A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
7 pág.
peça Constitucional, tagore

Você está vendo uma pré-visualização

Pre-visualização do material peça Constitucional, tagore - página 1
Pre-visualização do material peça Constitucional, tagore - página 2
Pre-visualização do material peça Constitucional, tagore - página 3

peça Constitucional, tagore

ALUNA: Ananda de Oliveira Queiroz Costa 
Matrícula:100 900 828 
Disciplina: Processo Constitucional 
Confecção da primeira Peça 
 
Excelentíssimo Senhor Doutor Desembargador Presidente do Egrégio Tribunal de 
justiça do estado Alfa 
 
Processo nº... 
A sociedade empresária WW, já qualificado nos autos do 
processo administrativo de número em epígrafe, por meio de seu advogado, que ao final 
assina (procuração anexa), inconformado com a decisão denegatória, vem 
tempestivamente, interpor RECURSO ORDINÁRIO CONSTITUCIONAL com 
fundamento no artigo 105, II, b da Constituição Federal, no artigo 1.027, II, a e 1.028 do 
Código de Processo Civil, e nos artigos 5º, incisos II, XIV, XXXV, XXXIII, LXXIV e 
37 caput também da Constituição Federal, no artigo 33 e seguintes da Lei 8.038/90, em 
face do Secretário de Estado de Ordem Pública do Estado Alfa, também já qualificado, 
pelas razões que seguem. Requer a intimação do Recorrido para apresentar suas 
contrarrazões na forma do artigo 1.028 do CPC, e após o recebimento, o encaminhamento 
do presente recuso ao Superior Tribunal de Justiça. 
http://www.jusbrasil.com.br/topicos/10685354/artigo-105-da-constitui%C3%A7%C3%A3o-federal-de-1988
http://www.jusbrasil.com.br/topicos/10684866/inciso-ii-do-artigo-105-da-constitui%C3%A7%C3%A3o-federal-de-1988
http://www.jusbrasil.com.br/topicos/10684777/alinea-b-do-inciso-ii-do-artigo-105-da-constitui%C3%A7%C3%A3o-federal-de-1988
http://www.jusbrasil.com.br/legislacao/188546065/constitui%C3%A7%C3%A3o-federal-constitui%C3%A7%C3%A3o-da-republica-federativa-do-brasil-1988
http://www.jusbrasil.com.br/topicos/10641516/artigo-5-da-constitui%C3%A7%C3%A3o-federal-de-1988
http://www.jusbrasil.com.br/topicos/10731003/inciso-ii-do-artigo-5-da-constitui%C3%A7%C3%A3o-federal-de-1988
http://www.jusbrasil.com.br/topicos/10730570/inciso-xiv-do-artigo-5-da-constitui%C3%A7%C3%A3o-federal-de-1988
http://www.jusbrasil.com.br/topicos/10729607/inciso-xxxv-do-artigo-5-da-constitui%C3%A7%C3%A3o-federal-de-1988
http://www.jusbrasil.com.br/topicos/10729747/inciso-xxxiii-do-artigo-5-da-constitui%C3%A7%C3%A3o-federal-de-1988
http://www.jusbrasil.com.br/topicos/10727456/inciso-lxxiv-do-artigo-5-da-constitui%C3%A7%C3%A3o-federal-de-1988
http://www.jusbrasil.com.br/topicos/2186546/artigo-37-da-constitui%C3%A7%C3%A3o-federal-de-1988
http://www.jusbrasil.com.br/legislacao/188546065/constitui%C3%A7%C3%A3o-federal-constitui%C3%A7%C3%A3o-da-republica-federativa-do-brasil-1988
http://www.jusbrasil.com.br/topicos/11264745/artigo-33-da-lei-n-8038-de-28-de-maio-de-1990
http://www.jusbrasil.com.br/legislacao/103460/lei-dos-recursos-extraordinario-e-especial-lei-8038-90
http://www.jusbrasil.com.br/topicos/28887105/artigo-1028-da-lei-n-13105-de-16-de-marco-de-2015
http://www.jusbrasil.com.br/legislacao/174276278/lei-13105-15
Por oportuno, informa que se encontra anexa a inclusa guia de 
recolhimento do preparo na forma do artigo 1.007 do Código de Processo Civil. 
Nestes termos, pede deferimento. 
Local e data 
Advogado... 
OAB 
RAZÕES DO RECURSO ORDINÁRIO CONSTITUCIONAL 
RECORRENTE: Sociedade empresária WW 
RECORRIDO: Secretário de Estado de Ordem Pública do Estado Alfa 
PROCESSO ORIGEM: Tribunal de Justiça de Alfa 
Superior Tribunal de Justiça, 
Colenda Turma, 
Ínclitos julgadores. 
 
