hemato resumo
9 pág.

hemato resumo


DisciplinaHematologia5.362 materiais30.993 seguidores
Pré-visualização4 páginas
1 
 
HEMATOLOGIA 
Introdução 
 
 60% do corpo humano é agua 40% liq intracelular 
 20% liq. Extracelular* 
 
*Liquido intersticial, plasma (substancia orgânica e inorgânica), linfa e liquido cavitários (liq. Cefalo raquidiano, 
pleural, etc). 
 
Albumina ( representa uma classe de prots que são solúveis em agua), é a proteína mais abundante no plasma 
sanguíneo. Produzida no fígado pelos hepatócitos, suas funções são: 
\ufffd Manutenção da pressão osmótica. 
\ufffd Transporte de hormônios tiroideais. 
\ufffd Transporte de hormônios lipossolúveis. 
\ufffd Transporte de ácidos graxos livres. 
\ufffd Transporte de bilirrubina não conjugada. 
\ufffd União competitiva com ions de cálcio. 
\ufffd Controle do pH 
 
Tecido conjuntivo sanguíneo 
 
O sangue (originado pelo tecido 
hemocitopoiético) é um tecido altamente 
especializado, formado por alguns tipos de 
células, que compõem a parte figurada, 
dispersas num meio líquido \u2013 o plasma -, 
que corresponde à parte amorfa. Os 
constituintes celulares são: 
 
\ufffd glóbulos vermelhos 
(hemácias ou eritrócitos). 
\ufffd glóbulos brancos (leucócitos) . 
 
 
 
O plasma é composto principalmente de água com 
diversas substâncias dissolvidas, que são transportadas através dos vasos do corpo. 
 
2 
 
HEMATOLOGIA 
 Todas as células do sangue são originadas na medula óssea vermelha a partir das células indiferenciadas 
pluripotentes (células-tronco). Como consequência do processo de diferenciação celular, as células-filhas 
indiferenciadas assumem formas e funções especializadas. 
 
O sangue em contato com outra superfície (que não seja os vasos sanguíneos), ativa fatores de coagulação. O 
plasma sem esses fatores de coagulação é chamado de soro. 
 
Coagulação - sequência complexa de reações químicas que resultam na formação de um coágulo de fibrina. É uma 
parte importante da hemostasia (o cessamento da perda de sangue de um vaso danificado), na qual a parede 
de vaso sanguíneo danificado é coberta por um coágulo de fibrina para parar o sangramento e ajudar a reparar o 
tecido danificado. 
 
A Fibrina é uma proteína fibrosa envolvida na coagulação de sangramentos. Ela sofre polimerização de modo que, 
em ação conjunta à das plaquetas, formam uma camada que detém hemorragias. A fibrina é formada a partir de 
uma cadeia de reações que culmina na ação da trombina sobre o fibrinogênio. 
 
Plaquetas (ou trombosito) - (elementos figurados do sangue) 
Plaquetas são restos celulares originados da fragmentação de células gigantes da medula óssea, conhecidas como 
megacariócitos. Possuem substâncias ativas no processo de coagulação sanguínea, sendo, por isso, também 
conhecidas como trombócitos (do grego, thrombos = coágulo), que impedem a ocorrência de hemorragias, são 
ativadas por exposição ao colágeno. Depois que ocorre a ativação, elas se aderem ao subendotélio lesado, ali se 
acumulam e se ligam entre si formando um trombo que é posteriormente estabilizado. 
 
Glóbulos vermelhos (elementos figurados do sangue) 
Glóbulos vermelhos, hemácias ou eritrócitos são anucleados, possuem aspecto de disco bicôncavo e diâmetro de 
cerca de 7,2 mm. São ricos em hemoglobina, a proteína responsável pelo transporte de oxigênio, a importante 
função desempenhada pelas hemácias é transporte de oxigênio e dióxido de carbônico, e o equilíbrio acido básico 
(tamponamento). 
 
Glóbulos brancos (elementos figurados do sangue) 
Glóbulos brancos, também chamados de leucócitos, são células sanguíneas envolvidas com a defesa do 
organismo. Essa atividade pode ser exercida por fagocitose ou por meio da produção de proteínas de defesa, os 
anticorpos. 
Costuma-se classificar os glóbulos brancos de acordo com a presença ou ausência, em seu citoplasma, de 
grânulos específicos, e agranulócitos, os que não contêm granulações específicas, comuns a qualquer célula. 
 
