A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
852 pág.
biblia de estudo pentecostal pdf

Você está vendo uma pré-visualização

Pre-visualização do material biblia de estudo pentecostal pdf - página 1
Pre-visualização do material biblia de estudo pentecostal pdf - página 2
Pre-visualização do material biblia de estudo pentecostal pdf - página 3

biblia de estudo pentecostal pdf

Comentários,
Auxílios 
&
Estudos Doutrinários
Comentários,
Auxílios 
&
Estudos Doutrinários
0
t * #(•
# iimm VM& *‘•! i4
K;
*
|*il * 'I c'X A ' I }iVs
V,
VI
%5
*
f
>
«B
1/852 
 
 
 
BÍBLIA DE ESTUDO PENTECOSTAL 
Comentários Bíblicos 
Gênesis 
Êxodo 
Levítico 
Números 
Deuteronômio 
Josué 
Juízes 
Rute 
1 Samuel 
2 Samuel 
1 Reis 
2 Reis 
 
 
1 Crônicas 
2 Crônicas 
Esdras 
Neemias 
Ester 
Jó 
Salmos 
Provérbios 
Eclesiastes 
Cantares
Isaías 
Jeremias 
Lamentações 
Ezequiel 
Daniel 
Oséias 
Joel 
Amós 
Obadias 
Jonas 
Miquéias 
Naum 
Habacuque 
Sofonias 
Ageu 
Zacarias 
Malaquias 
Mateus 
Marcos 
Lucas 
João 
Atos 
Romanos 
1 Coríntios 
2 Coríntios 
Gálatas 
Efésios 
Filipenses 
Colosenses 
1 Tessalonicenses 
2 Tessalonicenses 
1 Timóteo 
2 Timóteo 
Tito 
Filemom 
Hebreus 
Tiago 
1 Pedro 
2 Pedro 
1 João 
2 João 
3 João 
Judas 
Apocalipse 
 
Índice de Diagramas e Ilustrações 
Índice de Símbolos Temáticos 
Auxílio Teológico 
Estudos Doutrinários 
 A Criação 
 A Chamada de Abraão 
 O Concerto de Deus com Abraão, 
 Isaque e Jacó 
 A Providência Divina 
 A Páscoa 
 A Lei do Antigo Testamento 
 O Dia da Expiação 
 O Vinho nos Tempos do Antigo 
 Testamento 
 O Temor do Senhor 
 O Concerto de Deus com os 
 Israelitas 
 A Destruição dos Cananeus 
 Os Anjos, e o Anjo do Senhor 
 A Idolatria e Seus Males 
 O Concerto de Deus com Davi 
 A Oração Eficaz 
 Cristo no Antigo Testamento 
 A Cidade de Jerusalém 
 O Templo de Salomão 
 A Adoração a Deus 
 O Sofrimento dos Justos 
 A Morte 
 O Louvor a Deus 
 A Esperança do Crente Segundo a 
 Bíblia 
 Os Atributos de Deus 
 O Coração 
 A Natureza Humana
 
O Profeta no Antigo Testamento 
A Vontade de Deus 
A Palavra de Deus 
A Paz de Deus 
A Glória de Deus 
A Intercessão 
O Espírito Santo no Antigo 
Testamento 
O Cuidado dos Pobres e 
Necessitados 
Dízimos e Ofertas 
A Cura Divina 
O Reino de Deus 
A Igreja 
A Grande Tribulação 
Poder Sobre Satanás e os Demônios 
Falsos Mestres 
Sinais dos Crentes 
O Vinho nos Tempos do Novo 
Testamento (1) 
Jesus e o Espírito Santo 
Riqueza e Pobreza 
O Vinho nos Tempos do Novo 
Testamento (2) 
A Regeneração 
A Regeneração dos Discípulos 
O Batismo no Espírito Santo 
O Falar em Línguas 
A Doutrina do Espírito Santo 
Provas do Genuíno Batismo no 
Espírito Santo 
 
Os Pastores e Seus Deveres 
Termos Bíblicos Para Salvação 
Fé e Graça 
Israel no Plano Divino Para a 
Salvação 
Três Classes de Pessoas 
Dons Espirituais para o Crente 
A Ressurreição do Corpo 
O Julgamento do Crente 
A Separação Espiritual do Crente 
As Obras da Carne e o Fruto do 
Espírito 
Eleição e Predestinação 
Dons Ministeriais para a Igreja 
Pais e Filhos 
O Arrebatamento da Igreja 
O Período do Anticristo 
Qualificações Morais do Pastor 
Ensino Bíblico para o Crente 
A Inspiração e a Autoridade das 
Escrituras 
A Apostasia Pessoal 
O Antigo e o Novo Concerto 
Padrões de Moralidade Sexual 
A Santificação 
O Relacionamento entre o Crente e 
o Mundo 
A Segurança da Salvação 
A Mensagem de Cristo às Sete 
Igrejas 
2/852 
 
