Logo Passei Direto

A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
9 pág.
prova objetiva educação e trabalho

Pré-visualização | Página 1 de 4

Questão 1/12 - Educação e trabalho - Eletiva 
Leia o fragmento do texto a seguir. 
“Se a existência humana não é garantida pela natureza, não é uma dádiva natural, mas tem de ser 
produzida pelos próprios homens, sendo, pois, um produto do trabalho, isso significa que o homem não 
nasce homem. Ele forma-se homem. Ele não nasce sabendo produzir-se como homem. Ele necessita 
aprender a ser homem, precisa aprender a produzir sua própria existência. Portanto, a produção do 
homem é, ao mesmo tempo, a formação do homem, isto é, um processo educativo. A origem da educação 
coincide, então, com a origem do homem mesmo”. 
Após esta avaliação, caso queira ler o texto integralmente, ele está disponível em SAVIANI, D. Trabalho e educação: fundamentos ontológicos e históricos. Disponível em: 
<http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-24782007000100012>. Acesso em: 01 nov. 2017. 
Da experiência humana de trabalho resultam os aprendizados que devem ser assimilados pelas novas 
gerações. Ao longo da história, em determinado momento, há uma separação entre trabalho e educação. 
De acordo com o livro-base Trabalho e Educação: uma perspectiva histórica, assinale a alternativa 
correta no que diz respeito às consequências dessa separação. 
Nota: 10.0 
 
A A divisão do trabalho tem como decorrências a divisão da sociedade em classes e a universalização da escola. 
 
B A divisão da sociedade em classes leva à divisão da educação em duas modalidades: uma educação centrada em atividades intelectuais e uma centrada no próprio processo 
de trabalho. 
Você acertou! 
De acordo com os teóricos, a divisão dos homens em classes irá provocar uma divisão também na educação, introduzindo-se assim uma cisão na unidade da educação. Com o 
estabelecimento do escravismo antigo evidenciam-se duas modalidades distintas de educação, voltadas para populações consideradas também distintas: uma para a classe proprietária 
(homens livres) e outra para a classe não proprietária (escravos e serviçais). A primeira, centrada nas atividades intelectuais, na arte da palavra e nos exercícios físicos de caráter lúdico 
ou militar, e a segunda, assimilada ao próprio processo de trabalho (livro-base, p. 44-47). 
 
C A escola atual resulta do privilegiamento da educação intelectual, ou seja, da permanência no contexto contemporâneo da forma educacional inicialmente destinada às 
classes proprietárias. 
 
D O modo de produção capitalista provocará decisivas mudanças na educação, colocando o mercado como central na oferta educacional. 
 
E O processo de trabalho com base na maquinaria trouxe a crescente necessidade de especialização profissional, tendo como resultado a necessidade de uma escola básica 
diferenciada para cada perfil profissional. 
 
Questão 2/12 - Educação e trabalho - Eletiva 
Leia o fragmento de texto a seguir. 
“O indivíduo forma-se, apropriando-se dos resultados da história social e objetivando-se no interior dessa 
história, ou seja, sua formação realiza-se por meio da relação entre objetivação e apropriação. Essa 
relação se efetiva sempre no interior de relações concretas com outros indivíduos, que atuam como 
mediadores entre ele e o mundo humano, o mundo da atividade humana objetivada. A formação do 
indivíduo é sempre um processo educativo, podendo este ser direto ou indireto, intencional ou não-
intencional, realizado por meio de atividades práticas ou de explanações orais etc.”. 
Após esta avaliação, caso queira ler o texto integralmente, ele está disponível em: <http://www.scielo.br/pdf/%0D/ccedes/v24n62/20091.pd>. Acesso em: 03 nov. 2017. 
De acordo com os conteúdos abordados e o livro-base Trabalho e Educação: uma perspectiva 
histórica, em relação à Pedagogia Histórico Crítico-Social, responda à seguinte questão: quais são os 
cinco passos para o processo de ensino-aprendizagem destacados por Saviani? Assinale a alternativa 
correta. 
Nota: 10.0 
 
