A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
4 pág.
AVALIAÇÃO GESTÃO ESCOLAR IBF

Pré-visualização | Página 1 de 2

GESTÃO ESCOLAR IBF – AVALIAÇÃO – ANOS INICIAIS E GESTÃO ESCOLAR
1. A ADMINISTRAÇÃO ESCOLAR BRASILEIRA DEMONSTRA EM SUAS CARACTERÍSTICAS A TRANSPOSIÇÃO DA TEORIA GERAL DA ADMINISTRAÇÃO,dando origem a uma concepção de escola, e a Administração Escolar para a Transformação Social dá origem à outra concepção de escola. Identifique-a.
Concepção científico-racional, buscando eficiência e eficácia nos resultados; sob a mesma concepção, a técnico-científica, conhecida por escola empresa, regida ao modelo da gestão da Qualidade Total e a concepção sociocrítica, escola como espaço das interações sociais, direcionada à participação da comunidade escolar, considerando o contexto sociocultural e político.
Concepção tradicional, ortodoxa e disciplinadora, buscando a moralidade e o conhecimento por reprodução de modelos; a concepção behaviorista, prezando pelo desenvolvimento de comportamentos aprendidos pelo treino e memorização e a construtivista, baseada na construção e na apropriação do conhecimento.
Concepção científico-racional, preza pela cientificidade da produção, de forma racional e metódica e a concepção técnico-científica, escola que estuda a forma técnica da execução de atividades.
Concepção técnico-burocrática, regida por normas rígidas estipuladas no regimento escolar e em regulamentos internos e a concepção sociocrítica, que busca análise crítica dos fatos sociais, políticos e econômicos.
2. A CONCEPÇÃO DE EDUCAÇÃO QUE PERPASSA NOS PRINCÍPIOS DESSA ESCOLA UTILIZA OUTRA LÓGICA ORGANIZATIVA,na qual a prática social passa a ser a fonte do conhecimento e a teoria se coloca a serviço da ação transformadora, num processo que envolve o coletivo da escola, buscando constantemente coerência entre o discurso e a prática, num processo dialético, que remete à concepção de conhecimento, educação, homem e sociedade. Esta afirmação é:
totalmente falsa.
o entendimento de uma nova escola, postulada por uma gestão democrática
impossível de confirmar-se na prática.
uma concepção tradicionalista a respeito da educação.
3. A IMPLANTAÇÃO E MANUTENÇÃO DA GESTÃO DEMOCRÁTICA NECESSITA,dentre outros, que se eleja o planejamento participativo como veículo para sua efetivação, pois planejamento participativo se constitui em:
uma concepção teórica que deve estar no projeto político-pedagógico
um processo político, de um propósito coletivo, com máxima participação dos envolvidos na instituição escolar.
uma maneira de planejar a ação de cada colaborador individualmente, para não haver conflitos de idéias e que todos possam ser ouvidos pela direção.
abordagem política assumida somente pela direção, coordenação e supervisão.
4. A AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL É UM TEMA CONSTANTEMENTE DISCUTIDO PELOS TEÓRICOS EDUCACIONAIS, MAS A AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL AINDA É NOVIDADE;entretanto, tornou-se fator imprescindível à gestão democrática. Ela consiste resumidamente em um processo:
que pode ser estabelecido de tempo em tempo para avaliação sobre as políticas educacionais.
que pode ser implantado pela gestão para avaliar a qualidade da educação prestada pela mesma.
constante, de poder da direção para supervisão do encaminhamento metodológico e da política educacional que deve ser seguida pela escola, conforme instituído no projeto político-pedagógico.
sistemático, que possibilita a percepção, investigação e construção, permitindo o repensar sobre o compromisso da escola com a sociedade na qual está inserida, em busca de uma “autoconsciência institucional”.
