A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
2 pág.
Terceiro Setor - Imunidade e isenção e certificação

Pré-visualização | Página 1 de 1

Contabilidade do Terceiro Setor
Questão 1) Marque a resposta INCORRETA sobre imunidade e isenção:
 a) A isenção é uma hipótese de exclusão de crédito tributário e é sempre estabelecida pela Constituição Federal.
 b) A hipótese de incidência e o fato gerador ocorrem na isenção, mas é impedida a constituição do crédito tributário.
 c) Existe obrigação tributária na isenção, enquanto na imunidade não.
 d) A vedação constitucional à União, aos Estados, ao Distrito Federal e aos Municípios de instituir impostos sobre templos de qualquer culto é uma modalidade de imunidade.
e) Na imunidade não há ocorrência do fato gerador.
Questão 2) Opera-se a dispensa legal de pagamento do tributo devido, pressupondo crédito tributário regularmente constituído, por meio da
 a) isenção.
 b) prescrição.
 c) decadência.
 d) imunidade.
 e) remissão
Questão 3) A instituição de assistência social “Criança Feliz” não paga IPTU (imposto predial e territorial urbano) porque não tem fins lucrativos e, atendendo aos requisitos da lei, está abrangida pela
 a) não incidência infraconstitucional.
 b) isenção.
 c) remissão.
 d) imunidade.
Questão 4) A imunidade e a isenção:
a) são institutos que possuem a mesma origem.
b) identificam-se por representarem, ambas, liberalidades fiscais.
c) identificam-se em nível da lei que as concede.
d) distinguem-se porque a primeira verifica-se no âmbito do poder de tributar, ao passo que a segunda se constitui em mero não exercício da competência tributária.
e) confundem-se quanto ao efeito que produzem, na medida em que o crédito tributário constituído será dispensado da cobrança relativamente ao contribuinte, em ambos os casos.
Questão 5) A imunidade distingue-se da isenção, considerando-se que:
a) Não libera o contribuinte do cumprimento de obrigações acessórias, diversamente do que ocorre com a isenção, que possui natureza mais abrangente.
b) Constitui uma limitação constitucional ao poder de tributar, enquanto a isenção pode ser concedida por lei ordinária ou complementar.
c) É sempre de caráter subjetivo, ao contrário da isenção que é exclusivamente objetiva.
d) Existe somente em relação a pessoas jurídicas de direito público, ao passo que a isenção também pode beneficiar pessoas de direito privado.
e) Constitui-se em mero não exercício da competência tributária.
Questão 6) O Terceiro Setor é formado por instituições não governamentais, que expressam a sociedade civil, com participação de voluntários, para atendimento de interesse público em diferentes áreas. Em pesquisas recentes aponta-se que no Brasil existem cerca de 300 mil dessas instituições, compondo um conjunto de grande diversidade. Mas, as organizações que compõem esse setor tem algumas características em comum. 
Sobre as instituições que formam o Terceiro Setor é INCORRETO afirmar:
 a) São de caráter privado, mas desenvolvem um trabalho de interesse público.
 b) Trabalham na defesa e garantia dos direitos.
 c) Remuneram seus dirigentes que atuam efetivamente na gestão executiva da entidade.
 d) Podem contar com o trabalho de um corpo de voluntários.
 e) Não podem acumular as duas certificações (CEBAS e OSCIP).
 Questão 7) As OSCIPS (Organizações da Sociedade Civil de Interesse Público):
a) estão dispensadas de elaborar as demonstrações contábeis.
b) podem firmar termos de parceria com o Estado, não sujeitos à Lei de Licitações.
c) não estão sujeitas à prestação de contas de gastos de dinheiro público.
d) estão isentas de inscrição no Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica.
e) estão impedidas de remunerar seus dirigentes, mesmo que atuem efetivamente na gestão executiva, sob pena de perder os benefícios fiscais que gozam.

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.