Buscar

Prova 1 Português

Teste o Premium para desbloquear

Aproveite todos os benefícios por 3 dias sem pagar! 😉
Já tem cadastro?
Você viu 1, do total de 4 páginas

Prévia do material em texto

Disciplina:
	Linguística Aplicada à Língua Portuguesa (LET37) 2019
	Avaliação:
	Avaliação I - Individual FLEX ( Cod.:443671) ( peso.:1,50)
	
	
	
	
Parte superior do formulário
	1.
	Os estudos linguísticos, ao procurarem tratar do uso da linguagem, demonstraram que a eleição de uma variedade padrão da língua é fruto de um processo histórico, político e sociocultural. Sobre o exposto, classifique V para as sentenças verdadeiras e F para as falsas:
( F   ) A variedade padrão de uma língua é superior às outras variedades presentes na mesma língua por estar ligada aos falantes de maior prestígio sociocultural.
(  V  ) Para a linguística, podem existir modos diferentes de utilizar a língua, conforme o contexto de uso dos falantes.
(  V  ) O preconceito linguístico pode implicar no reconhecimento de uma variedade como superior às outras variedades presentes na mesma língua.
	2.
	Alguns autores afirmam que a Linguística é o estudo científico da linguagem e está voltada para a explicação de como a linguagem humana funciona e de como são as línguas em particular. É preciso considerar, ainda, que nos próprios estudos da Linguística, podemos compreender a linguagem e a língua de maneiras diferentes. Sobre o exposto, assinale a alternativa CORRETA:
	 a)
	A partir da concepção saussuriana, entende-se a língua como sistema de signos que não pode ser confundida com a linguagem, mas é parte dela.
	 b)
	A partir da concepção da Linguística Aplicada, entende-se que linguagem é a estrutura da língua, a qual pode ser explorada a partir de regularidades sintáticas e pragmáticas.
	 c)
	A partir da concepção de alguns linguistas, como Saussure e Coseriu, pode-se compreender que a língua é sinônimo de linguagem, já que em ambas as definições estuda-se a estrutura linguística.
	 d)
	A partir da concepção da Linguística Aplicada, entende-se a linguagem como interação social, o que é essencialmente fundamentado pela teoria de Saussure.
	3.
	Há três concepções de linguagem amplamente discutidas acerca das práticas pedagógicas de língua portuguesa: linguagem como expressão do pensamento, linguagem como comunicação e linguagem como interação. Os documentos oficiais voltados ao ensino de língua portuguesa têm base na perspectiva interacionista, a fim de que os alunos leiam e produzam textos a partir de necessidades socialmente reais. Sobre o exposto, classifique V para as sentenças verdadeiras e F para as falsas:
(  F  ) A concepção de linguagem como expressão do pensamento fundamenta o tipo de abordagem comunicativa da gramática descritiva, já que a exteriorização do pensamento se reporta ao bem falar e ao bem escrever.
(  F  ) As concepções de linguagem como expressão do pensamento e como comunicação tratam da língua a partir de sua situação concreta de uso.
(  V  ) O dialogismo, isto é, o trabalho com o estudo da língua dentro da atividade social em prol do letramento do aluno, é uma abordagem contemplada pela concepção de linguagem como interação.
	4.
	Há estudiosos que deram continuidade aos estudos estruturalistas de Ferdinand de Saussure e aprofundaram a relação entre língua e fala, observando que a língua, tal como estudada por Saussure, permanecia com enfoque notadamente abstrato e, assim, carecia de dados mais concretos da realidade dos falantes. Com base no exposto, classifique V para as sentenças verdadeiras e F para as falsas:
(  V  ) Coseriu demonstrou que o falante acessa o sistema linguístico denominado língua por meio de uma norma, implicando em uma correção da abstração teórica de Saussure.
( V   ) Reestruturações dos estudos de Saussure revelaram que a norma de uma língua é marcada pelos usos do contexto e de grupos sociais mais próximos ao falante. 
( F   ) O fundamento dos estudos de Saussure nas bases da linguística variacionista definiu a incompletude de seu entendimento da língua, pois considerou unicamente a fala e ignorou a língua enquanto estrutura.
	5.
	O estudo da Linguística Aplicada não é prescritivo. Essa área do conhecimento busca tratar do debate sobre o ensino da língua, da descrição e da análise da língua para compreensão de usos sociais. Nesse escopo, compreendemos que todas as línguas variam de diferentes formas e por diferentes razões. Sobre o exposto, classifique V para as sentenças verdadeiras e F para as falsas:
( F   ) As variedades linguísticas refletem as regras gramaticais, pois a fala das pessoas é reflexo da língua escrita.
(  V  ) É possível afirmar que cada pessoa fala conforme a situação comunicativa (formal ou informal), dentre outros fatores, o que determina a variação diafásica.
( V   ) A variação diacrônica é um importante fator de observação sobre a mudança linguística, observável em casos como da transformação do pronome você: vossa mercê, vossemecê, vosmecê, vancê e você. 
	6.
	Chico Bento é um personagem criado pelo cartunista Maurício de Sousa, autor de Turma da Mônica. Conhecido por representar a simplicidade e a simpatia que caracterizam as pessoas do interior paulista, o personagem Chico Bento também é retratado pela forma que fala, diferente de outros personagens da Turma. Dentro dos estudos linguísticos, é possível destacar que a língua falada pelo Chico Bento é uma forma literária de representar uma variedade linguística diatópica, isto é, geográfica. Com relação à fala de Chico Bento, assinale a alternativa CORRETA:
	
