Regência nominal: advérbios
8 pág.

Regência nominal: advérbios


DisciplinaPortuguês69.282 materiais1.581.858 seguidores
Pré-visualização2 páginas
Português - Gramática 
 
 
 
 
REGÊNCIA NOMINAL: ADVÉRBIOS 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
1 
 
 
Sumário 
 
Introdução ........................................................................................................................................ ..2 
 
Objetivos ..............................................................................................................................................2 
 
1. Advérbios formados por adjetivos ...........................................................................................2 
1.1. Principais casos de regência nominal com advérbios ...................................................3 
1.2. Casos especiais de regência nominal com advérbios ....................................................4 
 
Exercícios .............................................................................................................................................5 
 
Gabarito ...............................................................................................................................................5 
 
Resumo ................................................................................................................................................5 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
2 
 
Introdução 
Anteriormente, estudamos casos de regência verbal com e sem preposição, 
agora, vamos saber mais sobre como funcionam os advérbios na regência nominal. 
Objetivos 
\u2022 Destacar advérbios presentes na regência nominal; 
\u2022 Identificar casos particulares de regência nominal com advérbios. 
 
1. Advérbios formados por adjetivos 
A regência nominal trata da relação entre nomes e seus complementos, que 
podem ser os advérbios, que se definem como elementos modificadores de 
substantivos; verbos, adjetivos e outros advérbios. 
Na regência nominal, a relação entre nomes (substantivos, adjetivos e 
advérbios) se dá por meio de uma preposição. 
 
EXEMPLO 
 
 
 
 
 
 
No exemplo anterior, notamos que o advérbio \u201clonge\u201d acompanha a 
preposição \u201cde\u201d, cujo nome (longe) estabelece junto à preposição (de) uma 
circunstância de lugar. 
Então, para identificarmos um advérbio na regência nominal, devemos 
conhecer o regime dos nomes a que ele se refere. Vamos analisar isso através de 
outro exemplo. 
EXEMPLO 
 
 
 
 
Longe de meu trabalho não alugo apartamento. 
 
A minha rua é paralela à sua. 
 (adjetivo) 
A minha rua está localizada paralelamente à sua. 
 (advérbio de modo) 
 
 
3 
 
O que percebemos? O advérbio terminado em \u201cmente\u201d é formado a partir do 
adjetivo \u201cparalelo (a)\u201d. 
Assim, adjetivos como relativos, costumeiro, habitual, indiscutível, 
enaltecido, entre outros tantos, formam advérbios como relativamente, 
costumeiramente, habitualmente, indiscutivelmente. 
A seguir, vamos ver os principais casos de regência nominal com advérbios. 
 
1.1. Principais casos de regência nominal com advérbios 
Como já vimos, os advérbios ou as locuções adverbiais na regência nominal 
aparecem em sua forma convencional: 
\u2022 Abaixo de, acima de... (advérbios de lugar) 
\u2022 Dentro de, fora de... (idem) 
\u2022 Além de... (locução adverbial de inclusão) 
\u2022 Distante de (advérbio de lugar) 
\u2022 Em cima de, ao lado de... (idem) 
\u2022 À direita de, à esquerda de (idem) 
\u2022 Em algum lugar por... (idem) 
 
Ou aparecem a partir de adjetivos: 
\u2022 Acessível a = acessivelmente a 
\u2022 Afinado com, por = afinadamente com, por 
\u2022 Bem-sucedido em = bem-sucedidamente em 
\u2022 Cauteloso com, em = cautelosamente com, em 
\u2022 Condizente com = condizentemente com 
\u2022 Desaprovado por = desaprovadamente por 
\u2022 Dotado de = dotadamente de 
\u2022 Empenhado em = empenhadamente em 
\u2022 Impossível de = impossivelmente de, 
 
Normalmente os nomes, inclusive, advérbios, vêm junto a preposições. 
Sendo que as mais utilizadas nesse caso são: 
 
 
 
 
 
 
 
A COM DE EM PARA POR 
 
4 
 
SAIBA MAIS! 
 
