A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
74 pág.
1715895-poderes-administrativos

Pré-visualização | Página 9 de 18

PODER DE REVISÃO
PODER DE FISCALIZAÇÃO
PODER DE COMANDO
PODER DE DELEGAÇÃO E AVOCAÇÃO
ADM. DIRETA E INDIRETA
ENTRE OS PODERES DO ESTADO
ENTRE OS ENTES POLÍTICOS
FUNÇÕES TÍPICAS NO PL E PJ
PUNIR SERVIDORES
PUNIR PARTICULARES
VÍNCULOS ESPECIAIS
DECRETO
(PODER REGULAMENTAR)
EXTINÇÃO CARGOS e
FUNÇÕES VAGOS
CARACTERÍSTICA DISCRICIONARIEDADE
ADM. EDITAR ATOS NORMATIVOS
FIEL EXECUÇÃO DA LEI
AUTÔNOMOS
ORG. ADMINISTRATIVA
ORGANIZAR 
ÓRGÃO E AGENTES
NORMATIVO
VINCULADO
DISCRICIONÁRIO
ILÍCITO PENAL
NORMA PROCESSUAL PENAL
CORPORAÇÕES ESPECIALIZADAS
CARACTERÍSTICA
PODERES
ADMINISTRATIVOS
O conteúdo deste livro eletrônico é licenciado para Nome do Concurseiro(a) - 000.000.000-00, vedada, por quaisquer meios e a qualquer título,
a sua reprodução, cópia, divulgação ou distribuição, sujeitando-se aos infratores à responsabilização civil e criminal.
http://www.grancursosonline.com.br
http://www.grancursosonline.com.br
34 de 74
DIREITO ADMINISTRATIVO
Aula 03 – Poderes Administrativos
Prof. Gustavo Scatolino
www.grancursosonline.com.br
.
COMPETÊNCIA = EXCESSO
RESTRINGE, CONDICIONA, LIMITA
ATRIBUTOS
DISCRICIONÁRIO (OU VINCULADO)
AUTOEXECUTÓRIO
COERCITIVO
NÃO PODE SER DELEGADO PARA PARTICULARES
ATOS REPARATÓRIOS/ 
POSTERIORES = SIM
PODE INSTITUIR TAXAS POLÍCIA
POLÍCIA
ADM.
POLÍCIA
JUD.
FUNDAMENTOS = SUPREMACIA I.P.
PREVENTIVA (REGRA)
QUALQUER ÓRGÃO/ENTIDADE
BENS, DIREITOS, PROPRIEDADES
NORMAS ADM.
REPRESSIVA (REGRA)
ÓRGÃOS ESPECIAIS (PC/PF)
NORMA PROCESSUAL PENAL
PESSOA
FINALIDADE = DESVIO
PRESTAR CONTAS
EFICIÊNCIA
PROBIDADE
AGIR
FISCALIZAÇÃO
CORREÇÃO ATOS
DELEGAÇÃO/AVOCAÇÃO
SERVIDORES
PARTICULAR 
VÍNCULO ESPECIAL
DISCRICIONÁRIO
(VINCULADO)
DETALHAR LEIS
REGULAMENTAR/ 
NORMATIVO
VINCULADO
DISCRICIONÁRIO
DISCIPLINAR
PUNIR
CONSEQUÊNCIAS
HIERÁRQUICO
DEVERES
ABUSO DE PODER
INOVAR
DECRETO
NÃO PODE
ALTERARLEI
PUNIR
RESTRINGIR
PODERES 
ADMINISTRATIVOS
O conteúdo deste livro eletrônico é licenciado para Nome do Concurseiro(a) - 000.000.000-00, vedada, por quaisquer meios e a qualquer título,
a sua reprodução, cópia, divulgação ou distribuição, sujeitando-se aos infratores à responsabilização civil e criminal.
http://www.grancursosonline.com.br
http://www.grancursosonline.com.br
35 de 74
NOÇÕES DE DIREITO ADMINISTRATIVO
Poderes Administrativos
Prof. Gustavo Scatolino 
www.grancursosonline.com.br
QUESTÕES DE CONCURSO
1. (CESPE/TJ/AM/JUIZ SUBSTITUTO/2016) O pagamento de multa aplicada em de-
corrência do poder de polícia não pode configurar condição para que a administra-
ção pratique outro ato em favor do interessado.
2. (CESPE/TJ/AM/JUIZ SUBSTITUTO/2016) O poder restritivo da administração, 
consubstanciado no poder de polícia, não se limita pelos direitos individuais.
3. (CESPE/TJ/AM/JUIZ SUBSTITUTO/2016) O poder vinculado refere-se à faculda-
de de agir atribuída ao administrador.
4. (CESPE/TJ/AM/JUIZ SUBSTITUTO/2016) Poder regulamentar é a prerrogativa 
concedida à Administração Pública de editar atos gerais para complementar as leis 
e permitir a sua efetiva aplicação.
5. (CESPE/TJ/PB/JUIZ SUBSTITUTO/2015) Como a delegação de competência se 
assenta no poder hierárquico da Administração Pública, cujo pressuposto é a rela-
ção de subordinação entre órgãos e agentes públicos, é inadmissível a delegação 
de competência fora da linha vertical de subordinação e comando.
