A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
4 pág.
Disciplina prova regime anduadeiro

Pré-visualização | Página 1 de 1

Disciplina: GST1805 - LEGISLAÇÃO ADUANEIRA 
	Período: 2020.3 EAD (GT) / AV
	Aluno: JOSIANE ROSA MACHADO
	Matrícula: 201908132991
	Data: 24/11/2020 17:44:45
	Turma: 9003
	
	 ATENÇÃO
		1. Veja abaixo, todas as suas respostas gravadas no nosso banco de dados.
	2. Caso você queira voltar à prova clique no botão "Retornar à Avaliação".
	
	 1a Questão (Ref.: 201908352491)
	Qual é o entendimento da ZONA SECUNDÁRIA dentro do conceito de território aduaneiro?
		
	
	Zona Secundária é a parte territorial compreendida pelas aguas lacustres e fluviais localizadas em pontos de fronteira, sob o controle da Polícia Federal em coordenação com a Receita Federal.
	
	Zona Secundária é o território aduaneiro, incluindo o espaço aéreo e as 200 milhas marítimas, excluída a parte territorial denominada Zona Primária.
	
	Não existe Zona Secundária, pois o território aduaneiro compreende toda a Zona Primária, incluindo as aguas territoriais e o espaço aéreo.
	
	Zona Secundária é o espaço marítimo além das 200 milhas, sob controle da Marinha do Brasil.
	
	Zona Secundária é o espaço aéreo sob controle do Ministério da Defesa.
	
	
	 2a Questão (Ref.: 201908352305)
	Por força da legislação Aduaneira vigente, a Receita Federal do Brasil (RFB) exerce o controle aduaneiro de mercadorias na entrada ou saída do território aduaneiro brasileiro. Basicamente, esse controle aduaneiros monitora que tipo atividades?
		
	
	O foco principal e exclusivo do controle aduaneiro é monitorar atividades ilícitas, como a evasão de divisas, produto de atividades de contrabando e descaminho.
	
	O controle aduaneiro, além da entrada e saída de mercadorias, tem como foco exclusivo e principal o controle de bagagem de pessoas físicas que entram e saem do território.
	
	O controle aduaneiro monitora atividades cambiais e financeiras operadas pelos bancos.
	
	Embora o motivo principal seja a entrada e saída de mercadorias do território aduaneiro brasileiro, o controle aduaneiro visa como foco principal o pagamento de divisas.
	
	O controle aduaneiro exercido pela Receita Federal tem como objetivo principal fiscalizar a entrada e saída de mercadorias produto de operações de exportação e importação.
	
	
	 3a Questão (Ref.: 201908201495)
	A Exportação é uma das operações de comércio internacional que recebe incentivos tributários da parte do governo federal e dos governos estaduais. Na relação abaixo encontram-se os tributos que normalmente são isentos, reduzidos ou suspensos nas operações de exportação. Sinalize a única opção fora deste contexto:
		
	
	TUP - Taxa de Utilização Portuária
	
	COFINS - Contribuição para o Financiamento da Seguridade Social
	
	ICMS - Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços
	
	PIS - Programa de Integração Social
	
	IPI - Imposto sobre Produtos Industrializados
	
	
	 4a Questão (Ref.: 201908382967)
	No que se refere ao trânsito aduaneiro temos a emissão da declaração de trânsito, documento obrigatório para a locomoção das mercadorias dentro do território aduaneiro. Quais são os tipos de declaração. Assinale a resposta correta.
		
	
	DTT, Cautela fiscal, DTC, DTA
	
	MIC-DTA, TIF-DTA, DTC
	
	MDIC, Secex, Sisbacen e Siscomex
	
	Mantra, DTA, DTT, DTC e Siscomex
	
	DTA, MIC-DTA, TIF-DTA, DTT, DTC
	
	
	 5a Questão (Ref.: 201908353247)
	Uma empresa estrangeira pode enviar matéria-prima e componentes, para uma empresa brasileira fabricar os seus produtos?
		
	
	É normal esse procedimento, por diversas razões uma empresa estrangeira pode enviar matéria-prima para uma empresa brasileira com fins de fabricação, operação aduaneira conhecida como Exportação Temporária para Aperfeiçoamento Passivo.
	
	Essa operação está limitada à indústria automobilística, conhecida como admissão temporária.
	