	 a)
	É melhor compreendida a partir da norma-padrão, já que Chico Bento se afasta da variedade da língua de maior prestígio social, correta do ponto de vista da Linguística.
	  b)
	É melhor compreendida a partir da observação do linguista Eugenio Coseriu, que revela que os falantes não internalizam diretamente uma língua, mas o modo como essa mesma língua é usada pelo grupo social mais próximo do falante.
	 c)
	É melhor compreendida a partir dos estudos da norma culta, que expõem que a existência de diversas formas geográficas de variar uma mesma língua revelaria a falta de cultura de um povo.
	 d)
	É melhor compreendida a partir da definição de língua e fala pelo linguística Saussure, que identifica a fala como sendo de natureza particular e individual.
	7.
	Para poder ensinar Língua Portuguesa, a escola precisa livrar-se de alguns mitos: o de que existe uma única forma "certa" de falar - a que se parece com a escrita - e o de que a escrita é o espelho da fala - e, sendo assim, seria preciso "consertar" a fala do aluno para evitar que ele escreva errado. Sobre o uso da língua e seu ensino, classifique V para as sentenças verdadeiras e F para as falsas:
(  V  ) A variação linguística decorre de diversas formas: no tempo, nos estratos sociais, nos registros formal ou informal, em regiões geográficas distintas. Logo, é inconsistente apontar essas mudanças como erro, desvio, falha. 
( F   ) Tratar de erro na língua corresponde a um posicionamento político, fundamentado na Linguística Aplicada, que prevê a prescrição da gramática normativa como única alternativa para a correção dos usos linguísticos.
( V   ) Para a Linguística Aplicada, as diversas variações linguísticas ocorrem espontaneamente nos usos cotidianos de comunidades linguísticas.
	8.
	Ferdinand de Saussure, linguista suíço considerado fundador da corrente estruturalista e precursor da linguística moderna, deixou inúmeras contribuições, entre elas as famosas dicotomias: língua e fala, sintagma e paradigma, sincronia e diacronia, significante e significado. A partir das ideias de Saussure, surgiram várias correntes linguísticas, seja contrariando-o, seja seguindo-o" (SILVA, 2011, p. 38). Sobre o exposto, assinale a alternativa CORRETA:
	 a)
	A teoria linguística pensada por Saussure representou avanços no estudo da língua  e constiui-se como fundamento primordial para reflexão da linguagem em situações concretas de uso da educação báscia.
	 b)
	A Linguística Aplicada baseia-se em Saussure para propor o estudo, na educação básica, meramente da estrutura da língua materna.
	 c)
	As postulações centrais da linguística moderna, como opar dicotômico Língua versus Fala, perduram no tratamento dado à linguagem na perspectiva da Linguística Aplicada, indicando essa concepção para materiais didáticos de língua materna.
	 d)
	A língua, para Saussure, tem natureza sistemática e homogênea e representa um fato social.
	9.
	A concepção de linguagem adotada para tratar do ensino e aprendizagem de uma língua estrutura metodologicamente o planejamento das aulas. Há três concepções de linguagem: ou ela é usada para transmitir um pensamento que se dá interiormente no sujeito, ou ela é um evento comunicativo de um sujeito emissor para um sujeito receptor, ou ela é uma forma de interação concreta entre sujeitos. Com base no exposto, classifique V para as sentenças verdadeiras e F para as falsas:
( V   ) A concepção de linguagem como expressão do pensamento considera a gramática prescritiva para o ensino de língua, considerando-a um conjunto de regras que devem ser seguidas, para garantir o êxito na escrita e na fala.
( F   ) Na concepção de linguagem como comunicação, considera-se o texto como unidade básica de ensino de uma língua, a fim de que os estudantes possam aprender a ler e escrever por meio da interação humana.
(  V  ) A concepção de linguagem como interação considera a gramática descritiva como a gramática da qual deva partir o ensino de língua. Essa gramática se refere ao conjunto de regras que são seguidas pelos falantes de uma língua.
	10.
	A abordagem normativa da língua tem sua origem situada em distinções hierárquicas entre as pessoas. Como exemplo, podemos encontrar a prescrição da variedade linguística falada pelo rei e caracterizada como o bem falar. A variedade da língua falada pelo rei é considerada norma-padrão. Sobre essa norma-padrão, assinale a alternativa CORRETA:
	 a)
	A língua divina é a língua do povo, por isso, constitui-se como norma-padrão.
	 b)
	A forma desprestigiada de uma língua pode ser considerada, a partir das contribuições da Linguística Aplicada, como incorreta por não atender a norma-padrão e ser utilizada pelo povo, e não por um rei.
	 c)
	A norma-padrão é sustentada, ao longo da história, pelas classes sociais nobres ou mais abastadas, implicando no prestígio social que desfrutam em comparação com o povo.
	 d)
	A norma prescritiva refere-se à forma mais livre da língua, em geral falada por pessoas com baixo grau de escolaridade.
Parte inferior do formulário
2

Materiais relacionados

Perguntas relacionadas

Perguntas Recentes