A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
7 pág.
Tegumento Comum - @Laravet

Pré-visualização | Página 1 de 2

O que é? 
O tegumento comum ou sistema 
tegumentar é tudo aquilo que reveste a 
parte externa do corpo dos animais, dando 
proteção ao organismo contra a 
desidratação, raios violetas emitidos pelo 
sol, hidratação excessiva, microrganismos 
patogênicos e etc. Ele pode apresentar 
pelos, como nos mamíferos; penas, como 
nas aves e escamas nos peixes. 
Pele: 
A pele é composta por 3 camadas: 
1º. Camada mais superficial: 
Epiderme 
o Queratinizado; 
o Formada por tecido Epitelial 
(Função: proteger a pele e dar 
resistência) 
o Essa camada sempre está se 
renovando; 
o Possui células responsáveis pela 
produção de melanina – o pigmento 
da pele; 
o Onde ficam os parasitas da pele 
(ex: Erliquiose canina – Carrapato) 
 
 
 
 
2º. Camada mais espessa: 
Derme 
o Abaixo da epiderme; 
o Formada por tecido 
Conjuntivo 
o Possui terminações 
nervosas, vasos linfáticos, 
sanguíneos e porções basais 
de glândulas 
o (Função: apoiar a epiderme, 
dando à pele resistência e 
elasticidade) 
 
3º. Camada mais profunda: 
Hipoderme 
o Abaixo da derme; 
o Formada por tecido 
Conjuntivo; 
o Muito rica de tecido 
Adiposo; 
o (Função: reserva de 
gordura e regulador 
de temperatura corporal, 
devido à propriedade 
isolante da gordura – 
reduz a perda de calor do 
corpo para o meio. 
 
 
 
 
@Larav.studies 
https://www.infoescola.com/bioquimica/melanina/
https://www.infoescola.com/fisiologia/temperatura-corporal/
 
Pelos: 
o Característico dos mamíferos 
o Tipos de pelos: 
Pelos de 
Proteção 
Pelos 
Lanosos 
Pelos 
Tácteis 
Lisos, rijos, 
“sobreco - 
bertura” 
Ondulados, 
finos, 
“subpelo” 
Mais grossos, 
associados a 
receptores 
táteis, 
principalmente 
face (lábio 
superior e 
próximo aos 
olhos) 
(Exemplo de pelos tácteis são as vibrissas 
(“bigode”) do gato, que lhe permitem avaliar 
variações do ar em um ambiente próximo. Assim, 
durante a noite, essas diferentes variações, 
permitem ao gato detectar qualquer objeto que 
passa próximo dele. As vibrissas dão ao gato, e 
aos demais felinos, a capacidade de 
previsibilidade quase infalível. Elas são totalmente 
sensíveis ao ar, o que lhes permite sentir o 
tremular da terra, um temporal, a chegada de 
uma tempestade ou acontecimentos que 
provocam variações ínfimas, mesmo que tais 
eventos não aconteçam definitivamente. Está 
particularidade explica por qual motivo o gato 
ocasionalmente tende a correr como um louco 
quando não há razão aparente). 
 
 
 
 
Coxins: 
o Cobertos por epiderme 
desprovida de pelos e 
densamente cornificada; 
o Tela subcutânea 
espessa e resistente: fibras 
colágenas e elásticas + tecido 
adiposo; 
o Epiderme muito queratinizada; 
o Em ungulados: apenas os coxins 
digitais são funcionais e entram em 
contato com o solo, geralmente 
incorporados ao casco 
 Suínos e ruminantes: bulbo 
 Equinos: ranilha 
 
 
 
 
 
 
 
 
Animais que não possuem pelo tem a 
pele glabra – ausência de folículo piloso 
(pelos) 
 
https://pt.wikipedia.org/wiki/Ar
https://pt.wikipedia.org/wiki/Solo
https://pt.wikipedia.org/wiki/Tempestade
Cornos: 
o Em ruminantes domésticos: 
permanentes 
o Raças naturalmente mochas (sem 
chifres) 
o Apresentam bases ósseas fornecidas 
pelos processos cornuais dos ossos 
frontais 
o Em bovinos, esses processos são 
invadidos pelos seios frontais, que 
consequentemente são abertos quando 
um animal adulto é descornado. 
 
o CRIFRES X CORNOS: 
 
Glândulas da pele (exócrinas): 
o Holócrinas: sebo 
o Merócrina: suor 
o Apócrinas: mamária 
 
 
 
 Sebáceas (holócrinas): 
 
o Glândulas circum-orais (em torno 
da boca) 
o Glândulas cornuais (corno) 
o Glândulas do seio infra-orbital 
(em torno do olho) 
o Glândulas cárpicas (carpo) 
o Glândulas do seio interdigital 
(entre os dígitos) 
o Glândulas do seio inguinal 
o Glândulas prepuciais (membrana 
que percorre o pénis) 
o Glândulas da cauda (cauda) 
o Glândulas circum-anais (ânus) 
o Glândulas dos seios paranais (em 
torno do ânus) 
 
