A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
31 pág.
SIMULADO LDB

Pré-visualização | Página 1 de 16

@prof.victorsoares Professor Victor Soares 
 
 
 
 
Simulado sobre LDB por Professor Victor Soares 
Lei De Diretrizes e Bases da Educação Nacional 
Lei nº 9.394, de 20/12/1996 
 
01- De acordo com a LDB, a Educação Infantil será 
organizada de acordo com as seguintes regras 
comuns: 
 
A. Avaliação mediante acompanhamento e registro 
do desenvolvimento das crianças, com o objetivo de 
promoção para o acesso ao Ensino Fundamental. 
B. Carga horária mínima anual de 900 horas, 
distribuída por um máximo de 200 dias de trabalho 
educacional. 
C. Atendimento à criança durante, no mínimo, 
quatro horas diárias para o turno parcial, e sete 
horas para a jornada integral. 
D. Controle de frequência pela instituição de 
educação pré-escolar, exigindo-se a frequência 
mínima de 75% do total de horas. 
___________________________________ 
02- Para o Prof. Cláudio Neto, a ideia de uma escola 
democrática no Brasil ganhou força a partir da 
segunda metade da década de 1980, com o 
processo de redemocratização do país, mesmo que 
antes disso ela fosse alimentada nas concepções 
de muitos educadores e idealistas. 
 
O que era uma aspiração de intelectuais e de 
pessoas engajadas politicamente passou a ser o 
senso comum nos cânones da educação nacional. 
A gestão democrática escolar passou a ser 
preconizada no texto legal da LDB, em 1996, uma 
vez que o ideal da soberania popular voltou a ser 
uma realidade no plano social mais amplo. O país 
saiu do estado de FGV - 2019 – período de 21 anos 
– com a tarefa de estabelecer a democracia e isso, 
evidentemente, passa a ser também uma 
responsabilidade da política educacional. 
 
Foi nessa atmosfera que nasceu a Lei de Diretrizes 
e Bases da educação (LDB), que tinha 11 princípios 
fundamentais, inicialmente; passou a ter 12, a partir 
da Lei nº 12.796/13; e agora conta com 13 
princípios, com a Lei nº 13.632/18. 
 
Estes últimos estabelecem a: 
 
A. consideração com a diversidade étnico-racial e 
a garantia do direito à educação e à aprendizagem 
ao longo da vida. 
B. pluralismo de ideias e de concepções 
pedagógicas e valorização da experiência 
extraescolar. 
C. respeito à liberdade e apreço à tolerância e 
vinculação entre a educação escolar, o trabalho e 
as práticas sociais. 
D. valorização do profissional da educação escolar 
e gratuidade do ensino público em 
estabelecimentos oficiais. 
E. igualdade de condições para o acesso e 
permanência na escola e liberdade de aprender, 
ensinar, pesquisar e divulgar a cultura, o 
pensamento, a arte e o saber. 
___________________________________ 
 03- Os ciclos, séries e outras formas de 
organização a que se refere a Lei nº 9.394/96 serão 
compreendidos, ao longo dos 9 (nove) anos de 
duração do Ensino Fundamental, como 
 
A. tempos dependentes uns dos outros. 
B. referência para melhoria do processo avaliativo. 
C. tempos e espaços interdependentes e 
articulados entre si. 
D. referência para o cumprimento das etapas da 
Educação Básica. 
 
 04- De acordo com o artigo 7º-A da Lei n° 9.394/96, 
é “assegurado, no exercício da liberdade de 
consciência e de crença, o direito de, mediante 
prévio e motivado requerimento, ausentar-se de 
prova ou de aula marcada para dia em que, 
segundo os preceitos de sua religião, seja vedado o 
exercício de tais atividades, devendo- se- lhe 
atribuir, a critério da instituição e sem custos para o 
aluno”, algumas prestações alternativas. A referida 
determinação exclui o ensino 
 
A. confessional. 
B. público. 
C. particular. 
D. militar. 
___________________________________ 
05- Dentro da proposta de inclusão social assumida 
pela sociedade brasileira no final do século XX e no 
começo do XXI, a atenção educacional aos 
estudantes entendidos como de “necessidades 
educacionais especiais” – pessoas deficientes, com 
transtornos globais de desenvolvimento ou 
https://www.instagram.com/prof.victorsoares/?hl=pt-br
https://www.youtube.com/channel/UCkjnm-lo1X0RLgMP0igc3PA
https://www.qconcursos.com/questoes-de-concursos/provas/fgv-2019-prefeitura-de-angra-dos-reis-rj-monitor-de-educacao-especial
@prof.victorsoares Professor Victor Soares 
 
