A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
8 pág.
POLÍTICA SETORIAL

Pré-visualização | Página 1 de 3

POLÍTICA SETORIAL - ASSISTÊNCIA SOCIAL
1- O Plano Beveridge, publicado em 1942, na Inglaterra, é o documento descrito por Behring e Boscheti (2010) como o mais representativo da doutrina que também fora posta por Keynes. De acordo com esse documento, podemos afirmar que:
I. A responsabilidade pela manutenção das condições de vida de grande parcela da população é atribuída ao Estado.
II. Recomenda-se a constituição de serviços sociais universais, também de responsabilidade do poder público.
III. Em decorrência da crise econômica vivenciada e que afetava vários países, começam a ser desenvolvidas propostas por um Estado mínimo.
IV. Não devia figurar como uma preocupação, por parte do Estado, a questão da manutenção do nível de emprego.
V. Mostra a necessidade da constituição de uma rede de segurança social prestada sobretudo por meio dos serviços de assistência social.
R: I, II e V.
2-Não observamos no Brasil a constituição de um padrão de Estado de bem-estar social tal como posto nos moldes europeus. Apesar disso, houve intervenções que buscavam minimizar as expressões da questão social. A seguir são postas informações sobre esse processo. Julgue as afirmativas em verdadeiras ou falsas.
I. A introdução da política social no Brasil foi observada no período de 1930 a 1943.
II. As intervenções em política social no Brasil durante a década de 1930 buscavam priorizar a população trabalhadora.
III. A LBA foi a primeira instituição assistencial de grande porte que prestou atendimento às expressões da pobreza.
IV. Observamos, a partir da era Vargas, a constituição de um sistema de saúde pública e universal.
V. Partindo do golpe militar na década de 1930 é constituída uma rede de proteção social que tem na assistência social o principal aglutinador.
A sequência correta aos valores atribuídos está expressa em: R: V, V, V, F, F.
3- Analisando a periodização história da política social, verifica-se que:
R: A generalização da política social é posterior à Segunda Guerra Mundial.
4- (SAP – 2011 – assistente social – questão 16 – com adaptações) As estratégias para o enfrentamento da questão social têm sido tensionadas por projetos sociais distintos, que presidem a estruturação e a implementação das políticas sociais públicas e que convivem em luta no seu interior. Vive-se uma tensão entre a defesa dos direitos sociais e a mercantilização e a refilantropização do atendimento às necessidades sociais, com claras implicações na(s):
R: Universalização da prestação de serviços sociais.
5- De acordo com a Lei Orgânica da Assistência Social (Loas), a assistência social tem como um dos seus princípios:
R: Buscar a universalização dos direitos sociais, a fim de tornar o destinatário da ação assistencial alcançável pelas demais políticas públicas.
6- De acordo com a Constituição da República Federativa do Brasil em vigor, a seguridade social compreende um conjunto integrado de ações de iniciativa dos poderes públicos e da sociedade, destinado a assegurar os direitos relativos a:
R: Saúde, previdência e assistência social.
7- São marcos legais da história da assistência social no Brasil:
I. Lei Orgânica de Assistência Social e Estatuto da Criança e do Adolescente. II. Aprovação da NOB-RH/Suas e do Plano Decenal de Assistência Social.
III. Instalação do Conselho Nacional de Assistência Social e a criação do Ministério de
Desenvolvimento Social e Combate à Fome. Está correto o que se afirma em:
R: II e III.
8- Considerando os objetivos postos pela Loas para a política de assistência social, avalie as afirmativas, selecionado apenas as corretas:
I. Igualdade de direitos no acesso ao atendimento, sem discriminação de qualquer natureza, garantindo equivalência às populações urbanas e rurais.
II. Respeito à dignidade do cidadão, à sua autonomia e ao seu direito a benefícios e serviços de qualidade.
III. A proteção social que visa à garantia da vida, à redução de danos e à prevenção da incidência de riscos.