 Sudoríparas (merócrina): 
 
o Geralmente dispersas por todo 
o corpo; 
o Escassas em carnívoros e 
suínos; 
o Equinos: transpiram 
abundantemente, suor 
albuminoso (“espuma”); 
o Cães e gatos: coxins 
 
 
 
 
 
 
Chifres Cornos 
São estruturas 
completamente 
compostas por 
ossos e geralmente 
são ramificados 
(nesse caso 
chamados de 
galhadas, apenas 
pela aparência, não 
pela origem) 
São projeções 
ósseas recobertas 
por queratina (que 
é uma proteína 
sintetizada pelo 
corpo responsável 
por formar várias 
estruturas do 
corpo 
@Larav.studies 
 Mamárias (apócrinas): 
o São glândulas sudoríferas 
muito aumentadas e 
altamente modificadas; 
o Secreção: finalidade de 
alimentação do filhote; 
o Colostro (leite modificado): 
produzido imediatamente 
após o parto, responsável 
pela transferência de 
imunidade passiva ao neonato 
– anticorpos 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Espécie N° de Glând. 
Mamárias 
Torácicas Abdominais Inguinais 
Bovino 4 - - 4 
Ovino 2 - - 2 
Caprino 2 - - 2 
Suíno 12 4 6 2 
Glândulas 
exócrinas 
Classificação Modo de 
secretar 
Representação 
 
 
 Sudoríferas 
 
 
Merócrinas 
A secreção é 
liberada sem 
que haja 
qualquer perda 
do citoplasma. 
 
 
 
Mamárias 
 
 
Apócrinas 
Eliminam 
secreção 
juntamente 
com porções do 
citoplasma. 
 
 
 Sebáceas 
 
Holócrinas 
Toda a célula é 
eliminada junto 
com a secreção. 
 
Glândulas mamárias (cadela e gata): 
Distribuição das glândulas mamárias e número de 
orifícios encontrados em cada papila mamária: 
@Larav.studies 
Classificação dermatológica quanto à morfologia das lesões em animais: 
Lesões Primárias 
Lesão Descrição Padrão 
Mácula Área circunscrita, plana e não 
palpável cor distinta a pele ao 
redor, de até 1cm de diâmetro. 
Máculo-papular; 
pigmentada 
Mancha Máculas (manchas) maiores que 
1cm. 
Máculo-papular; 
pigmentada 
Pápula Lesão sólida circunscrita, 
elevada, superficial de até 1cm 
de diâmetro. 
Máculo-papular; 
pigmentada 
 
Placa 
Lesão sólida superficial, plana, 
circunscrita e elevada, com mais 
de 1cm de diâmetro. Uma pápula 
que aumentou em duas 
dimensões. 
Pápulo-nodular –placa 
Inchaço Uma pápula ou placa edematosa 
e transitória. 
Pápulo-nodularplaca; 
endurecido, turgido 
 
Nódulo 
Lesão palpável, sólida 
arredondada ou elíptica com 
profundidade/espessura. Uma 
pápula que aumentou em 3 
dimensões. 
Pápulo-nodular – nódulo 
Cisto/Tumor Cavidade elíptica, fechada, 
contendo fluido ou material semi-
sólido. 
Vesículopustular; pápulo- 
-nodular- nódulo 
Vesícula Elevação circunscrita de até 1cm 
de diâmetro, contendo fluido 
seroso. 
Vesículo-pustular. 
Bolha Uma vesícula com mais de 1cm 
de diâmetro 
Vesículo-pustular 
Pústula Lesão elevada circunscrita 
contendo fluido purulento. 
Vesículo-pustular 
 
Petéquia 
Área de depósito de sangue ou 
seus pigmentos, com até 1cm de 
diâmetro; a de coloração 
arroxeada chama-se púrpura. 
Pigmentado - vermelho 
 
Equimose 
Área de depósito de sangue ou 
seus pigmentos, com mais de 
1cm de diâmetro; a de coloração 
arroxeada chama-se púrpura. 
Pigmentado - vermelho 
@Larav.studies 
Lesões Secundárias 
Lesão Descrição Padrão 
Descamação Perda de células da epiderme 
que podem estar secas ou 
oleosas. 
Esfoliativo; máculo-
papular 
Colarete epidérmico Aro circular de descamação. Esfoliativo; vesículo—
pustular 
Comedo Oclusão do folículo piloso 
(poro) 
Esfoliativo 
 
Erosão 
Uma escavação da pele 
limitada à epiderme e que não 
ultrapassa a junção derme-
epiderme 
Erosivoulcerativo 
Úlcera Cavitação de tamanho e 
forma irregulares que 
estende-se pela derme 
Erosivoulcerativo 
Crosta Coleções de exsudatos 
cutâneos de diversas cores 
Erosivoulcerativo 
Escoriação Abrasão da pele, usualmente 
de origem superficial e 
traumática. 
Erosivoulcerativo 
Fissura Rachadura na pele definida 
por paredes de bordas 
‘afiadas’ 
Erosivoulcerativo