A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
6 pág.
EXERCICIOS UNIDADE

Pré-visualização | Página 1 de 2

EXERCICIOS UNIDADE II
Metodologia da Pesquisa Científica 
Unidade II - Caminhos e descaminhos do saber II
Exercício de reflexão_06
	Iniciado em
	quinta, 7 Nov 2019, 09:21
	Estado
	Finalizada
	Concluída em
	quinta, 7 Nov 2019, 09:27
	Tempo empregado
	5 minutos 21 segundos
Parte superior do formulário
Questão 1
Completo
Vale 1,00 ponto(s).
Marcar questão
Texto da questão
Em 1João 3.20, lemos: “E, ainda que a consciência nos condene, Deus é maior que nossa consciência e sabe todas as coisas”. É sobre esse texto que reflete o podcast acima. Diante do que foi discutido até aqui e desse podcast, responda: “Que frutos o exercício da honestidade, um exame do coração e da consciência, pode trazer para a vida intelectual”?
 O principal fruto é o Amor ,a pratica do amor, não é possível dizermos que amamos a Deus e não amamos nosso irmão, temos que demostrar esse amor através das nossas ações e consequentemente devemos expressar com a nossa honestidade para com todos e deixar ser confrontado pela verdade do amor e que o ódio seja extinto do nosso coração. Pois Deus tudo vê e quando estamos dispostos a limpar todo mal dentro de nós , podemos ser seres humanos melhores.
Feedback
REAÇÃO do professor: Obrigado por sua resposta! Este é um exercício pessoal de aplicação, portanto, a resposta pode variar de acordo com a percepção e experiência de cada pessoa. Mas o exercício tem um ponto de partida, que é a reflexão proposta anteriormente. Seguindo o que nela se expõe, você poderia ter ressaltado que um dos frutos é o autoconhecimento; uma melhor compreensão de si que, por sua vez, leva a uma maior compreensão e menor julgamento sem embasamento da vida e do pensamento das outras pessoas. Se nossa consciência não nos condena, o caminho não é se apresentar diante do outro com pedras e acusações em mãos, mas diante de Deus, que “é maior que nossa consciência”, tem a chave dos corações humanos e nos conhece muito melhor e mais profundamente do que nós podemos nos conhecer.
Parte inferior do formulário
Exercício de reflexão_07
	Iniciado em
	quinta, 7 Nov 2019, 09:28
	Estado
	Finalizada
	Concluída em
	quinta, 7 Nov 2019, 09:35
	Tempo empregado
	6 minutos 46 segundos
Parte superior do formulário
Questão 1
Completo
Vale 1,00 ponto(s).
Marcar questão
Texto da questão
O que você normalmente faz quando os pensamentos, sejam eles cobiçosos ou de qualquer outra natureza, assaltam sua mente? Escreva aqui uma estratégia pessoal, à luz das reflexões acima, para lidar com pensamentos e emoções “fora de lugar”, especialmente em como filtrá-los na relação com outras pessoas.
 Esses pensamentos são constantes e obscuros, ele estão a todo momento, por mais que eu fuja deles, sou ser humano e as vezes meu refugio é o choro, o isolamento e poucas palavras com Deus, para que esse mal seja retirado pela raiz, pois o sentimento é horrível quando vem, o pedido a Deus é que isso venha ser banido imediatamente da minha vida, pois sou sondado pela depressão e isso não é bom. o meu desejo é paz.
Feedback
REAÇÃO do professor: Obrigado por sua resposta! O exercício é um convite à reflexão e a resposta é, de novo, pessoal. A ideia é fazer você pensar de modo responsivo ao que vimos refletindo. As estratégias, portanto, podem ser bem variadas. Compartilho uma que tenho adotado: tenho tentado tornar esses momentos em lugares de escuta e aprendizado. Esses pensamentos fazem parte de meu mundo de desejos, embora nem todos sejam “desejáveis”. Preciso aprender o que eles dizem sobre meu estado atual e ou minhas reações ao mundo e às situações sem, no entanto, acreditar que preciso realizar tudo o que se passa ali, pela consciência de que eu não sou, necessariamente o que penso. Uma escuta atenta, mas desconfiada, desses humores, desejos e pensamentos que me assaltam dia e noite, aliada ao poder do Espírito, que invade minha consciência apontando caminhos para a descoberta de quem sou, pode me auxiliar a não mais ser refém de pensamentos ou desejos.
Exercício de fixação_08
	Iniciado em
	quinta, 7 Nov 2019, 09:36
	Estado
	Finalizada
	Concluída em
	quinta, 7 Nov 2019, 09:36
	Tempo empregado
	9 segundos
	Comentários
	
