A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
1 pág.
Redação modelo: mercado de trabalho

Pré-visualização | Página 1 de 1

Tema: os efeitos trazidos pelas mudanças no mercado de trabalho de trabalho
	
A Teoria da Evolução, de Charles Darwin, sugere que os indivíduos mais bem adaptados ao meio têm maiores chances de sobrevivência que os menos adaptados. De maneira análoga, as mudanças observadas no mercado de trabalho contemporâneo deixarão para o período sucesso ecos de evolução de grande impacto, onde indivíduos serão atingidos de maneira antagônica, indicando a necessidade de adaptação da sociedade. Nessa perspectiva, convém analisar os efeitos da inercial problemática.
	A princípio, a massificação dos robôs e dos serviços automatizados é um fator recrudescente do cenário empregatício global. A 4ª Revolução Industrial é um tópico em questão na nova era, onde há convergência dos mundos físico, digital e biológico. Nesse paradigma, a mão de obra não qualificada é facilmente substituída pela máquina e, certamente, a afluência do desemprego e redução dos salários será de grande impacto, alterando significativamente a forma como a sociedade se relaciona com o mercado de trabalho, ao mesmo tempo que descartará profissões outrora necessárias. Portanto, é essencial que subterfúgios sejam alcançados para a adaptação às mudanças em frente a nova era.
	Outrossim, a desigualdade social, característica da sociedade pós-moderna, é acentuada com as mudanças no mercado de trabalho. Sob a perspectiva de São Tomás de Aquino, todos os indivíduos de uma sociedade democrática possuem a mesma importância, além dos mesmo direitos e deveres. No entanto, sabe-se que no Brasil, assim como em outros países subdesenvolvidos, grande parte da população não possui acesso a um direito básico: a educação. Desse modo, em vista da perspectiva de substituição dos serviços, os estratos sociais que não possuem condições de aperfeiçoar seu aprendizado e habilidades e de reinventar-se em suas profissões serão, naturalmente, excluídos do mercado de trabalho, centralizando ainda mais o poder econômico. Logo, é necessário que a garantia de acesso à educação seja prioridade para a população vulnerável.
	Os efeitos trazidos pelas mudanças no mercado de trabalho são um desafio na sociedade hodierna, por conseguinte, medidas devem ser adotadas. Convém a mídia, por meio de programas de TV, sites e redes sociais, abordar com mais ênfase como os avanços tecnológicos afetam o mercado de trabalho, para que os indivíduos tenham uma visão mais crítica sobre suas profissões e possíveis adaptações futuras. Ademais, o Ministério da Educação, com a ampliação de cursos técnicos e de especialização, deve garantir o acesso ao ensino profissionalizante às populações de baixa renda, a fim de assegurar futuros empregados qualificados e preparados para os óbices da nova era. Com essas medidas, será possível adaptar os indivíduos para as mudanças no mercado de trabalho, em consoante à Teoria da Evolução de Charles Darwin.