A A Prática social; a Problematização; a Instrumentalização; a Cartase; e a Prática social. 
Você acertou! 
1º passo: A Prática Social, onde o professor tem uma compreensão sintética precária sobre essa prática, enquanto o aluno tem uma compreensão sincrética da mesma. Segundo Saviani 
(2007b, p. 70-71); 2º passo: A Problematização, que é o momento em que são detectadas as questões que precisam ser resolvidas no âmbito da prática social e os conhecimentos que são 
necessários para solução da problemática levantada; 3º passo: A Instrumentalização, que implica na apropriação dos instrumentos teóricos e práticos necessários para resolver os 
problemas destacados; 4º passo: A Catarse, que é o momento que se dá efetivamente a aprendizagem pelo aluno (a passagem da síncrese à síntese) e, por fim, o 5º passo: o ponto de 
chegada, que é a própria Prática Social, porém agora compreendida pelos alunos (livro-base, p. 164). 
 
B Observação; Investigação; Comparação; Eliminação; e Problematização. 
 
C Obsevação; Experimentação; Amálise; Construção de Hipótese; e Comparação de Resultados. 
 
D Problematização; Experimentação; Investigação; Conclusão; e Apresentação de Resultados. 
 
E Problematização, Instrumentalização, Análise, Comparação, Apresentação de hipóteses. 
 
Questão 3/12 - Educação e trabalho - Eletiva 
Observe a imagem a seguir. 
 
 
 Fonte: BUONARROTI, Michelangelo. A criação de Adão. 1508–1512. Afresco. Teto da Capela Sistina. Cidade do Vaticano. 
De acordo com os conteúdos abordados nas aulas e no livro-base Trabalho e Educação: uma 
perspectiva histórica, a imagem acima ilustra a concepção de ser humano referente à... 
Nota: 10.0 
 
A Visão Essencialista, que concebe o homem como ente substancial que tem uma natureza fixa e permanente. 
 
B Visão Naturalista, que privilegia as experiências empíricas como formadoras do conhecimento humano e que reduz o fenômeno humano à natureza material. 
Você acertou! 
Segundo o livro-base, Pereira (2012), “Ao expor o corpo humano de Adão, com seus detalhes anatômicos, o artista condensa a visão naturalista já distante da visão medieval (em que os 
corpos humanos aparecem cobertos por vestes), como se a natureza se escondesse para dar lugar a uma essência emanada do Criador” (livro-base, p. 22-28). 
 
C Visão História-social, que coloca o homem como ser histórico. 
 
D Visão Culturalista, que acentua a originalidade da cultura em face da natureza, separando, no homem, o ser natura e o ser cultural. 
 
E Visão antropológica, que define o homem como animal que discorre e fala. 
 
Questão 4/12 - Educação e trabalho - Eletiva 
Leia o fragmento do texto a seguir. 
“Se a existência humana não é garantida pela natureza, não é uma dádiva natural, mas tem de ser 
produzida pelos próprios homens, sendo, pois, um produto do trabalho, isso significa que o homem não 
nasce homem. Ele forma-se homem. Ele não nasce sabendo produzir-se como homem. Ele necessita 
aprender a ser homem, precisa aprender a produzir sua própria existência. Portanto, a produção do 
homem é, ao mesmo tempo, a formação do homem, isto é, um processo educativo. A origem da educação 
coincide, então, com a origem do homem mesmo”. 
Após esta avaliação, caso queira ler o texto integralmente, ele está disponível em SAVIANI, D. Trabalho e educação: fundamentos ontológicos e históricos. Disponível em: 
<http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-24782007000100012>. Acesso em: 01 nov. 2017. 
Ao longo da história, em determinado momento, há uma separação entre trabalho e educação, de acordo 
com os conteúdos abordados e o livro-base Trabalho e Educação: uma perspectiva histórica, assinale 
a alternativa correta a este respeito. 
Nota: 10.0 
 
A A divisão do trabalho tem como decorrências a divisão da sociedade em classes e a universalização da escola. 
 
B A divisão da sociedade em classes leva à divisão da educação em duas modalidades: uma educação centrada em atividades intelectuais e uma centrada no próprio processo 
de trabalho. 
Você acertou! 
De acordo com os teóricos a divisão
Página1234