A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
1 pág.
A sociologia X administração

Pré-visualização | Página 1 de 1

A sociologia e a administração vem analisando o contexto econômico, social e político e influencias intelectuais e como esses aspectos influenciaram uma a outra.
A sociologia esta intimamente ligada aos tempos atuais , promovendo uma reflexão crítica sobre a sociedade capitalista, principalmente sobre as desigualdades, sendo este pensamento bem delineado por Karl Marx. Já para Max Weber o sujeito é o autor da ação, pois só ele pode dar sentido as suas ações e conceitos, dando enfoque a temas como, religião, capitalismo, entre outros.
A administração está intimamente ligada a expansão do capitalismo e ao surgimento de grandes corporações dando início a revolução gerencial. As empresas passaram a se preocupar com colaboradores adaptados e adaptáveis ao meio que estava em constante transformação, desde a legislação do trabalho , até padrões norteando a ação social.
Autores se juntam para definir alguns pontos sobre a sociologia e administração em relação a racionalidade e a racionalização sobre fins e valores. E também dentro das esferas político, religiosa e econômica, definindo o comportamento na sociedade moderna e principalmente nas organizações, sendo o poder uma categoria central para uma análise das organizações gerando conflitos e dominação e associado a violência.
Sobre a cultura organizacional é citado que o as crenças e normas regem o ser humano o integrando ao seu grupo social.
A socialização como processo de construção social, que permite a possibilidade de mudança social, sendo a internet um meio de socialização pelas redes se fazendo de forma mais ampla.
Já na cultura organizacional são pensadas diversas práticas gerenciais de forma mutável, pois o meio vive em constante transformação. E é analisado também como o trabalhador interage no meio fabril, com comprometimento e resultados das suas atividades e a avançada tecnologia interagindo no meio produtivo.
As concepções de trabalho vem de modificando ao longo do tempo uns acreditam que seu poder ainda é centralizado, tanto pelo ponto de vista econômico e social e outros que com a globalização de mercado, passou a ser descentralizado, na sociedade e na vida dos indivíduos . O que essas duas vertentes querem dizer, é que o trabalho não é somente um meio de subsistência dos indivíduos , mas também um meio de expressão e interação coletiva, sendo esses dois conceitos complementam entre si.
As organizações passam por um processo de adequação, modernização, tanto social, político e tecnológico, abordando novos conceitos e nos mostrando as mudanças nos ambientes organizacionais ao longo dos anos e a quebra de padrões pré estabelecidos e a adequação devido a uma política nova de trabalho, que vem sendo apresentada ano após ano, principalmente no Brasil, sendo estabelecido novas normas e leis de flexibilização do trabalho, privilegiando uns e massacrando outros, gerando uma instabilidade social, sendo que isso só irá mudar através de políticas de emprego e inclusão social, possibilitando uma perspectiva melhor de futuro.