	É normal esse procedimento, pois por razões comerciais ou tecnológicas, empresa estrangeiras pode enviar matéria-prima para empresa brasileira fabricarem o produto acabado, operação conhecida como Admissão Temporária para Aperfeiçoamento Ativo.
	
	De acordo com a legislação aduaneira vigente, no Brasil somente podem ser importados produtos acabados e não matéria-prima para futura industrialização.
	
	Nenhum país vai prejudicar a mão obra nacional em detrimento de trasladas a fabricação no exterior, atér porque a Organização Mundial de Comércio - OMC veta esse procedimento aduaneiro.
	
	
	 6a Questão (Ref.: 201908353240)
	Um fabricante brasileiro pode enviar matéria-prima e componentes para uma empresa estrangeira fabricar o produto?
		
	
	Não poderá fazer essa operação, pois a mercadoria tem que ser fabricada em terrório nacional.
	
	Para um fabricante brasileiro poder produzir seus produtos, tem obrigatoriamente que utilizar mão de obra nacional.
	
	Não se pode exportar matéria-prima e importar produto acabado, pois o fabricante brasileiro deverá utilizar obrigatoriamente o parque industrial localizado em território nacional.
	
	Não existem limitações, uma empresa brasileira pode sim enviar matérias-primas para fabricar no exterior, procedimento conhecido na legislação aduaneira brasileira como exportação temporária para aperfeiçoamento passivo.
	
	Poderia, desde que fosse viável do ponto de vista econômico e industrial mais está limitado a matérias - primas que sejam vinculadas ao agronegócio, de acordo com a legislação aduaneira
	
	
	 7a Questão (Ref.: 201908202974)
	Qualquer mercadoria pode ser aplicada ao regime aduaneiro denominado REPEX?
		
	
	Sim, o REPEX funciona de forma semelhante a um Drawback, na modalidade Suspensão.
	
	Sim, pois permite a importação de matéria-prima e posterior exportação do produto acabado.
	
	Não, o Repex é destinado à importação de petróleo bruto e posterior exportação.
	
	Em parte, de forma semelhante a uma exportação Ficta, dentro do ramo petrolífero.
	
	Repex funciona como admissão temporária, dentro do ramo petrolífero.
	
	
	 8a Questão (Ref.: 201908769286)
	Poder-se-á habilitar a operar o regime de Loja Franca a empresa que tenha como principal objeto social, cumulativamente ou não, a importação ou a exportação de mercadorias e que atenda aos seguintes requisitos:
		
	
	Atenda aos requisitos de alfandegamento do local;
	
	Cumpra os requisitos de regularidade fiscal perante a Fazenda Nacional;
	
	Não possua pendência de qualquer natureza junto à Receita Federal Brasileira (RFB), especialmente quanto à aplicação de regime aduaneiro especial ou aplicado em área especial, do qual tenha sido, ou seja, beneficiária;
	
	Todas as respostas anteriores estão corretas.
	
	Tenha sido selecionada mediante concorrência pública, nos termos definidos na legislação;
	
	
	 9a Questão (Ref.: 201908194155)
	Qual é a finalidade do chamado Depósito Franco?
		
	
	Armazenar mercadorias perecíveis, para desembaraço imediato.
	
	Armazenar peças e componentes na zona primária aérea, para atender à manutenção de aeronaves de linha nacional e internacional.
	
	Armazena mercadorias nacionais que, eventualmente, pode ser destinadas ao mercado externo, podendo ser reinternadas ao mercado interno, caso não sejam exportadas.
	
	Armazenar mercadorias destinadas a países limítrofes que não tem porto marítimo, para posterior logística de transporte até o destino final, atravessando o território brasileiro.
	
	Este depósito é alfandegado e destinado para armazenar mercadoria, que pela sua própria natureza, são perigosas, como material nuclear e outras semelhantes.
	
	
	 10a Questão (Ref.: 201909128712)
	Qual é o regime aduaneiro aplicado na Zona Franca de Manaus?
		
	
	Regime da Admissão Temporária.
	
	Regime do Entreposto Aduaneiro.
	
	Regime Aduaneiro Comum.
	
	Regime Aduaneiro Especial Aplicado em Área Especial.
	
	Regime Aduaneiro Especial.