 
 
Desse modo, compreendemos que para reger nomes através de advérbios, 
devemos saber como funciona o regime dos adjetivos, isto é, quais preposições 
estão ligadas a estes. 
 
1.2. Casos especiais de regência nominal com advérbios 
Vamos analisar como ocorre a regência de um advérbio com outro advérbio 
em um período. 
a. Chegou meio demoradamente ao trabalho. 
 
b. Agiu muito favoravelmente à demissão do funcionário. 
 
c. Viajaremos amanhã, provavelmente para Lisboa, capital de Portugal. 
 
d. Levaremos, quiçá, possivelmente à Bahia toda essa bagagem. 
 
e. Depois de deliberadamente à aprovação do contrato, todos partiram. 
 
f. O músico virá hoje certamente à comemoração de aniversário do 
casal. 
 
O que notamos nas orações apresentadas? 
 A presença de advérbios ou locuções adverbiais na forma convencional e 
construídos a partir de seus respectivos adjetivos e preposições. 
Uma dica é não decorar os advérbios ou locuções adverbias, mas sim, tentar 
compreender o tipo de circunstância ou relação que esses nomes estabelecem com 
os termos regidos por eles. 
Vamos exercitar um pouquinho? 
 
 
 
Tenha acesso ao manual prático de Celso Luft, que lhe ajudará 
no estudo da regência nominal, a fim de saber usar as 
preposições corretas, bem como identificar os advérbios. 
LUFT, C. P. Dicionário prático de regência nominal. 4. Ed. 7. 
Impr. São Paulo: Ática, 2007. 
 
 
5 
 
Exercícios 
1. Lembrando-se do estudo sobre regência nominal com advérbios, 
identifique as preposições que acompanham as palavras: favorável \u2013 empenhado \u2013 
impossível nas alternativas abaixo: 
a. a \u2013 em \u2013 para 
b. em \u2013 de \u2013 de 
c. a \u2013 em \u2013 de 
d. para \u2013 de \u2013 em 
2. Na regência nominal, os advérbios também são formados a partir de 
adjetivos. Considerando a afirmação, identifique a oração cuja palavra sublinhada 
pode se tornar um advérbio. 
a. Abrimos a caixa de papelão à luz do dia. 
b. O menino tinha apenas um sopro para a vida. 
c. O número da placa do carro veio à tona. 
d. Ele caiu em si, na real, para o bem de todos. 
Gabarito 
Questão 1. Resposta correta: Letra C. Os três adjetivos: favorável, 
empenhado e impossível acompanham as preposições a, em, de 
respectivamente, pois, favorecemos a alguém; alguém é empenhado em algo; 
e algo é impossível de alguma coisa. 
Questão 2. Resposta correta: Letra D. A única palavra sublinhada que é um 
adjetivo é \u201creal\u201d, podendo tornar-se um advérbio: \u201crealmente\u201d; enquanto as 
demais palavras são substantivos somente, sem um adjetivo ou advérbio 
correspondente. 
Resumo 
A relação entre um advérbio e seu complemento se dá por meio de uma 
preposição. Ex.: Foi cauteloso com as crianças. 
Muitos advérbios são gerados por adjetivos, sendo que para regê-los 
adequadamente, é necessário conhecer o regime dos adjetivos, isto é, as 
preposições que os acompanham. 
 Ex.: Agiu favoravelmente ao projeto. Favorável a alguma coisa. 
Na regência nominal, um advérbio (nome) pode reger outro advérbio, além 
deste ser regido por substantivo ou adjetivo. 
 
6 
 
 Ex.: O hóspede chegará amanhã certamente. 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
7 
 
Referências bibliográficas 
BECHARA, Evanildo. Moderna gramática portuguesa. 37. Ed. Nova Fronteira: Rio de 
Janeiro, 2009. 
LUFT, C. P. Dicionário prático de regência nominal.