações. Porém, para as demais 
sociedades está obrigada a elaboração da DLPA em 
separado pelo art. n° 274 do Regulamento do Imposto 
de Renda. 
 
. 
 
 
5 
 
 
Com relação a elaboração da DMPL ela é realizada de maneira bem simples. 
Após o fechamento do BP você já tem todos os lançamentos contábeis do período, 
inclusive no que se refere ao Patrimônio Líquido. Então, basta analisar os valores 
constantes nesse grupo de contas e avaliar se ele aumentou, reduziu ou manteve 
constante o saldo desta conta. 
 
02 
Equilíbrio do Patrimônio Líquido 
 
As principais informações que teremos neste demonstrativo são: 
• Saldos iniciais: serão os saldos iniciais de cada conta do patrimônio líquido 
dentro do período que está sendo analisado. 
• Ajustes de exercícios anteriores: serão lançados neste campo, possíveis 
mudanças de critérios contábeis e que originaram mudanças em saldos 
anteriores ou, então, retificação de erros cometidos no passado. 
• Aumentos de capital: aumentos no capital social da empresa, que podem 
ser mediante a conta das reservas constituídas para esta finalidade ou pela 
subscrição de novos valores por parte dos acionistas da empresa. 
• Reversões de reservas: são a reversões de reservas de contingência ou de 
lucro por algum motivo de força maior, ou para abater os prejuízos 
acumulados ou porque aquela contingência já não é mais uma ameaça. 
• Lucro líquido do exercício: é o valor apurado na DRE e deverá ser transcrito 
o saldo aqui. 
• Proposta de destinação do lucro: valor do lucro líquido que será destinado 
para reservas diversas ou até mesmo para a distribuição de dividendos, a 
depender da aprovação da Administração da empresa. 
 
6 
 
• Saldo final: após todos os lançamentos contábeis dentro da conta do 
patrimônio líquido, este será o saldo do final do período que está sendo 
analisado. 
Essas informações relacionadas acima são referentes as linhas. Nas colunas 
teremos as contas de Capital Social, Reservas de Capital, Reservas de Lucro e Lucros 
Acumulados. 
 
1.3. Demonstrações das Mutações do Patrimônio Líquido e sua 
relação