CORPO, MOVIMENTO E PSICOMOTRICIDADE
22 pág.

CORPO, MOVIMENTO E PSICOMOTRICIDADE

Pré-visualização4 páginas
Corpo, Movimento 
e Psicomotricidade
Material Teórico
Responsável pelo Conteúdo:
Prof.ª Me. Maria Stella Aoki Cerri
Revisão Textual:
Prof.ª Dr.ª Maria Isabel Andrade Sousa Moniz
Breve História do Corpo, do Movimento e da Psicomotricidade
\u2022 Introdução;
\u2022 O corpo humano e sua história;
\u2022 O Movimento;
\u2022 O Movimento na Educação;
\u2022 Psicomotricidade.
\u2022 Esta unidade tem por objetivo apresentar a noção de Corpo, Movimento e Psicomo-
tricidade que foi se construindo e reconstruindo nos diferentes contextos sociais, 
históricos e religiosos. Ela possibilitará a você conhecer e compreender que o uso do 
movimento corporal na escola é muito importante, também, para a concretização 
do processo de ensino e de aprendizagem.
OBJETIVO DE APRENDIZADO
Breve História do Corpo, do 
Movimento e da Psicomotricidade
Orientações de estudo
Para que o conteúdo desta Disciplina seja 
bem aproveitado e haja maior aplicabilidade na 
sua formação acadêmica e atuação profissional, 
siga algumas recomendações básicas:
Assim:
Organize seus estudos de maneira que passem a fazer parte 
da sua rotina. Por exemplo, você poderá determinar um dia e 
horário fixos como seu \u201cmomento do estudo\u201d;
Procure se alimentar e se hidratar quando for estudar; lembre-se de que 
uma alimentação saudável pode proporcionar melhor aproveitamento do estudo;
No material de cada Unidade, há leituras indicadas e, entre elas, artigos científicos, livros, vídeos 
e sites para aprofundar os conhecimentos adquiridos ao longo da Unidade. Além disso, você 
também encontrará sugestões de conteúdo extra no item Material Complementar, que 
ampliarão sua interpretação e auxiliarão no pleno entendimento dos temas abordados;
Após o contato com o conteúdo proposto, participe dos debates mediados em fóruns de discussão, 
pois irão auxiliar a verificar o quanto você absorveu de conhecimento, além de propiciar o 
contato com seus colegas e tutores, o que se apresenta como rico espaço de troca de ideias e 
de aprendizagem.
Organize seus estudos de maneira que passem a fazer parte 
Mantenha o foco! 
Evite se distrair com 
as redes sociais.
Mantenha o foco! 
Evite se distrair com 
as redes sociais.
Determine um 
horário fixo 
para estudar.
Aproveite as 
indicações 
de Material 
Complementar.
Procure se alimentar e se hidratar quando for estudar; lembre-se de que 
Não se esqueça 
de se alimentar 
e de se manter 
hidratado.
Aproveite as 
Conserve seu 
material e local de 
estudos sempre 
organizados.
Procure manter 
contato com seus 
colegas e tutores 
para trocar ideias! 
Isso amplia a 
aprendizagem.
Seja original! 
Nunca plagie 
trabalhos.
8
Unidade: Breve História do Corpo, do Movimento e da Psicomotricidade
Contextualização
Para nosso momento de contextualização, sugerimos que leia um pequeno artigo da revista 
Nova Escola intitulado: O corpo, o movimento e a aprendizagem.
O artigo fala da importância do trabalho com a dança nas escolas e defende a ideia 
de que \u201cquem dança tem mais facilidade para construir a imagem do próprio corpo, o 
que é fundamental para o crescimento e a maturidade do indivíduo e a formação de sua 
consciência social\u201d.
Leia o artigo e faça uma reflexão sobre a importância da dança no currículo escolar. 
Ressaltamos a importância do estudo da unidade para a sua formação pessoal e profissional.
A matéria está disponível no seguinte endereço eletrônico:
http://goo.gl/xPHR3m
9
Introdução
Nesta unidade, ao estudarmos o que se conhece sobre o corpo e o movimento corporal, 
veremos que o ser humano tem visões muito particulares do que é e o que significa o corpo, o 
movimento e a psicomotricidade humana.
Como educadores, deveremos ter uma visão mais científica, mais aprofundada, pois vamos 
trabalhar esses sentidos e funções em um ser humano em formação.
