A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
8 pág.
A2 ATIVIDADE DE SISTEMA CARDIORRESPIRATÓRIO

Pré-visualização | Página 2 de 3

à parte do sangue que não passa pelos pulmões, sendo em torno de 2% em uma pessoa saudável e chegando a 50% em patologias.
	
	
	
Pergunta 5
1 em 1 pontos
	
	
	
	Após as trocas gasosas que ocorrem nos pulmões e nas células, os gases devem ser transportados para exercerem suas funções no organismo. O movimento de gases ocorre mediante o gradiente de pressão entre os ambientes de troca, e o transporte ocorre de diferentes maneiras, a depender de fatores como afinidade com a hemoglobina e solubilidade do gás no plasma sanguíneo.
 
Marque a alternativa que aponta corretamente a forma de transporte de dióxido de carbono que ocorre em maior quantidade no nosso organismo.
	
	
	
	
		Resposta Selecionada:
	 
Bicarbonato produzido no eritrócito.
	Resposta Correta:
	 
Bicarbonato produzido no eritrócito.
	Feedback da resposta:
	Sua resposta está correta. A solubilidade de CO2 é cerca de 20 vezes maior que a de O2. O CO2 que se dissolve nos eritrócitos do sangue é rapidamente combinado com a água decorrente da ação da anidrase carbônica. O ácido carbônico rapidamente se dissocia em hidrogênio e bicarbonato. O hidrogênio é tamponado pela hemoglobina, enquanto o bicarbonato produzido nessa reação entra no plasma, sendo essa a principal forma de transporte do CO2.
	
	
	
Pergunta 6
1 em 1 pontos
	
	
	
	A espirometria é um exame realizado para avaliar a função pulmonar a partir da medida dos volumes e capacidades pulmonares. A pessoa respira por meio de um bocal com o nariz tampado e um aparelho registra graficamente curvas de volumes pulmonares. A partir da espirometria, pode-se obter medidas estáticas, como os volumes e capacidades pulmonares, e medidas consideradas dinâmicas, quando se relaciona, por exemplo, a ventilação com o tempo. Entre as finalidades das provas de função pulmonar realizadas por meio da espirometria estão: diagnóstico de doenças respiratórias, avaliação pré-operatória.
 
GUYTON, A. C.; HALL, J. E. Tratado de Fisiologia Médica . 13. ed. Rio de Janeiro: Elsevier, 2017.
 
A figura a seguir representa um gráfico obtido por meio da espirometria.
Fonte: ellepigrafica, Shutterstock, 2019.
 
A seguir, são relacionados os volumes pulmonares:
I - Volume corrente.
II - Volume residual.
III - Volume de reserva expiratório.
IV - Volume de reserva inspiratório.
 
Agora, associe os volumes relacionados com as definições a seguir.
 
( ) Volume que permanece nos pulmões após uma expiração forçada, correspondendo a um volume de 1200ml. Esse volume não pode ser medido diretamente pela espirometria.
( ) Máximo de ar que pode ser expirado, após uma expiração normal, cerca de 1100ml.
( ) Máximo de volume que pode ser inspirado além do volume corrente, sendo 3000ml, em média.
( ) Corresponde ao volume de ar inspirado ou expirado a cada respiração normal, sendo cerca de 500ml.
 
Agora, assinale a alternativa que apresenta a sequência correta.
	
	
	
	
		Resposta Selecionada:
	 
2, 3, 4, 1.
	Resposta Correta:
	 
2, 3, 4, 1.
	Feedback da resposta:
	Sua resposta está correta. O volume corrente corresponde ao inalado ou exalado durante uma respiração normal. O volume de reserva inspiratório é o máximo que pode ser inspirado forçadamente após o volume corrente. O volume de reserva expiratório é o máximo que pode ser exalado após o volume corrente. O volume residual é o ar que continua nos pulmões mesmo após uma expiração forçada, não podendo ser avaliado diretamente pelo exame de espirometria.
	
	
	
Pergunta 7
0 em 1 pontos
	
	
	
	A resistência das vias aéreas é a relação entre as pressões que movimentam o ar e o fluxo de ar nas vias aéreas. Para que ocorra fluxo de ar, as pressões devem ser suficientes para vencerem a resistência das vias aéreas. Essa resistência varia de acordo com o calibre das vias. Deve-se considerar, no entanto, que o parâmetro de resistência é dinâmico, e não estático, pois fatores como a contração da musculatura lisa das vias aéreas e o próprio volume pulmonar podem influenciar a resistência à passagem do ar.
Analise as seguintes afirmações a respeito da resistência das vias aéreas.
 
