A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
88 pág.
62 - APOSTILA - MERCADO DE CAPITAIS

Pré-visualização | Página 1 de 20

Mercado de 
Capitais
Professor Me. Matheus Henrique Delmonaco
AUTOR
Professor Me. Matheus Henrique Delmonaco
Mestre pelo Programa de Pós-Graduação em Ciências Contábeis da Universidade 
Estadual de Maringá (PCO/UEM) - Linha de pesquisa: contabilidade para usuários 
externos. Graduado em Ciências Contábeis pela Universidade Estadual de Maringá (UEM). 
Participou como bolsista em projeto de pesquisa voltado à Iniciação Científica para Ensino 
Médio (PIBIC-EM), na Universidade Estadual de Maringá (UEM). Atualmente atua como 
Supervisor de Operacões – EAD do Centro Universitário Cidade Verde - UNIFCV
APRESENTAÇÃO DO MATERIAL
Seja muito bem-vindo(a)!
Prezado(a) aluno(a), se você se interessou pelo assunto desta disciplina, 
isso já é o início de uma grande jornada que vamos trilhar juntos a partir de agora. 
Proponho, junto com você construir nosso conhecimento sobre os conceitos 
fundamentais de Mercado de Capitais. Além de conhecer seus principais conceitos e 
definições vamos explorar, como é organizado e como analisar o mercado para poder 
investir. 
Na unidade I explicaremos como é o funcionamento do Mercado Financeiro brasileiro. 
Discorreremos sobre o Sistema Financeiro Nacional, sua estrutura, regras e definições. E 
abordaremos sobre diferentes tipos de investimentos, formas de remuneração, impostos.
Já na unidade II discorreremos sobre os tipos de títulos financeiros públicos e 
privados. Abordaremos sobre os tipos de ações: ordinárias, preferenciais, BRD, ETF, Unit. 
E no final da unidade Exemplificaremos os fundos de investimentos e outros investimentos.
Depois, na unidade III abordaremos sobre o funcionamento da B3 - Brasil, Bolsa, 
Balcão. Sendo a principal instituição brasileira de intermediação para operações do mercado 
de capitais, desenvolve, implanta e provê sistemas para a negociação de ações, derivativos 
de ações, títulos de renda fixa, títulos públicos federais, derivativos financeiros, moedas à 
vista e commodities agropecuárias.
Na unidade IV será abordado sobre os dois tipos de análises de investimentos 
mais conhecidos no mercado de capitais. Primeiramente conceituaremos a análise 
fundamentalista, na qual é considerada uma grande ferramenta para o investidor. E 
compreenderemos a análise técnica, na qual difere da análise fundamentalista, uma vez 
que não considera os fatores externos, e utiliza o gráfico como ferramenta principal da 
análise técnica. 
Aproveito para reforçar o convite a você, para junto conosco percorrer esta jornada 
de conhecimento e multiplicar seus conhecimentos. Esperamos contribuir para seu 
crescimento pessoal e profissional. 
Muito obrigado e bom estudo! 
SUMÁRIO
UNIDADE I ...................................................................................................... 5
Mercado Financeiro e o Sistema Financeiro Nacional
UNIDADE II ................................................................................................... 26
Ativos Financeiros
UNIDADE III .................................................................................................. 45
Bolsa de Valores no Brasil – B3
UNIDADE IV .................................................................................................. 65
Análise de Investimentos
5
Plano de Estudo:
• Mercado Financeiro
• Sistema Financeiro Nacional: estrutura, regras e definições
• Tipos de investimentos, formas de remuneração, impostos
Objetivos da Aprendizagem
• Compreender o funcionamento do Mercado Financeiro
• Identificar a importância do Sistema Financeiro Nacional: estrutura, regras e 
definições.
