A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
5 pág.
ASSÉDIO MORAL E SEXUAL (1)

Pré-visualização | Página 1 de 1

O que é o assédio sexual
O assédio sexual pode ser definido como avanços de carácter sexual, não aceitáveis e não requeridos, favores sexuais ou contatos verbais ou físicos que criam uma atmosfera ofensiva e hostil. Pode também ser visto como uma forma de violência contra mulheres ou homens e também como tratamento discriminatório.
O assédio sexual pode ter várias formas de comportamento. Incluí a violência física e a violência mental como coerção - Forçar alguém a fazer o que não quer. Pode ter uma longa duração - a repetição de piadas ou trocadilhos de caráter sexual, convites constantes para sair ou conversas de natureza sexual. Pode também ser apenas um único acidente - tocar ou apalpar alguém, de forma inapropriada, ou até abuso sexual e violação.
O assédio sexual está ligado ao gênero sexual da pessoa?
Sim. O assédio sexual está sempre relacionado com o gênero sexual, sendo assim considerado discriminatório.
De acordo com um estudo conduzido pela OIT (Organização Internacional do Trabalho) - "O assédio sexual está intrinsecamente ligado com o poder e na maioria das vezes acontece em sociedades em que a mulher é tratada como objeto sexual e cidadãs de segunda classe".
Importante, o assédio sexual não é o mesmo que a relação consensual entre duas pessoas. É uma ação que causa ofensa e preocupação e pode, em determinadas situações ser física/emocionalmente perigosa. A vítima pode sentir-se intimidada, desconfortável, envergonhada ou ameaçada.
O que pode ser considerado assédio sexual?
Existem diferentes definições legais para assédio sexual em diferentes países e jurisdições, mas a formas mais comuns de assédio sexual incluem:
·	Contar piadas com carácter obsceno e sexual