 
 
 
3 
 
HEMATOLOGIA 
Glóbulos Brancos 
 
Características 
 
Função 
G 
R 
A 
N 
U 
L 
Ó 
C 
I 
T 
O 
S 
 
 
NEUTRÓFILO 
 
Célula com diâmetro entre 10 e 
14 mm; nucleo pouco volumoso, 
contendo 2 a 5 lóbulos, ligados por 
pontes cromatínicas. Cerca de 55% 
a 65% dos glóbulos brancos. 
 
Atuam ativamente na fagocitose de 
microorganismos invasores, a partir 
da emissão de pseudópodes. 
Constituem e primeira linha de 
defesa do sangue. 
 
 
EOSINÓFILO 
Célula com diâmetro entre 10 e 14 
mm, núcleo contendo dois lóbulos. 
Cerca de 2% a 3% do total de 
leucócitos. 
 
Células fagocitárias. Atuação em 
doênças alérgicas. Abundantes na 
defesa contra diversos parasitas. 
A 
G 
R 
A 
N 
U 
L 
Ó 
C 
I 
T 
O 
S 
 
 
BASÓFILO 
 
Célula com diâmetro que varia 
entre 10 e 14 mm. Núcleo 
volumoso com forma de S. Cerca 
de 0,5 % do total dos glóbulos 
brancos. 
 
Acredita-se que atuem em 
processos alérgicos, a exemplo dos 
mastócitos. 
 
 
LINFÓCITO 
 
Célula com diâmetro que varia 
entre 8 a 10 mm. Dois tipos 
básicos: B e T. Núcleo esférico. 
Cerca de 25% a 35% do total de 
leucócitos. 
 
 
Responsáveis pela defesa imunitária 
do organismo. Linfócitos B 
diferenciam-se em plasmócitos, as 
células produtoras de anticorpos. 
Linfócitos T amadurecem no timo, 
uma glândula localizada no tórax. 
 
 
MONÓCITO 
 
Célula com diâmetro entre 15 e 
20 mm. Núcleo em forma de 
ferradura. Cerca de 10 % do total 
dos glóbulos brancos. 
 
Acredita-se que atravessem as 
paredes dos capilares sanguíneos e, 
nos tecidos, diferenciam-se em 
macrófagos ou osteoclastos, células 
especializadas em fagocitose. 
 
 
 
O sangue é considerado um tecido conjuntivo especializado, no sangue o liquido intracelular e extracelular são 
50% de cada. 
 
 
 
4 
 
HEMATOLOGIA 
Componentes do sangue 
 
 
- plasma 
- Ions orgânicos 
- Subst. orgânicas. 
- cels: hemácias e leucócitos. 
- plaquetas 
 
 
 
Hematopoiese 
Proliferação e diferenciação de todas as células do sangue. 
As cels tronco no adulto se encontram na medula óssea são responsáveis por formar tds as cels e derivados 
celulares que circulam no sangue. 
Local de formação do sangue 
Nas primeiras semanas de gestação o saco vitelino é o 
principal local de hematopoese. 
De 6 a 7 semanas de vida fetal, o fígado e o baço são 
os principais órgãos envolvidos e continuam a produzir 
cels sanguíneas ate cerca de duas semanas após o 
nascimento. 
A medula óssea dos ossos chatos (esponjosos), é o 
local mais importante de hematopoese, a partir de 6 a 
7 meses, durante a infância e a vida adulta (única 
fonte de novas cels sanguíneas). 
No período de lactação, toda a medula óssea é 
hematopoética, mas durante a infância há substituição 
progressiva da medula por gordura nos ossos longos, 
de modo que a medula hematopoética no adulto é 
confinada ao esqueleto central e as extremidades 
proximais do fêmur e úmero, msm nessas regiões 
hematopoéticas ~ 50 % da medula é gordura. A 
medula óssea gordurosa raramente é capaz de reverter para hematopoese, em mtas doenças, tbm há expansão 
da gordura nos ossos longos. Além disso, o fígado e o baço podem retornar a seu papel hematopoiético fetal 
(hematopoese extramedular). 
5 
 
HEMATOLOGIA 
 
 
 
 
 
Tecido hematopoetico 
A hematopoiese é função do tecido hematopoiético, que ancora a celularidade e o microambiente tissular 
necessários para gerar os diferentes constituentes do sangue. No adulto, o tecido hematopoetico forma parte 
da medula ossea (medula vermelha), ali é normal ocorrer hematopoiese. 
O local de hematopoiese varia durante a ontogenese (desenvolvimento do embrião), assim observamos tres 
fases sequenciais de locias hemtopoeticos.