• Diferenciar os tipos de investimentos, formas de remuneração, e impostos
UNIDADE I
Mercado Financeiro e o Sistema 
Financeiro Nacional
Professor Mestre Matheus Henrique Delmonaco
6UNIDADE I Mercado Financeiro e o Sistema Financeiro Nacional
INTRODUÇÃO
Caro(a) aluno(a), na Unidade 1, do livro da disciplina Mercado de Capitais, 
explicaremos como é o funcionamento do Mercado Financeiro brasileiro. O mercado 
financeiro, através de instituições públicas, privadas e das entidades governamentais tem 
como objetivos a aplicação e a captação de recursos financeiros, a distribuição e a circulação 
de títulos e valores mobiliários e a regulamentação desse processo. O mercado financeiro 
pode ser segmentado em quatro mercados específicos: Cambial, Monetário, Crédito e de 
Capitais. 
Discorreremos sobre o Sistema Financeiro Nacional, sua estrutura, regras e 
definições. O Sistema Financeiro Nacional tem como objetivo promover o desenvolvimento 
equilibrado do país e servir aos interesses da coletividade, e que o mesmo será regulado 
por leis complementares, as quais irão dispor, inclusive, acerca da participação do capital 
estrangeiro nas instituições. Dentro desta composição, o Sistema Financeiro Nacional pode 
ser estruturado em: órgãos normativos, que são aqueles que determinam as normas gerais, 
propondo políticas públicas estratégicas; entidades supervisoras, as quais são responsáveis 
pela fiscalização do cumprimento das regras estabelecidas pelos órgãos normativos; e os 
operadores, que são os intermediários financeiros e atuam com o público.
E por fim iremos diferenciar o tipos de investimentos, nas quais podem se dar de 
diversas maneiras, além das tradicionais que são no mercado financeiro e em companhias, 
existem outros instrumentos que são utilizados pelos investidores, sendo mais popular os 
investimento em imóveis que consistem na compra, venda e valorização de residências 
e terrenos, moedas digitais e etc. Os investidores possuem a sua disposição uma ampla 
gama de possibilidades de investimento dentro do mercado financeiro, na qual, a partir de 
suas análises e as suas pretensões, podem fazer suas escolhas. Os investimentos podem 
ser classificados em diversos tipos, sendo os mais conhecidos os de renda fixa e renda 
variável.
Bons estudos!
7UNIDADE I Mercado Financeiro e o Sistema Financeiro Nacional
1. MERCADO FINANCEIRO
Quando estudamos o mercado financeiro é fundamental compreender as suas 
principais características e as operações que podem ser realizadas. Se faz necessário 
conhecer os agentes econômicos envolvidos nas operações, que são os intermediários, 
quais tipos dos ativos e produtos financeiros que podem ser negociados, quais os meios 
que são utilizados para a captação dos recursos financeiros, a finalidade da aplicação 
desses recursos, tempo (prazo) da operação, a formalização, entre outros aspectos. Ao 
estudar essas características, é o que permite a divisão dos mercados financeiros, sendo 
classificados em diferentes segmentos, embora possa haver diferentes classificações, 
dependendo da natureza do que se está estudando. Dessa maneira é possível classificar os 
mercados financeiros quanto ao prazo da operação, quanto aos ativos e produtos financeiros 
utilizados ou quanto à finalidade da aplicação. (CVM, 2019; ASSAF NETO, 2014)
O mercado financeiro tem como objetivos a aplicação e a captação de recursos 
financeiros, a distribuição e a circulação de títulos e valores mobiliários e a regulamentação 
desse processo, a partir das instituições privadas e públicas e das entidades governamentais. 
Assim o mercado financeiro pode ser dividido em quatro mercados específicos: Cambial, 
Monetário, Crédito e de Capitais. 
8UNIDADE I Mercado Financeiro e o Sistema Financeiro Nacional
Quadro 1: Estrutura do Mercado Financeiro
Estrutura do Mercado Financeiro
Mercados Atuação Tempo
Monetário Controle dos meios de pagamentos da eco-
nomia.
Curtíssimo e curto 
prazos.
Crédito Créditos para consumo e capital de giro das 
empresas.
Curto e médio prazos.
Capitais Investimentos, financiamentos e outras ope-
rações.
Médio e longo prazos.
Cambial Conversão de moedas. A vista e curto prazo.
Fonte: Assaf Neto (2014)
1.1. Mercado de Crédito
O mercado de crédito tem como objetivo fundamental fornecer e suprir as 
necessidades de caixa de curto e médio prazos dos