Relatório de Física IV
7 pág.

Relatório de Física IV


DisciplinaFísica37.891 materiais861.001 seguidores
Pré-visualização1 página
Fundação Educacional Inaciana "Padre Sabóia de Medeiros"
Prof.ª Sueli HatsumiMasunaga
FÍSICA MODERNA
INTERFERÊNCIA E DIFRAÇÃO
Fernanda de Britto Junqueira RA:11.216.019-7
Paula Gracioso RA:11.216.024-7
Tayrini Fernanda DiasRA:11.216.057-7
SÃO BERNARDO DO CAMPO
2018
Procedimento experimental
Utilizou-se uma fenda presa em um disco que gira e que está ligada em um suporte, ficando assim centralizada com o mesmo. Como podemos observar na figura 1, um sensor de rotação é acoplado a um conversor linear no final de um trilho óptico. 
Ligou-se o feixe de luz e alinhamos o equipamento posicionando o sensor de movimento na extremidade do equipamento. Em seguida, posicionamos a fenda simples de modo a ter melhor leitura.
Observamos a coleta de dados por meio do software DataStudio, apertando-se o iniciar, e movimentamos o sensor de movimento lentamente a fim de se obter o melhor resultado. Com o fim da análise o programa foi pausado e o gráfico obtido analisado, em seguida o mesmo procedimento foi efetuado com a fenda dupla.
Figura 1: Dispositivo pronto para análise.
Dados
	M
	Distância entre os mínimos "x" (cm)
	1
	0,327
	2
	0,6485
	3
	0,9505
Tabela 1: Dados coletados no experimento com a fenda simples
	M
	Distância entre os máximos "x" (cm)
	Distância entre os mínimos "x" (cm)
	1
	0,2065
	0,7112
	2
	0,4075
	-
	3
	0,5985
	-
Tabela 2:Dados coletados no experimento com a fenda dupla
Gráfico 1: Interferência de fenda simples
Gráfico 2: Interferência de dupla fenda
Cálculos
Fenda Simples de 0,08mm
Figura 2: Representação Geométrica
Teste 1
Onde:
M=1
D= 46cm
x= 0,327cm
tg\u3b8= =0,007109
\u3b8==0,40729
Substituindo os dados na equação, obtém-se o tamanho da fenda \u201ca\u201d.
a1= 0,091mm
Teste 2
Onde:
M=2
D=46cm
x= 0,6485cm
tg\u3b8 = = 0,014098
\u3b8==0,80769
a2= 0,092mm
Teste 3
Onde:
M=3
D=46cm
x=0,9505cm
tg\u3b8 = = 0,02066
\u3b8==1,18374
a3= 0,094mm
	Calculando o amédio, obtém-se o tamanho de fenda médio:
Erro experimental 
Fenda Dupla de 0,08mm e distância entre as fendas de 0,25mm
Teste 1
Onde:
D=89cm
x=0,7112cm
tg\u3b8 = = 0,00799
\u3b8== 0,45784
Substituindo os dados na equação, obtém-se o tamanho da fenda \u201ca\u201d.
a= 0,08134mm
Teste 2
Onde:
D=89cm
x=0,2065cm
tg \u3b8 = = 0,00232
\u3b8==0,13294
Substituindo os dados na equação, obtém-se a distância entre as fendas\u201cd\u201d.
d1= 0,2801mm
Teste 3 
Onde:
D=89cm
x=0,4075cm
tg \u3b8 = = 0,004579
\u3b8==0,2623
d2= 0,2839mm
Teste 4
D=89cm
x=0,5985cm
tg \u3b8 = = 0,006725
\u3b8==0,3853
d3= 0,2899mm
Calculando o dmédio, obtém-se a distância média entre as fendas:
Erro experimental
Discussões
Após o término do experimento e obtenção dos dados é possívelverificar o efeito de difração e interferência que ocorre durante a incidência da luz sobre os corpos.
Com os dados obtidos, foi possível verificar o tamanho da abertura da fenda simples e a distância interna entre as fendas duplas. No geral, obtivemos bons resultados.No caso da fenda simples obtivemos um erro de 15,75% e no da fenda dupla um erro de 12%.
Sendo assim, é possível dizer que os resultados obtidos experimentalmente estãosatisfatórios e próximos do real. Para se obter um resultado com erros menores, deveria se ter algumas precauções, como por exemplo diminuir a claridade no ambiente durante o experimento.