6. (CESPE /TJ/PB/JUIZ SUBSTITUTO/2015) No exercício do poder disciplinar, a Ad-
ministração Pública pode impor sanção administrativa a servidor, sendo vedado ao 
Poder Judiciário, segundo jurisprudência, perquirir a motivação nesse caso.
7. (CESPE/TRF 1°/JUIZ FEDERAL SUBSTITUTO/2015) O regulamento autônomo di-
ferencia-se do regulamento de execução porque, enquanto este é editado com fun-
damento na lei, aquele possui fundamento direto na Constituição, sendo possível, 
portanto, que inove na ordem jurídica.
O conteúdo deste livro eletrônico é licenciado para Nome do Concurseiro(a) - 000.000.000-00, vedada, por quaisquer meios e a qualquer título,
a sua reprodução, cópia, divulgação ou distribuição, sujeitando-se aos infratores à responsabilização civil e criminal.
http://www.grancursosonline.com.br
http://www.grancursosonline.com.br
36 de 74
NOÇÕES DE DIREITO ADMINISTRATIVO
Poderes Administrativos
Prof. Gustavo Scatolino 
www.grancursosonline.com.br
8. (CESPE/TRF 1°/JUIZ FEDERAL SUBSTITUTO/2015) No âmbito federal, adota-se 
o limite temporal de três anos para o exercício de ação punitiva pela Administração 
Pública no exercício do poder de polícia, objetivando apurar infração à legislação 
em vigor.
9. (CESPE/TRF 1°/JUIZ FEDERAL SUBSTITUTO/2015) No exercício do poder regu-
lamentar, compete ao presidente da República sancionar, promulgar e fazer publi-
car as leis e as propostas de emenda à Constituição, bem como expedir decretos e 
regulamentos que disciplinem sua execução.
10. (CESPE /TJDFT/JUIZ DE DIREITO SUBSTITUTO/2016) O poder de polícia admi-
nistrativa tem como uma de suas características a autoexecutoriedade, entendida 
como sendo a prerrogativa de que dispõe a Administração para praticar atos e co-
locá-los em imediata execução sem depender de autorização judicial.
11. (CESPE /TJDFT/JUIZ DE DIREITO SUBSTITUTO/2016) O exercício do poder de 
polícia administrativa é sempre discricionário, caracterizando-se por conferir ao ad-
ministrador liberdade para escolher o melhor momento de sua atuação ou a sanção 
mais adequada no caso concreto, por exemplo, quando houver previsão legal de 
duas ou mais sanções para determinada infração.
12. (CESPE /TJDFT/JUIZ DE DIREITO SUBSTITUTO/2016) No exercício da ativida-
de de polícia, a Administração atua por meio de atos concretos e impositivos que 
geram deveres e obrigações aos indivíduos, não sendo possível considerar que a 
edição de atos normativos caracterize atuação de polícia administrativa.
O conteúdo deste livro eletrônico é licenciado para Nome do Concurseiro(a) - 000.000.000-00, vedada, por quaisquer meios e a qualquer título,
a sua reprodução, cópia, divulgação ou distribuição, sujeitando-se aos infratores à responsabilização civil e criminal.
http://www.grancursosonline.com.br
http://www.grancursosonline.com.br
37 de 74
NOÇÕES DE DIREITO ADMINISTRATIVO
Poderes Administrativos
Prof. Gustavo Scatolino 
www.grancursosonline.com.br
13. (CESPE/TJDFT/JUIZ DE DIREITO SUBSTITUTO/2016) O poder regulamentar é 
prerrogativa concedida textualmente pela CF ao chefe do Poder Executivo federal 
que não se estende aos governadores e aos prefeitos.
14. (CESPE/TJDFT/JUIZ DE DIREITO SUBSTITUTO/2016) No exercício do poder 
regulamentar, o presidente da República pode dispor, mediante decreto, sobre a 
organização e o funcionamento da Administração federal, quando tal ato admi-
nistrativo não implicar aumento de despesa; sobre a criação e extinção de órgãos 
públicos; sobre a extinção de funções ou cargos públicos, quando estes estiverem 
vagos.
15. (CESPE/TCU/PROCURADOR MP/2015) No exercício do poder discricionário, a 
Administração Pública pode aferir o momento oportuno para a abertura de concur-
so público, porém, com fundamento no mesmo poder, não pode ela cancelar certa-
me em andamento, em razão de critérios de conveniência e oportunidade.
16. (CESPE/TCU/PROCURADOR MP/2015) O poder-dever da administração pública 
de punir as faltas cometidas por servidores públicos é imprescritível e demanda 
prévia apuração em processo administrativo, assegurando-se o contraditório e a 
ampla defesa.
17. (CESPE/TCU/PROCURADOR MP/2015) A Administração Pública, considerando 
o interesse público e com fundamento no poder discricionário, pode atribuir nova 
lotação a servidor público, hipótese em que se admite que a motivação do ato seja 
posterior à remoção.
O conteúdo deste livro eletrônico é licenciado para Nome do Concurseiro(a) - 000.000.000-00, vedada, por quaisquer meios e a qualquer título,
a sua reprodução, cópia, divulgação ou distribuição, sujeitando-se aos infratores à