A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
1 pág.
Mapa Mental APG

Pré-visualização | Página 1 de 1

célula indiferenciada
pluripotente
(hemocitoblasto)
Célula indiferente
linfoide
linfoblasto > célula linfóide imatura, apresenta maior
abundância de citoplasma e núcleo com nucléolos
visíveis e cromatina menos condensada do que o
linfócito maduro. Citoplasma basófilo com halo claro
perinuclear.
Prolinfóblasto > Célula intermediária entre linfoblasto e
linfócito maduro (cromatina mais condensada que a do
linfoblasto, mas mais delicada que a do linfócito).
Geralmente apresenta um nucléolo bem visível.
Célula exterminadora natural (NK) > Um tipo de linfócitos
citotóxicos necessários para o funcionamento do sistema
imunitário inato. Têm um papel importante no combate a
infecções virais e células tumorais.
Linfócito maduro (linfopoiese)
Linfócito B > Reconhecem células e micro-organismos estranhos
Linfócito T > Reconhecer e destruir células anormais do corpo
Célula indiferenciada mieloide
Proeritroblasto > São células redondas ou ovais com
núcleos volumosos, cromatina frouxa (coloração
avermelhada), visualização de 1 a 4 nucléolos. O
citoplasma é basofílico, pode apresentar contorno
irregular com proeminências (projeções de
membrana).
Mieloblasto
Eritroblasto basófilo > O eritroblasto basófilo é menor do que
o proeritroblasto. Nucléolos não são visíveis, núcleo com
áreas mais grosseiras intercaladas com aparentes espaços
mais claros Citoplasma basofílico, devido a grande
quantidade de RNA.
Eritroblasto Policromático > O eritroblasto policromático é menor
do que o eritroblasto basófilo, tem citoplasma policromático. O
núcleo é menor e mais corado, tem cromatina condensada e
nucléolo não visível.
Eritroblasto ortocromático > O eritroblasto ortocromático é uma
célula que possui quase a coloração da hemácia madura. O
núcleo é menor e intensamente condensado e intensamente,
pode ser central ou excêntrico. O núcleo é uma massa
homogênea pronta para ser expulsa.
Eritrócito policromático > Eritrócito imaturo, numa fase de
desenvolvimento intermediária, que ainda contém ribossomas e
pode, por conseguinte, distinguir-se dos eritrócitos maduros por
coloração seletiva dos ribossomas.
Eritrócito > Os eritrócitos, também chamados de hemácias, são
as estruturas do sangue responsáveis pelo transporte de
oxigênio por todo o nosso corpo.
Eritropoiese Linfopoiese
Granulopoiese
Promielócito B N E
Mielócito B N E
Metamielócito B N E
Bastonete B N E
Basófilo > Basófilos são os grânulos mais escassos do sangue e
caracterizam-se pela presença de grandes grânulos
metacromáticos que são ricos em histamina, serotonina, sulfato
de condroitina e leucotrienos.
Neutrófilos > São os leucócitos mais abundantes no sangue
periférico de adultos. Os neutrófilos maduros são células
altamente especializadas no exercício da fagocitose e
destruição intracelular de bactérias.
Eusinófilo > Eosinófilos representam até 3 – 5% dos leucócitos
em circulação. São caracterizados pelo seu núcleo bilobulado e
numerosas granulações alaranjadas no citoplasma.
Transporte de gases
O2 > - A hemoglobina das hemácias que entram
nos pulmões está ligada ao dióxido de carbono, mas
nos pulmões, a concentração de oxigênio é mais
alta do que a de dióxido de carbono. Aliado a isto, a
hemoglobina possui afinidade com o oxigênio.
Assim, ela libera o dióxido de carbono e liga-se ao
oxigênio. (oxiemoglobina)
CO2 > Primeiro a hemoglobina sai do coração e
chega, através da corrente sanguínea, aos
músculos, assim devido ao metabolismo, a
concentração de dióxido de carbono no músculo é
alta e a concentração de oxigênio é baixa, com isso
a hemoglobina liga-se então ao dióxido de carbono
e libera oxigênio. (carbaminhemoglobina)
CO > - A afinidade por monóxido de carbono chega
a ser 23 vezes maior do que pelo oxigênio. Porém,
tal associação pode ser letal, o monóxido de
carbono impede o transporte de oxigênio aos
tecidos do corpo. (carboxiemoglobina)
https://coggle.it/

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.