A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
1 pág.
Regime Diferenciado de Contratação (rdc)

Pré-visualização|Página 1 de 1


Regime Diferenciado de Contratação (RDC)



HTML image 0
O RDC é uma ferramenta de licitação mais eficaz.

Em agosto de 2011 foi editada a Lei nº 12.462/2011 que instituiu o Regime Diferenciado de Contratação (RDC) . Caracterizado por ser um novo regime de contratação para aquisições públicas. Este regime não é uma nova modalidade de licitação, mas sim, um novo conjunto de regras destinadas a aquisições do poder publico. Inicialmente este regime era exclusivamente para as obras de engenharia da Copa do mundo, Copa das confederações e das Olimpíadas, no entanto, posteriormente operações legislativas incluíram essa mobilidade para obras de engenharia em outros setores também:


  • Programa de Aceleração do Crescimento (PAC);
  • Sistema Único de Saúde (SUS);
  • Mobilidade Urbana;
  • Ciência, Tecnologia e Inovação;
  • Penitenciarias;
  • Unidade de Atendimento Socioeducativo;


Origem da RDC

O Regime Diferenciado de Contratação tem origem nos Estados Unidos (USA) e na Europa e a Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Económico (OCDE) teve influência para a implementação da RDC no Brasil, que foi instituída no Brasil pela medida provisória MP 527/11 e posteriormente transformada na Lei 12.462/2011.


Principais objetivos

Os principais objetivos do RDC podem ser descritos como:


  • Ampliar a eficiência nas contratações;
  • Tratar todos os licitantes de forma igual (Isonômica);
  • Aumentar a competitividade entre os licitantes;
  • Promover a troca de experiências e tecnologias visando melhor custo-beneficio para o setor publico;
  • Selecionar a proposta mais vantajosa para a administração publica;



HTML image 1
O RDC possui diversas vantagens no processo licitatório.


O RDC como um processo licitatório eficaz

O RDC representa um avanço no modelo tradicional de licitação, dado que o mesmo diminui os custos do projetos e também visa encurta o tempo do processo.

A principal diferença entre o Pregão e o RDC pode ser descrita como:


  • Pregão: é relacionado a bens e serviços comuns;
  • RDC: é relacionado a obras de engenharia.

No RDC, assim como no pregão, há uma inversão das fases do procedimento licitatório, dado que a Habilitação só acontece após o julgamento das propostas. Além disso, há uma redução do prazo de publicação e uma fase recursal única: 5 dias uteis após a análise dos documentos de habilitação.

Diferentemente do modelo tradicional de licitação, o orçamento previamente estimado para a contratação torna-se-á público apenas e imediatamente após o encerramento da licitação.


Contratação Integrada



HTML image 2
A Contratação Integrada é a grande novidade introduzida pela RDC.

A grande novidade introduzida pelo RDC é a Contratação Integrada. Nesse modelo da qual a contratada é responsável pela: elaboração do projeto, execução e entrega da obra acabada.

Desta maneira, não haverá Isso se dá para que não haja transferência dos custos ou novos termos aditivos em casos de erro no projeto.


Remuneração Variável



HTML image 3
O conceito de remuneração Variável foi introduzida pelo RDC.

O RDC trouxe ainda a figura da da remuneração variável, que está vinculada ao desempenho da contratada, essa remuneração é baseada em:


  • Metas;
  • Critérios de Qualidade;
  • Sustentabilidade Ambiental;
  • Prazo de Entrega.


Observações Importantes

A opção pelo RDC devera constar de forma expressa do instrumento convocatório e com exceção das hipóteses previstas na Lei nº 12.462/2011 o RDC afasta a aplicação da Lei nº 8.665/93, que é o regime geral de licitações, exceto as normas que o RDC mantiver.


Conclusão

Juntar a Contratação Integrada com a Remuneração Variável transforma o RDC no processo licitatório mais condizente com os primados da eficiência.