 
GÊNESIS 
Esboço 
I. O Princípio da História da Humanidade (1.1—11.26) 
A. A Origem do Universo e da Vida (1.1—2.25) 
1. Resumo de Toda a Criação (1.1—2.4) 
2. Relato Detalhado da Criação de Adão e Eva (2.5-25) 
B. A Origem do Pecado (3.1-24) 
1. Tentação e Queda (3.1-6) 
2. Consequências da Queda (3.7-24) 
C. As Origens da Civilização (4.1—5.32) 
1. Caim: Cultura Pagã (4.1-24) 
2. Sete: Um Remanescente Justo (4.25,26) 
3. Registro Genealógico dos Patriarcas Antediluvianos 
(5.1-32) 
D. O Grande Dilúvio: O Julgamento Divino sobre a 
Civilização Primitiva (6.1—8.19) 
1. A Depravação Universal (6.1-8,11,12) 
2. A Preparação Mediante Noé para a Salvação de um 
Remanescente Justo (6.9-22) 
3. As Instruções Finais e o Dilúvio (7.1—8.19) 
E. O Novo Começo da Humanidade (8.20—11.26) 
1. A Posteridade de Noé (8.20—10.32; destaque: Sem, 
11.10-26) 
2. A Torre de Babel (11.1-9) 
3. Elos Genealógicos entre Sem e Abraão (11.10-26) 
II. Os Começos do Povo Hebreu (11.27—50.26) 
A. Abraão (11.27—25.18) 
1. Os Progenitores de Abraão (11.27-32) 
2. A Chamada de Abraão e Sua Viagem pela Fé (12.1—
14.24) 
3. O Concerto entre Deus e Abraão (15.1-21) 
4. Agar e Ismael (16.1-16) 
5. O Concerto de Abraão Ratificado Mediante Seu Nome 
e a Circuncisão (17.1-27) 
6. A Promessa a Abraão e a Tragédia de Ló (18.1—19.38) 
7. Abraão e Abimeleque (20.1-18) 
 
8. Abraão e Isaque, o Filho da Promessa (21.1—24.67) 
9. A Posteridade de Abraão (25.1-18) 
B. Isaque (25.19—28.9) 
1. O Nascimento de Esaú e Jacó (25.19-26) 
2. Esaú Vende a Sua Primogenitura (25.27-34) 
3. Isaque, Rebeca e Abimeleque (26.1-17) 
4. Disputa a Respeito de Poços, e a Mudança de Isaque 
para Berseba (26.18-33) 
5. A Bênção Patriarcal (26.34—28.9) 
C. Jacó (28.10—37.2a) 
1. O Sonho de Jacó e Sua Viagem (28.10-22) 
2. Jacó com Labão em Harã (29.1—31.55) 
3. A Reconciliação de Jacó e Esaú (32.1—33.17) 
4. Jacó Volta à Terra Prometida (33.18—35.20) 
5.A Posteridade de Jacó e Esaú (35.21—37.2a) 
D. José (37.2b—50.26) 
1. José e Seus Irmãos em Canaã (37.2b-36) 
2. Judá e Tamar (38.1-30) 
3. José, Suas Provas e Elevação no Egito (39.1—41.57) 
4. José e Seus Irmãos no Egito (42.1—45.28) 
5. A Mudança para o Egito, do Pai e Irmãos de José 
(46.1—47.26) 
6. Jacó: Suas Últimas Profecias, Últimos Dias e Morte 
(47.27—50.14) 
7. José: Final de Sua Vida e Sua Morte (50.15-26) 
 
Autor: Moisés 
Tema: Começos 
Data: Cerca de 1445-1405 a.C. 
Considerações Preliminares 
É muito apropriado o lugar que Gênesis ocupa como o 
primeiro livro do AT, servindo de introdução básica à 
Bíblia inteira. O título deste livro em hebraico deriva da 
primeira palavra do livro: bereshith (“no princípio”). O 
título “Gênesis”, como aparece em nossas Bíblias, é a 
tradução em grego, do referido título em hebraico, e 
3/852 
 
 
significa “a origem, fonte, criação, ou começo dalguma 
coisa”. Gênesis é “o livro dos começos”. 
O autor de Gênesis não é mencionado em nenhuma 
parte do livro. O testemunho do restante da Bíblia, 
porém, é que Moisés foi o autor de todo o Pentateuco 
(i.e., os cinco primeiros livros do AT) e, portanto, de 
Gênesis (e.g., 1 Rs 2.3; 2 Rs 14.6; Ed 6.18; Ne 13.1; Dn 
9.11-13; Ml 4.4; Mc 12.26; Lc 16.29,31; Jo 7.19-23; At 
26.22; 1 Co 9.9; 2 Co 3.15). Além disso, os antigos 
escritores judaicos e os primeiros dirigentes da igreja são 
unânimes em testificar que Moisés foi o escritor de 
Gênesis. Uma vez que o relato de Gênesis no seu todo é 
de data anterior a Moisés, o papel deste ao escrever 
Gênesis foi, em grande parte, reunir sob a inspiração do 
Espírito Santo, todos os registros escritos e orais 
disponíveis, desde Adão até a morte de José, como os 
temos hoje preservados em Gênesis. Uma possível 
indicação de Moisés ter utilizado registros históricos 
existentes ao escrever Gênesis, é a repetida expressão 
através do livro: “estas são as gerações de” (hb. e’lleh 
toledoth), que também admite a tradução: “estas são as 
histórias por” (ver 2.4; 5.1; 6.9; 10.1; 11.10,27; 25.12,19; 
36.1,9; 37.2). 
Gênesis registra com exatidão a criação, os começos da 
história da humanidade e a origem do povo hebreu, bem 
como o concerto entre Deus e os hebreus através de 
Abraão e os demais patriarcas. O Senhor Jesus atestou 
no NT a fidedignidade histórica de Gênesis como 
Escritura divinamente inspirada ( Mt 19.4-6; 24.37-39; Lc 
11.51; 17.26-32; Jo 7.21-23; 8.56-58) e os apóstolos (Rm 
4; 1Co 15.21,22,45-47; 2 Co 11.3; Gl 3.8; 4.22-24,28;