 
 
 
superdotadas – ganhou destaque considerável. A 
LDB 9394/96, artigo 4º, avança nesse aspecto em 
relação às anteriores, ao estabelecer que o 
atendimento a estes estudantes deve ocorrer 
 
A. em instituições especializadas para atendimento 
a suas necessidades educativas, por exemplo 
Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais 
(APAEs) para estudantes com deficiência 
intelectual. 
B. com atendimento domiciliar, individualizado e 
adequados as suas singularidades e necessidades 
educativas especiais. 
C. em salas especiais, dentro das escolares 
regulares, garantindo aos mesmos integração e 
socialização na instituição educacional. 
D. através de acompanhamento clínico e 
pedagógico, adequados às suas necessidades, em 
instituição de saúde próxima de sua residência. 
E. garantindo atendimento educacional 
especializado gratuito, transversal a todos os níveis, 
etapas e modalidades, preferencialmente na rede 
regular de ensino. 
 
06- Marcos, estudante de pedagogia, ao apresentar 
um trabalho sobre a história da educação infantil no 
Brasil, expôs, corretamente, que, por volta da 
década de 1970, com a expansão das indústrias, 
iniciaram-se movimentos de mulheres operárias em 
prol de um lugar onde deixar seus filhos enquanto 
trabalhavam. Surgiram, então, as creches. 
Entretanto, apenas em 1988, é que a educação 
infantil, constituída pelas creches e pré-escolas, foi 
legalmente reconhecida como direito das crianças. 
Mais recentemente, na segunda metade da década 
de 1990, foi aprovada a Lei Federal no 9.394/96 
(LDBEN), na qual é expressa a finalidade da 
educação infantil. Finalizando sua apresentação, 
Marcos frisou que tal finalidade está disposta no art. 
29 da referida Lei e que, na versão atualizada, 
consiste 
 
A. na alfabetização das crianças de até 5 (cinco) 
anos. 
B. no cuidado, tendo o assistencialismo como 
fundamento. 
C. no desenvolvimento integral da criança de até 5 
(cinco) anos. 
D. no cuidar, na faixa de zero a 3 (três) anos, e no 
educar, na faixa de 4 a 5 (quatro a cinco) anos. 
E. na educação de crianças de 0 (zero) até 5 (anos) 
empregando tão somente atividades lúdicas. 
 
07- Jorge, diretor de escola, em uma reunião com 
os inspetores de alunos, resolveu discorrer sobre os 
modelos de gestão escolar e destacar um deles. 
Para isso, montou uma apresentação que continha 
a seguinte afirmação: “A Gestão da qual estamos 
falando está baseada na participação social, ou 
seja, a comunidade escolar (professores, alunos, 
pais, direção, equipe pedagógica e demais 
funcionários) é considerada sujeito ativo em todo o 
processo da gestão, participando de todas as 
decisões da escola”. Para completar, Jorge 
esclareceu que o art. 3o da LDBEN, Lei Federal no 
9.394/96, apresenta tal modelo entre os princípios 
em que o ensino público, no Brasil, tem que ser 
ministrado. Assinale a alternativa que explicita 
corretamente o nome do modelo de gestão 
destacado pelo diretor Jorge. 
 
A. Gestão com foco em processos. 
B. Gestão com foco em resultados. 
C. Gestão autocrática. 
D. Gestão democrática. 
E. Gestão meritocrática. 
_____________________________________ 
 08- De acordo com a Lei Federal n° 9.394/1996, 
que estabelece as Diretrizes e Bases da Educação 
Nacional, artigo 4°, o dever do Estado com 
educação escolar pública será efetivado, entre 
outras ações, mediante garantia de 
 
A. informação a pai ou mãe, exclusivamente aos 
conviventes com seus filhos ou, se for o caso, aos 
responsáveis legais, sobre a frequência, o 
comportamento, as sanções recebidas e o 
rendimento dos alunos, bem como sobre as regras 
determinadas pela instituição de ensino. 
B. educação básica obrigatória e gratuita de 0 (zero) 
a 18 (dezoito) anos de idade; ensino fundamental, 
obrigatório e gratuito, inclusive para os que a ele 
não tiveram acesso na idade própria. 
C. atendimento educacional especializado gratuito