PLANEJAMENTO URBANO REGIONAL-DOIS CÓRREGOS
24 pág.

PLANEJAMENTO URBANO REGIONAL-DOIS CÓRREGOS


DisciplinaIntervenção Urbana Regional6 materiais23 seguidores
Pré-visualização4 páginas
PLANEJAMENTO URBANO REGIONAL 
DOIS CÓRREGOS 
 
 
 
 
 
 
PROFESSOR: PAULO BURGO 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
DANIEL LUIS LOPES / RA:C11DDC-2 
 
TURMA- TUTELADA 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
BAURU 
2020 
SISTEMA DE MOBILIDADE URBANA 
 
 
Dois Córregos possui apenas um sistema de vias projetado de acordo 
com a hierarquização funcional apenas na via coletora (Mapa 02 ). Nas vias 
locais a maioria é de dois sentidos (Mapa 01), havendo a vantagem da 
diminuição da interferência de conflitos. 
O trajeto da linha azul (Mapa 01) contempla grande parte dos bairros do 
município, como, Jardim do Arco Iris, Jardim Alvorada, Jardim Bom Retiro, 
Centro, Parque Aparício de Barros Fagundes, Jardim Amica, Jardim das 
Acácias. Sendo obrigatória a passagem pela Santa Casa municipal. A rota 
proposta para a linha vermelha (Mapa 01) irá atender o outro lado da cidade, 
transitando pelo Centro e passando por importantes Avenidas do município, 
além de escolas, posto de saúde, ginásio esportivo entre outros. Com o 
embasamento dessas rotas definidas e sua velocidade de 15,00km/h da rota 
atual, foram definidos os horários de saída de cada um dos pontos, início, 
passagem pelo centro e final. Segundo a análise em campo, o transporte 
coletivo consegue atender toda a demanda da cidade, muito de seus pontos 
possuem abrigo contra sol ou chuva de acordo com a (Figura 5), já dois pontos 
localizados no centro da cidade nas Ruas 13 de Maio e 15 de Novembro são 
sinalizados com pinturas na via e não possui abrigo como pode ser visto na 
(Figura 6). 
Figura 5: Ponto de Ônibus da Av. João Grael 
 
 
Fonte: Acervo pessoal 
 
Figura 6: Sinalização no chão de ponto de Ônibus da Rua 15 de Novembro 
 
 
 
Fonte: Acervo pessoal 
 
 
 
MAPA SENTIDO DAS VIAS DE ACESSO E SINALIZAÇÃO \u2013 
MAPA 01 
MAPA 02 
 
 
 
 
 
 
 
A área de estudo é contemplada por dois tipos de sinalização que são conhecidas 
como vertical e horizontal de acordo com a (Figura 7 e 8), a sinalização vertical é 
classificada através de placas, já a horizontal é por faixas de pedestres, adequando 
assim à circulação de pedestres e veículos na cidade. 
 
Figura 7: Sinalização Vertical da Rua 13 de maio 
 
 
Fonte: Acervo pessoal 
 
 
Figura 8: Sinalização Horizontal das ruas 04 de Fevereiro e 13 de maio 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Fonte: Acervo pessoal 
 
 
 
Com a analise em campo podemos observar o local aonde apresenta bastante 
irregularidade, como a falta de calçamento e sinalização nas avenidas Helcy Bueno Faulin 
e Luis Faulin Filho que dão acesso ao hospital da cidade, possuindo lotes sem nenhum 
calçamento, e sem nenhum acesso para pessoas com alguma deficiência física ou 
restrição de mobilidade, como mostra na (Figura 9, 10 e 11). Já no centro da cidade em 
algumas calçadas existem rampas de acessibilidade irregulares, além também de estarem 
fora de alinhamento (Figura 12), porém os calçamentos existentes apresentam 
irregularidades e em muitos casos obstruções, dificultando assim os pedestres que 
transitam no local (Figura 13). 
 