5. Ao gestor escolar da modernidade exige-se um outro perfil, uma vez que a relação interpessoal faz parte do processo de transformação da gestão.Assim, para o perfil desse profissional é preciso:
er habilidades para planejar, organizar e avaliar de acordo com a legislação educacional vigente e com as diretrizes constantes do Projeto Político Pedagógico.
ter habilidades para planejar, organizar, executar e avaliar de acordo com o Projeto Político Pedagógico da instituição escolar.
ter habilidades para planejar, organizar e avaliar, ser líder, comunicativo, aberto às quebras de paradigmas e ao pioneirismo de novas criações.
ter habilidades para conduzir o trabalho administrativo e pedagógico.
6. Segundo Bordignon, o perfil do gestor escolar deve conciliar duas dimensões essenciais da própria proposta educacional: a técnica e a política.Assinale a alternativa que condiz apenas com a qualificação técnica.
Conhecimento dos fundamentos da Gestão Escolar, bem como dos processos administrativos de uma organização.
Conhecimento dos fundamentos da Pedagogia e da Gestão escolar, bem como dos processos administrativos escolares.
Conhecimento dos fundamentos da Educação e da Pedagogia, processos de gestão de uma organização em nível micro e macro.
Conhecimento dos fundamentos da Gestão Escolar, processos administrativos e de recursos humanos da instituição escolar exclusivamente.
7. Segundo Bordignon, o perfil do gestor escolar deve conciliar duas dimensões essenciais da própria proposta educacional: a técnica e a política.Assinale a alternativa que condiz apenas com a qualificação política.
Exige conhecimento para perceber e projetar os movimentos da realidade, com domínio dialético de resolução de conflitos nas relações interpessoais, considerando as especificidades, e coordenando o trabalho da instituição para atingir sua finalidade.
Exige estudo e análise dos movimentos da realidade, capacidade dialética de resolução de conflitos, considerando os interesses da sociedade e da gestão, e coordenando o trabalho na instituição para atingir sua finalidade.
Exige sensibilidade para estabelecer laços relacionais entre a equipe técnico-pedagógica, mediando e resolvendo os conflitos interpessoais, considerando as intenções da instituição, e coordenando o potencial da equipe para atingir sua meta educacional.
Exige sensibilidade para perceber e antever todos os movimentos da realidade, capacidade dialética de negociação de conflitos nas relações interpessoais, considerar as diferenças individuais, coordenar o potencial da instituição para atingir sua finalidade e cumprir o seu papel social.
8. O pensamento abaixo favorece que tipo de educação? "A nova Educação pressupõe o alcance de um novo patamar na história da evolução da humanidade, no sentido de corrigir os inúmeros desequilíbrios existentes, com base na compreensão de que se está numa jornada individual e ao mesmo tempo coletiva, o que requer o desenvolvimento de uma consciência relacional, pluralista, transdisciplinar e sistêmica, que traga maior abertura, uma nova visão da realidade a ser transformada, baseada na consciência da inter-relação e da interdependência essenciais que existem entre todos os fenômenos da natureza."
Ajudar as pessoas a aprender a viver; ter como princípio a valorização do saber e do conhecimento; considerar a escola como o instrumento da construção do conhecimento; construir um novo profissional capaz de reproduzir o contexto e principalmente auxiliar o educando nesta transformação.
Ajudar as pessoas a relacionarem-se; ter como princípio a valorização do saber; considerar a escola como transmissor de conhecimento; construir um novo profissional capaz de reproduzir o contexto atual e principalmente orientar o educando nessa reprodução.
Ajudar as pessoas a conviver; ter como princípio a valorização do saber discente; considerar a escola como instrumento de construção e de reflexão da ação; construir um novo profissional capaz de transformar o seu contexto e principalmente auxiliar o educando nessa transformação de contextos.
Ajudar as pessoas a aprender a viver e a conviver; ter como princípio a valorização do saber docente; considerar a escola como o espaço da construção e da reflexão, construir um novo profissional capaz de produzir e transformar o seu contexto e principalmente auxiliar o educando nessa transformação.
9. A afirmação a seguir: A concepção de educação que perpassa nos princípios dessa escola utiliza outra lógica organizativa, na qual a prática social passa a ser a fonte do conhecimento e a teoria se coloca a