Sistema nervoso somático motor oficial
2 pág.

Sistema nervoso somático motor oficial


DisciplinaBiofísica12.138 materiais259.880 seguidores
Pré-visualização1 página
Transmissão neuromuscular
	 Sistema nervoso somático motor
· Acetilcolina: É o neurotransmissor neuromuscular, ela vai se ligar aos neurotransmissores dos músculos promovendo sua contração.
· A membrana da fibra nervosa (cheia de acetilcolina) vai se associar a membrana da fibra muscular (possui receptores para a acetilcolina = receptores nicotínicos 2) essa associação de membranas é a junção neuromuscular, aonde irá ocorrer a transmissão neuromuscular. 
· Após o fim da condução nervosa pelo corpo do axônio há a entrada de cálcio (por canais voltagem-dependentes) que fara com que as vesículas de acetilcolina sejam liberadas por exocitose, se ligando aos respectivos receptores nicotínicos (n2) que ao ser ativados vão virar canais inotrópicos para o movimento iônico, que vai despolarizar a membrana muscular (placa motora). Essa despolarização repercutirá dentro da fibra muscular, conduzindo a sua contração.
· Os canais possuem dois sítios de para acetilcolina que ao se ligar vai fazer o abrir, ocorrendo o fluxo de entrada de sódio e saída de potássio (não é bomba de sódio e potássio), ocorrendo assim, a despolarização
Para repolarizar, a enzima acetilcolinesterase quebra a moléculas de acetilcolina em acetil + colina, fazendo com que ela se desprenda do sitio. Os íons que haviam entrado e saído vão retornar e a membrana vai repolarizar.
	O músculo
-Meio intracelular-
Reticulo sarcoplasmático: possui uma grande concentração de cálcio, onde os túbulos longitudinais empurram o cálcio para as cisternas, as deixando cheias.
Esses cálcios não vão se difundir para fora das cisternas chegando no citosol do miócito pois são contidos por uma proteína, a calciosequestrina.
 Túbulos t: quando o impulso nervoso chega e despolariza a membrana ele vai alcançar os orifícios que ligam para os túbulos. No momento que a despolarização percorre os túbulos t, a cálciosequestrina se desequilibra eletricamente, fazendo com que o cálcio possa se difundir para o ambiente citolosólico do miócito. 
Com a chegada desse cálcio nas miofibrilas, ocorre o processo de contração.
Já para acontecer o relaxamento, o cálcio é recuperado pela estrutura do reticulo sarcoplasmático ativamente \u2013 Bomba de cálcio \u2013 sem cálcio não tem contração. 
Contração:
Obs. contração: a tropomiosina coloca a trinca de troponina (só age com o cálcio) em cima do sitio da actina, com a chegada do magnésio, será quebrado o atp liberando energia e fazendo a cabeça da miosina andar para o sitio 2 (movimento de 45-90).
- Os canais de sódio (com a chegada do potencial a estrutura muscular) terminam abrindo os de cálcio (sem cálcio ligado a troponina não tem movimento), que se liga à troponina que abaixa a tropomiosina, assim a miosina vai fazer o processo de contração da sua cabeça fazendo o musculo se contrair.