I – RESUMO DO PROCESSO 
Após a tramitação do respectivo mandado de segurança, foi 
indeferido o pedido de reconsideração formulado pela sociedade empresária WW, 
relativo à decisão proferida pelo Secretário de Estado de Ordem Pública do Estado Alfa, 
que proibira a exploração de sua atividade econômica. Essa atividade consistia no reparo 
e no conserto de veículos automotores, sob a forma de unidade móvel, em que a estrutura 
da oficina, instalada em micro-ônibus, se deslocava até o local de atendimento a partir de 
solicitação via aplicativo instalado em aparelhos de computador ou de telefonia móvel. 
Ao fundamentar a sua decisão originária, cujos argumentos foram 
reiterados no indeferimento do pedido de reconsideração, o Secretário de Estado de 
Ordem Pública informou que embasara o seu entendimento no fato de a referida atividade 
não estar regulamentada em lei. Nesse caso, a Lei estadual no 123/2018, que dispunha 
sobre suas competências, autorizava expressamente que fosse vedada a sua exploração. 
Por ver na referida decisão um verdadeiro atentado à ordem 
constitucional, a sociedade empresária WW impetrou mandado de segurança contra o ato 
do Secretário de Estado perante o Órgão Especial do Tribunal de Justiça, órgão 
jurisdicional competente para processá-lo e julgá-lo originariamente, conforme dispunha 
a Constituição do Estado Alfa. 
Para surpresa da impetrante, apesar de o Tribunal ter reconhecido 
a existência de prova pré-constituída comprovando o teor da decisão do Secretário de 
Estado, a ordem foi indeferida, situação que permaneceu inalterada até o exaurimento da 
instância ordinária. A situação se tornara particularmente dramática na medida em que a 
proibição de exploração da atividade econômica iria inviabilizar a própria continuidade 
da pessoa jurídica, que não conseguiria saldar seus débitos e continuar atuando no 
mercado, o que exigiria a imediata demissão de dezenas de empregados. 
 
 II – DO CABIMENTO E DO FORO COMPETENTE 
Na forma do artigo 105, II, alínea b da Constituição Federal, e 
ainda do artigo 1.027, II, alínea a do Código de Processo Civil, em face de não ter tido a 
sua pretensão acolhida em única instância (competência originária) pelos Tribunais de 
Justiça dos Estados cabe recurso ordinário. 
E nos termos dos mesmos artigos acima citados, o foro 
competente para processar e julgar o presente recurso é o Superior Tribunal de Justiça. 
III – DA TEMPESTIVIDADE E DO PREPARO 
Primeiramente cumpre salientar que o Recorrente é parte legítima 
para interposição do presente recurso uma vez que possui interesse recursal por ter tido 
sua pretensão denegada pela decisão “a quo”, do mesmo modo a legitimidade passiva é 
do Secretário de Estado de Ordem Pública do Estado Alfa, pois este é quem integra o polo 
passivo do mandado de segurança por ser autoridade coatora. 
Quanto a tempestividade, tem-se que o recurso ordinário 
interposto é tempestivo, visto que o prazo para interposição é de quinze dias (artigo 1.003 
http://www.jusbrasil.com.br/topicos/10685354/artigo-105-da-constitui%C3%A7%C3%A3o-federal-de-1988
http://www.jusbrasil.com.br/topicos/10684866/inciso-ii-do-artigo-105-da-constitui%C3%A7%C3%A3o-federal-de-1988
http://www.jusbrasil.com.br/topicos/10684777/alinea-b-do-inciso-ii-do-artigo-105-da-constitui%C3%A7%C3%A3o-federal-de-1988
http://www.jusbrasil.com.br/legislacao/188546065/constitui%C3%A7%C3%A3o-federal-constitui%C3%A7%C3%A3o-da-republica-federativa-do-brasil-1988
do Código de Processo Civil e artigo 33 da lei 8.038/90), sendo estes contados em dias 
úteis nos termos do artigo 219 do CPC. 
Do mesmo modo, o recurso encontra-se, conforme guia anexa, 
com o devido preparo recolhido (artigo 1.007 do Código de Processo Civil). 
 
 IV – DAS RAZÕES DO RECURSO 
A lei estadual, na qual se embasou o Secretário de Estado, 
incursionou em matéria afeta ao interesse local, de competência legislativa dos 
Municípios, nos termos do Art. 30, inciso I, da CRFB/88, sendo formalmente 
inconstitucional. Além disso, é materialmente inconstitucional, na medida em que 
permitiu fosse vedado o exercício de uma atividade econômica por não estar disciplinada 
em lei, enquanto a regra é a liberdade, ressalvados os limitadores legais, nos termos do 
Art. 170, parágrafo único, da CRFB/88. A inconstitucionalidade da lei estadual nº 
123/2018 deve ser incidentalmente reconhecida. 
O ato do Secretário de Estado violou direito líquido e certo da 
recorrente de explorar a atividade econômica, o que justificaria o acolhimento do 
mandado de segurança, nos termos do Art. 5º, LXIX, da CRFB/1988. 
 
Além disso, há o risco de ineficácia da medida final se a liminar 
não