Parte superior do formulário
Questão 1
Correto
Atingiu 1,00 de 1,00
Marcar questão
Texto da questão
Segundo o que acabamos de estudar, o que difere o modo de pensar-ser-fazer inconformado do conformado? Assinale a alternativa correta:
Escolha uma:
a. O inconformado é essencialmente indignado com tudo e com todas as formas; já o conformado apenas aceita a realidade como ela é.
b. O inconformado é o que não aceita tomar forma alguma; já o conformado facilmente se ajusta e se adapta às formas.
c. O inconformado reconhece a natureza provisória da forma, e, por isso, segue o sopro do Espírito; o conformado acredita que a essência está na forma, e se identifica sem problemas com seu entorno por isso
Feedback
Sua resposta está correta.
a. O inconformado é essencialmente indignado com tudo e com todas as formas; já o conformado apenas aceita a realidade como ela é.
[Alternativa incorreta: Embora a inconformidade exija, vez por outra, uma dose de indignação, o inconformado não é indignado com tudo; já aceitar a realidade “como ela é” é uma coisa que qualquer pessoa sã deveria fazer, o que não significa se conformar com o que nela está posto].
b. O inconformado é o que não aceita tomar forma alguma; já o conformado facilmente se ajusta e se adapta às formas.
[Alternativa incorreta: O inconformado também toma forma, como expliquei acima; a diferença deste para o conformado é que, enquanto a forma é a “tábua de salvação” do conformado, para o inconformado ela é apenas uma capa removível, substituível, porque provisória].
c. O inconformado reconhece a natureza provisória da forma, e, por isso, segue o sopro do Espírito; o conformado acredita que a essência está na forma, e se identifica sem problemas com seu entorno por isso.
[Alternativa correta: O inconformado é, como eu disse, mutante, porque segue o Espírito, que sopra onde quer; o problema do conformado está justamente em acreditar que a forma é tudo o que há para se identificar, especialmente aquela que é “tendência” ou que “está na moda”].
A resposta correta é: O inconformado reconhece a natureza provisória da forma, e, por isso, segue o sopro do Espírito; o conformado acredita que a essência está na forma, e se identifica sem problemas com seu entorno por isso
.
Exercício de fixação_09
	Iniciado em
	quinta, 7 Nov 2019, 09:47
	Estado
	Finalizada
	Concluída em
	quinta, 7 Nov 2019, 09:47
	Tempo empregado
	12 segundos
	Comentários
	
Parte superior do formulário
Questão 1
Correto
Atingiu 1,00 de 1,00
Marcar questão
Texto da questão
De acordo com o texto que lemos acima, quando a questão do “não-ser” pode se tornar um problema?
Escolha uma:
a. Quando não há aceitação da imperfeição, assumindo um outro-eu.
b. Quando as limitações são reconhecidas e aceitadas.  
c. Quando há equilíbrio entre a aceitação e a autoafirmação.
d. Quando afirmamos com coragem a integridade da vida, incluindo sua ambiguidade.
Feedback
Sua resposta está correta.
Resposta do professor: “O ‘não ser’  se torna um problema quando não aceitamos nossa condição humana de imperfeição. A consequência disso é a criação de um outro-eu, que tenta demonstrar uma vida perfeita, jovem, com disposição, títulos. Isso tudo em busca de que aprovação, dos outros e de nós mesmos. Porém, é preciso coragem para assumir quem somos e aceitar a graça de Deus”.
A resposta correta é: Quando não há aceitação da imperfeição, assumindo um outro-eu.
.
Exercício de aplicação_10
	Iniciado em
	quinta, 7 Nov 2019, 09:49
	Estado
	Finalizada
	Concluída em
	quinta, 7 Nov 2019, 09:50
	Tempo empregado
	10 segundos
	Comentários
	
Parte superior do formulário
Questão 1
Correto
Atingiu 1,00 de 1,00
Marcar questão
Texto da questão
Leia a seguir e reflita um pouco sobre