IV. A vigilância socioassistencial que visa analisar territorialmente a capacidade protetiva das famílias e nelas a ocorrência de vulnerabilidades, ameaças, vitimizações e danos.
V. Supremacia do atendimento às necessidades sociais sobre as exigências de rentabilidade econômica.
R: III e IV.
9- Tal como observamos, a assistência social possui determinadas diretrizes a serem observadas. A seguir, é elencada uma série de afirmações, avalie quais fazem menção às diretrizes:
I. O desenvolvimento de programas voltados ao idoso e à integração de pessoas com necessidades especiais.
II. O incentivo de projetos de enfrentamento da pobreza.
III. O repasse dos recursos aos municípios, aos estados e ao Distrito Federal.
IV. A primazia da responsabilidade do Estado na condução da política de assistência social em cada esfera do governo.
V. Descentralização político-administrativa para os estados, o Distrito Federal e os municípios; e comando único das ações em cada esfera de governo.
R: IV e V.
10- A Loas delimita determinadas competências para os entes federados envolvidos com a organização e a gestão da Política de Assistência Social. A seguir são feitas menções sobre essas responsabilidades. Atribua às afirmativas os valores verdadeiros ou falsos.
I. É responsabilidade do Governo Federal prestar auxílio natalidade e funeral.
II. Compete ao Governo Federal apoiar técnica e financeiramente os serviços, os programas e os projetos de enfrentamento da pobreza em âmbito nacional.
III. Compete ao Governo Estadual subsidiar financeiramente o benefício de prestação continuada.
IV. É de responsabilidade do Governo Federal responder pela concessão e pela manutenção dos benefícios de prestação continuada.
V. Compete ao município prestar atendimento às situações de emergência em que sejam necessários benefícios assistenciais.
O valor correto das afirmativas supraelencadas está expresso em: R: F, V, F, V, V.
11- A diminuição da intervenção do Estado na garantia dos direitos sociais até o início do século XX deveu-se à forte influência do pensamento neoliberal que define, como uma perspectiva central, a (o):
R: Diminuição do papel do Estado.
12- De acordo com a Lei Orgânica da Assistência Social (LOAS), a assistência social tem como um dos seus princípios:
R: Buscar a universalização dos direitos sociais, a fim de tornar o destinatário da ação assistencial alcançável pelas demais políticas públicas.
13- De acordo com Couto; Yasbek; Raichelis (2010, p.50): “A perspectiva territorial incorporada pelo Suas representa uma mudança importante a ser destacada”.
Tal mudança pode ser expressa por meio da (o):
R: Desenvolvimento de ações planejadas territorialmente.
14- Os Conselhos de Assistência Social, de acordo com a LOAS e com a PNAS, precisam se constituir enquanto:
R: Espaços de controle e participação popular.
15- O Suas é tido como o sistema nacional que busca delimitar os elementos essenciais para a execução da Política Nacional de Assistência Social em todo território nacional. Dentre os diversos aspectos elencados, destaca-se o eixo estruturante denominado matricialidade sociofamiliar. Segundo tal conceito, a família é compreendida como:
R: Núcleo social básico da acolhida, convívio, autonomia, sustentabilidade e protagonismo social.
16- Dentre as seguranças sociais que são postas para serem alcançadas pelo Suas, podemos elencar:
R: Segurança de acolhida / Segurança de renda / Segurança de convívio.
17- Consideramos que os serviços de proteção social básica são constituídos no âmbito do
Suas para:
R: Desenvolver ações de natureza preventiva, destinadas à população que vivencia uma dada situação de vulnerabilidade social.
18- Desenvolver ações de natureza preventiva, destinadas à população que vivencia uma dada situação de vulnerabilidade social.
R: Defesa social e institucional.
19- Os benefícios eventuais são descritos como provisões prestadas pelo município ou pelo Estado para atender as necessidades apresentadas pela população.

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.