 
Figura 9: Falta de calçamento da Avenida Helcy Bueno Faulin 
 
 
Fonte: Acervo pessoal 
 
Figura 10: Falta de calçamento da Avenida Helcy Bueno Faulin 
 
 
Fonte: Acervo pessoal 
Figura 11: Falta de calçamento da Avenida Luis Faulin Filho 
 
 
Fonte: Acervo pessoal 
 
Figura 12: Rampa de acesso da Rua 13 de Maio Centro 
 
 
Fonte: Acervo pessoal 
 
 
Figura 13: Calçada e rampa de acesso da Rua 13 de Maio Centro 
 
 
Fonte: Acervo pessoal 
A pavimentação em geral está em boa condição de uso, apenas possuindo 
algumas irregularidades como, buracos, deformidades, entre outros, sendo 
mais visível principalmente nas vias locais dos bairros (Figura 14 e 15). Já nas 
avenidas e no centro da cidade existe uma pavimentação de boa qualidade 
(Figura 17 e 18). A área de estudo é totalmente pavimentada, apenas a via que 
dá acesso a Prefeitura Municipal de Dois Córregos em análise é de 
paralelepípedo (Figura 19). 
 
Figura 14: Pavimentação irregular da 
Av. João Grael Bairro Ap. de Barros Fagundes 
Fonte: Acervo pessoal 
Figura 15: Pavimentação irregular da Av. Luis Faulin Filho 
 
 
Fonte: Acervo pessoal 
 
 
 
Figura 17: Pavimentação de boa qualidade Avenida Helcy Bueno Faulin 
 
Fonte: Acervo pessoal 
 
Figura 18: Pavimentação de boa qualidade Rua 13 de Maio Centro 
 
Fonte: Acervo pessoal 
 
Figura 19: Pavimentação de paralelepípedo da Avenida 29 de Maio Centro 
 
Fonte: Acervo pessoal 
 
 Dois Córregos não possui nenhum incentivo para o uso de bicicleta, 
pois ela não fornece ciclo faixa, ciclovia e nem sinalização (Figura 20), e como 
na maioria das cidades, essas vias foram planejadas apenas para o tráfego 
motorizado, a implantação de ciclovias e ciclo faixas é dependente dessas 
características de tráfego e das condições viárias. 
 
Figura 20: Bicicleta na Avenida Helcy Bueno Faulin 
 
 
Fonte: Acervo pessoal 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
MEIO AMBIENTE 
 
Áreas de preservação permanente e áreas próximas a rios, córregos e 
nascentes fazem parte da Área Especial de Interesse Ambiental, definida no 
Plano Diretor de Dois Córregos. A cidade tem um total de oito rios que cortam 
o município como, o rio Jaú, Tiete, Piracicaba, Jacaré Pepira, Turvo, Prata, 
Lajeado e Fundo, sendo os dois últimos mais importantes. Ás áreas de 
preservação permanente (APP) deveriam seguir as diretrizes do Código 
Florestal Brasileiro: APP para córregos \u2013 distância de 30 m; APP para rios 
(acima de 10 m de largura) \u2013 distância de 50 m; APP para nascentes \u2013 50 m 
de raio da nascente. Com a análise no local podemos observar essa 
legislação não sendo seguida na prática (Figura 21 e 22), pois temos áreas 
com distância menor do que o proposto em lei. O espaço vazio encontrado 
dentro da cidade é muito grande, como pode ser visto no (Mapa 03). Podendo 
ser um espaço melhor aproveitado de infraestrutura e entre outros. Dois 
Córregos possuem grandes áreas verdes. Na área estudada encontram-se 
algumas praças, terrenos vazios, campos e quintais (Figura 23). 
Podemos observar no mapa de águas pluviais dois pontos de alagamento, 
que acontece por conta do crescimento desordenado da cidade e da ausência 
de sistemas de macrodrenagem urbana para a captação, condução e 
dissipação dos vagões das bacias englobadas (Figura 24 e 25 ). 
 
Figura 21: Construção em área de APP da 
Av. Dr Joaquim Roberto de Carvalho Pinto 
 
 
Fonte: Acervo pessoal 
 
 
 
Figura 22: Construção em área de APP da 
Av. Dr Joaquim Roberto de Carvalho Pinto 
 
 
Fonte: Acervo pessoal 
 
Figura 23: Terrenos vazios da Av.Helcy Bueno Faulin 
 
Fonte: Acervo pessoal 
 
 Figura24: Ponto de alagamento Av. Dr. Joaquim Roberto de Carvalho Pinto 
 
 
 
 
 
Fonte: Acervo pessoal 
 
Figura 25: Ponto de alagamento Bairro Bom Retiro 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Fonte: Acervo pessoal