Assim sendo, veremos em pormenores o que cada um desses temas \u2013 corpo, movimento, 
psicomotricidade \u2013 tem em particular e como interagem na formação da personalidade da 
criança, contribuindo para que o adulto cresça em sua caminhada para uma formação dita 
civilizada, consciente, cidadã, onde valores humanos e tecnológicos se harmonizem pela vida.
O corpo humano e sua história
A história do corpo humano revela a dimensão da civilização em que foi criado.
No corpo estão inscritas todas as regras, todas as normas e todos os valores 
de uma sociedade específica, por ser ele o meio de contacto primário do 
indivíduo com o ambiente que o cerca. (DAÓLIO, 2003, p.39)
O autor nos indica que nosso corpo é o construtor e, ao mesmo tempo, é construído pela 
sociedade em que vive. É pelo estudo do percurso histórico do corpo, por todos os tempos, que 
poderemos ter uma visão (ainda que nem sempre clara) de como o corpo foi visto e sentido.
Desta forma, é necessário, primeiro, ter uma visão histórica de como cada sociedade, cada 
cultura ao longo do tempo e de cada uma dentro do seu espaço, construiu e representou o 
corpo humano, atribuindo-lhe certos atributos, negando outros e criando padrões referenciais 
de beleza, saúde, postura, etc.
Nota-se que, conforme a evolução histórica do pensamento e do discurso humano, as 
mudanças corporais foram acontecendo, sendo aceitas, de forma que as novas concepções 
serviram de base para a próxima mudança.
A partir dessas considerações, vamos desenvolver algumas concepções sobre o corpo no 
campo histórico, filosófico, religioso, etc. Todavia, observaremos que ao longo da história o 
homem procurou sempre um ideal de corpo. Observe a imagem a seguir. Note que o corpo 
ideal ou idealizado possui tamanho e proporções matemáticas, e ainda os tem. Esta matemática 
buscava a harmonia e uma estética corporal perfeita.
10
Unidade: Breve História do Corpo, do Movimento e da Psicomotricidade
O homem vitruviano é um conceito apresentado pelo arquiteto 
romano Marco Vitruvio Polião. O conceito é considerado um cânone 
das proporções do corpo humano, segundo um determinado 
raciocínio matemático e baseando-se, em parte, na proporção áurea. 
Desta forma, o homem descrito por Vitrúvio apresenta-se como um 
modelo ideal para o ser humano, cujas proporções são perfeitas, 
segundo o ideal clássico de beleza.
Homem Vitruviano, (1490) desenho 
de Leonardo da Vinci. 
Você Sabia ?
Pensamos que por ser o nosso próprio corpo, uma propriedade nossa, teremos o domínio e 
o conhecimento sobre ele.
Segundo o grande psicanalista Jacques Lacan (ARANHA, 2003), nos primeiros meses de 
nossas vidas (até os dezoito primeiros meses) a criança tem uma visão corporal pela experiência, 
que se denomina \u201cexperiência do espelho\u201d: ela se alegra e ri ao conseguir se identificar com a 
imagem refletida de sua figura. Nesse contexto, ela constrói a figura do outro, que é diferente dela. 
Um adulto geralmente tem uma experiência que antes de tudo é pré-cognitiva ou pré-reflexiva.
Muitas pessoas passam a vida sem conhecer o seu próprio corpo por dentro, não sabendo 
como é e como funciona. Desconhecem a sua anatomia e sua fisiologia, essenciais para poder 
usufruir do corpo e suas benesses. 
Além dessas considerações, somente quando olhamos num espelho temos uma visão 
aproximada do nosso corpo, pois, em geral, só vemos algumas partes dele e mesmo assim em 
situações nem sempre reveladoras. Quando realizamos nossas atividades rotineiras e básicas, 
como andar, correr, falar, rir, chorar, etc., temos visões emocionais ou fisiológicas. Temos quase 
sempre uma visão corporal quando olhamos o outro. É com essa perspectiva, quase sempre 
surpreendente, que nos reconhecemos quando somos filmados/gravados.
A primeira vez em que me vi filmada, pensei e exclamei: quem é essa figura? Será minha 
irmã? Tenho uma tia parecida com essa mulher. Não consegui dissimular a minha surpresa.
Conhecemos muito mal o nosso corpo e os sons que emitimos. De agora em diante, veremos 
algumas concepções a respeito dessa surpreendente e misteriosa \u201cmáquina\u201d: o nosso corpo.
1. A visão Platônica
O mundo ocidental, com uma visão maniqueísta a respeito de quase tudo,