A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
3 pág.
AV INTRODUÇÃO AOS ESTUD TEOLOGICO1

Pré-visualização | Página 1 de 1

INTRODUÇÃO AOS ESTUDOS TEOLÓGICOS
 
 1. Ref.: 1156856 Pontos: 0
O período patrístico chama Teologia tanto para o conhecimento de Jesus Cristo como para o relacionamento místico com Ele. A v
mística é o conhecimento mais elevado de Deus. Onde está o ponto de partida para a Teologia Patrística?
 Na filosofia.
No bispo.
 Na fé da Igreja.
Nos apóstolos.
No pensamento do autor.
 2. Ref.: 1156934 Pontos: 1
A pesquisa teológica parte de uma hipótese ou de uma situação que instiga o teólogo a aprofundar seus conhecimentos. Qual é e
a que a pesquisa teológica deve responder?
 Definição do problema.
Delimitação.
Definição das fontes.
Fundamentação teórica.
Definição de dados.
 3. Ref.: 1156978 Pontos: 0
Com apoio de Constantino e para definir a posição da Igreja quanto ao arianismo, o Imperador convoca o Concílio de Niceia, em 
Sendo o primeiro concílio ecumênico, qual o seu principal avanço teológico?
Surgem escolas teológicas.
Não há mais controvérsias teológicas.
a Teologia ganha espaço físico para se desenvolver.
 Pensamentos divergentes são aceitos.
 A estabilidade da fé.
 4. Ref.: 1157269 Pontos: 0
No Ocidente, o martírio cristão continua na Alta Idade Média (séculos V a IX), tanto pelas invasões bárbaras como pelas missões
reinos do Norte. De que modo este cenário se reflete na Teologia no período?
 A Teologia oriental alimentou a Teologia ocidental.
A expansão do cristianismo auxiliou a Teologia neste momento.
 Os mosteiros guardaram as produções teológicas.
A Teologia desapareceu da Europa.
Surgiram grandes teólogos neste período.
 5. Ref.: 1157280 Pontos: 1
javascript:alert('C%C3%B3digo da quest%C3%A3o: 1156856.');
javascript:alert('C%C3%B3digo da quest%C3%A3o: 1156934.');
javascript:alert('C%C3%B3digo da quest%C3%A3o: 1156978.');
javascript:alert('C%C3%B3digo da quest%C3%A3o: 1157269.');
javascript:alert('C%C3%B3digo da quest%C3%A3o: 1157280.');
A procedência do Filho.
 6. Ref.: 1160980 Pontos: 1
A Teologia Sistemática não é fechada em si. Ela recebe contribuições de diferentes áreas de conhecimento e de outras Teologias
estudo importante e o da história da Igreja. Por que é importante?
As contribuições históricas auxiliam a compreender a história do cristianismo.
 As contribuições históricas nos sensibilizam a compreender a Escritura em relação ao contexto em que vivemos.
As contribuições históricas iluminam a comunidade de fé do tempo estudado.
As contribuições históricas nos lembram que o contexto de então é semelhante ao de hoje.
As contribuições históricas são limitadas às relações do cristianismo no período em que acontecem.
 7. Ref.: 1160989 Pontos: 1
As duas naturezas de Jesus, a divina e a humana, foram alvo de muitas controvérsias na história da Igreja e levadas à discussão
Concílios. Em Calcedônia (451), temos a exposição da doutrina da união hipostática. Entre as conclusões teológicas abaixo, qual
que NÃO é coerente com a doutrina da união hipostática?
A concepção virginal expressa sua humanidade e sua divindade.
A natureza humana do Filho é confirmada na crucificação e ressurreição.
Enquanto verdadeiro Deus, Jesus existe antes da Encarnação.
 As duas naturezas de Jesus, divina e humana, são incompatíveis entre si.
Negar a união hipostática é negar a Santíssima Trindade.
 8. Ref.: 1161027 Pontos: 1
Aprofundar-se em Escatologia é refletir sobre o futuro da humanidade em sua morte, de uma realidade que está além de nossa
experiência presente. Qual a relação direta desta reflexão?
Que o julgamento de Deus já acontece aqui.
A esperança da pessoa é independente da esperança da humanidade.
 A importância da vida presente, tendo em vista sua temporalidade.
A importância de aproveitar a vida o máximo que puder.
Os termos escatológicos são somente figuras de linguagem.
 9. Ref.: 1161047 Pontos: 1
A releitura da Escritura e dos Tratados teológico-dogmáticos pela Teologia Feminista, destaca o corpo como lugar teológico. Qua
pressuposto filosófico que ajuda a superar?
A dignidade da mulher frente à sociedade.
O conhecimento somente como racional.
 O dualismo antagônico, como corpo e alma.
Exclusão da mulher do espaço público.
Limitação da Teologia Feminista a estereótipos.
 10. Ref.: 1161072 Pontos: 0
javascript:alert('C%C3%B3digo da quest%C3%A3o: 1160980.');
javascript:alert('C%C3%B3digo da quest%C3%A3o: 1160989.');
javascript:alert('C%C3%B3digo da quest%C3%A3o: 1161027.');
javascript:alert('C%C3%B3digo da quest%C3%A3o: 1161047.');
javascript:alert('C%C3%B3digo da quest%C3%A3o: 1161072.');
 A convivência entre diferentes Teologias.
Reducionismos políticos na prática.