I – Quando ocorre uma diminuição no calibre das vias aéreas, há um aumento proporcional na resistência oferecida pelas vias aéreas à passagem do ar devido à diminuição do fluxo de ar.
II – O local que oferece maior resistência à passagem do ar é a região de brônquios de calibre médio.
III – Estímulos variados podem levar à contração da musculatura lisa brônquica causando aumento da resistência das vias aéreas; isso ocorre, por exemplo, na asma.
 
Agora, assinale a alternativa que apresenta a sequência correta de respostas.
	
	
	
	
		Resposta Selecionada:
	 
III, apenas.
	Resposta Correta:
	 
II e III.
	
	
	
Pergunta 8
1 em 1 pontos
	
	
	
	Durante cada ciclo respiratório ocorrem variações de pressões e volumes torácicos. Na inspiração ocorre expansão da caixa torácica. Já na expiração, há redução do volume intratorácico. A espirometria é um exame que analisa as medidas de volumes e capacidades pulmonares, sendo auxiliar na avaliação da mecânica e da função respiratória. Existem valores previstos de normalidade, que servem de referência para avaliar possíveis alterações. Isso porque há patologias que atingem o sistema respiratório e afetam esses valores.
 
Considere as capacidades pulmonares:
 
I – Capacidade inspiratória.
II – Capacidade pulmonar total.
III – Capacidade vital.
IV – Capacidade residual funcional.
 
Associe as capacidades às definições relacionadas a seguir:
 
( ) Quantidade máxima de ar que pode ser expirada, após uma inspiração máxima, correspondendo à soma do volume de reserva inspiratório, do volume corrente e do volume de reserva expiratório (4600ml).
( ) Quantidade de ar que permanece no pulmão a partir do final de uma expiração normal, sendo a soma do volume de reserva expiratório e do volume residual (2300ml).
( ) Quantidade de ar que fica contida nos pulmões ao final de uma inspiração máxima, sendo a soma dos quatro volumes pulmonares (5800ml).
( ) Máximo de ar que pode ser inspirado a partir do final de uma expiração normal, sendo a soma do volume corrente e do volume de reserva inspiratório (3500ml).
 
Agora, assinale a alternativa que apresenta a sequência correta de respostas.
	
	
	
	
		Resposta Selecionada:
	 
III, IV, II, I.
	Resposta Correta:
	 
III, IV, II, I.
	Feedback da resposta:
	Sua resposta está correta. A maior quantidade de ar que pode ser expirada depois de uma inspiração máxima é um índice de função pulmonar denominado capacidade vital. A capacidade inspiratória é a soma do volume corrente com o volume de reserva inspiratório. A capacidade residual funcional é o volume que permanece nos pulmões após a expiração do volume corrente. Ela não pode ser medida diretamente pela espirometria, assim como a capacidade pulmonar total, que corresponde à soma dos quatro volumes pulmonares.
	
	
	
Pergunta 9
1 em 1 pontos
	
	
	
	Analise o texto a seguir.
 
“Ventilação é um fenômeno mecânico, que obedece às leis da física na medida em que se relaciona com o comportamento dos gases. Esse processo baseia-se em um sistema de vias respiratórias abertas e pressões criadas à medida que os movimentos dos músculos respiratórios alteram o volume da caixa torácica. O grau com que os pulmões enchem e esvaziam depende das pressões respiratórias que os insuflam, da complacência pulmonar e da resistência nas vias respiratórias”.
 
GUYTON, A. C.; HALL, J. E. Tratado de Fisiologia Médica . 13. ed. Rio de Janeiro: Elsevier, 2017. p. 927.
 
As propriedades elásticas do tecido pulmonar e a presença do surfactante pulmonar interferem na complacência dos pulmões. Alterações na complacência pulmonar podem levar a importantes disfunções na mecânica respiratória.
 
Leia atentamente as afirmativas a seguir sobre a mecânica ventilatória, e assinale V para as verdadeiras e F, para as falsas.
 
( ) Os pulmões apresentam uma tendência de retração em direção ao seu volume mínimo.
( ) Fibras elásticas e colágenas do tecido pulmonar são as únicas responsáveis pela sua

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.