A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
1 pág.
Verbo de Ligação

Pré-visualização|Página 1 de 1


Verbo de Ligação

Antes de explicarmos o que é um Verbo de ligação, precisamos primeiro entender o que é um verbo.

Verbo são palavras que exercem um estado de ação ou momento ou acontecimento. Por exemplo, verbo “jogar”, quando usado, ele exprime uma ação de jogar alguma atividade, podendo ser futebol, vídeo game e etc.

Essas são palavras que usamos no dia-a-dia e está em cada conversa em que temos e nesse resumo, veremos uma “subseção” dele, os verbos de ligações.



HTML image 0
Alguns exemplos de verbos que são bastantes usados


Conceito



HTML image 1
Conceito sobre verbos de ligação ou copulativo

Os verbos de ligação, também podem ser conhecidos como copulativos, são verbos que não possuem um significado sozinho, ou seja, palavras que são verbos, porém precisam de um complemento para se dar um sentido a ele. Então os verbos de ligação teriam uma função de unir o sujeito com os seus significados e/ou complementos, também chamados de predicativo do sujeito.



HTML image 2
Um exemplo sobre verbos de ligação ou copulativos.

Os verbos de ligação podem ser expressados de formas diferentes, como:

  • Estado permanente - ser, viver.
  • Exemplo: João é obediente.
  • Estado transitório - estar, andar
  • Exemplo: João anda obediente.
  • Estado mutatório - ficar, virar
  • Exemplo: João ficou obediente.
  • Estado aparente - parecer
  • Exemplo: João parece obediente.
  • Continuidade de estado - continuar, permanecer
  • Exemplo: João permanece obediente



HTML image 3
Mais alguns exemplos dos verbos de ligação mais usados.


Não confundir com os verbos significativos

Como explicado acima, os verbos de ligação não expressam ação, quem os fazem são os verbos significativos, ou seja, eles são os opostos aos verbos de ligação.



HTML image 4
Complementos verbais que irão nos ajudar a entender melhor os tipos de verbos transitivos

Os verbos significativos, também chamados de nocionais ou plenos, podendo ser:

  • Verbo transitivo - O verbo transitivo são verbos que expressa parcialmente um sentido de ação, precisando de um complemento para ela se tornar um efeito de ação. Eles são classificados como:
  • Verbo Transitivo Direto - O verbo transitivo direto exige um complemento sem uma preposição obrigatória, ou objeto direto
  • Exemplo: João ama Maria.
  • Verbo Transitivo Indireto - O verbo transitivo indireto exige um complemento com uma preposição obrigatória, ou objeto indireto
  • João gosta de Maria.
  • Verbo Bitransitivo - O verbo bitransitivo exige dois tipos de complementos, sendo eles um com preposição obrigatória (Objeto indireto) e sem preposição obrigatória (Objeto Direto).
  • João ofereceu chocolate a Maria.
  • Verbo intransitivo - são verbos que podem ficar sozinhos no predicado e/ou é acompanhado por adjuntos adverbiais.
  • Exemplo: João corria desesperadamente pela cidade
  • No exemplo acima, desesperadamente está sendo um adjunto adverbial de modo

Mas lembrando que uma frase deve ser analisada, antes de julgar se é verbos significativo ou de ligação pois o mesmo verbo, podem resultar significados diferentes dependendo de como a frase foi formulada.


Observações

O verbo “restar” as vezes é usado como verbo de ligação, porém isso é inválido. Ele deve ser usado como um verbo intransitivo, já que seu indica o sentido de sobras.

O mesmo pensamento pode ser usado para o verbo “resultar”. Ele geralmente é usado como verbo de ligação e estava sendo usado para substituir o verbo “ser”



HTML image 5
Um piada sobre verbo de ligação

Pode parecer simples, mas os verbos de ligações podem acabar ocasionando em confusões.

E lembrando mais uma vez, que a classificação do verbo deve ser dada através do contexto como um todo, ou seja, não deve ser caracterizada através de seus significados de forma isolada e sim através da frase em que está inclusa.