A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
6 pág.
PROVA N2 DESAFIOS CONTEMPORÂNEOS

Pré-visualização | Página 1 de 2

· PROVA N2 DESAFIOS CONTEMPORÂNEOS
	o longo da primeira década do século XXI, o Brasil conheceu uma redução da sua desigualdade socioeconômica.  Três momentos marcaram o movimento quando este é analisado a partir do comportamento da renda corrente das famílias. Um primeiro associado ao contexto de forte constrangimento econômico ocorrido entre 1999 e 2003, expresso pela sustentação dos rendimentos dos estratos inferiores com queda generalizada dos níveis dos estratos médios e superiores. O outro ocorrido com a recuperação e o crescimento da economia de 2004 a 2008, quando os níveis de rendimento de todos os estratos se elevaram, sendo que aqueles dos estratos inferiores mais rapidamente. E, um último, desde 2009, que reiterou as características do segundo, mas em uma situação de crise internacional e crescimento instável da economia brasileira.”
Fonte: DEDDECA, Cláudio. A redução da desigualdade e seus desafios. Disponível em: http://repositorio.ipea.gov.br/bitstream/11058/3383/1/td_2031.pdf
Apesar de períodos de prosperidade econômica, o Brasil ainda precisa enfrentar os problemas sociais causadores da desigualdade, a alternativa que melhor aponta para tais soluções é:
		Resposta Selecionada:
	 
A valorização de um sistema educacional amplo, subsidiado pelo governo, que garanta a liberdade de consciência e o acesso igual a todos os cidadãos, além, de garantir renda mínima para todas as famílias para os direitos básicos.
	Resposta Correta:
	 
A valorização de um sistema educacional amplo, subsidiado pelo governo, que garanta a liberdade de consciência e o acesso igual a todos os cidadãos, além, de garantir renda mínima para todas as famílias para os direitos básicos.
	Feedback da resposta:
	Resposta correta – a Redução da desigualdade passa pela valorização do sistema educacional, com subsídios governamentais e também pela garantia de renda básica aos cidadãos.
· Pergunta 2
1 em 1 pontos
	
	
	
	“Sociólogo polonês nascido em 1925 e radicado na Grã-Bretanha desde 1971, Zygmunt Bauman escreveu vários livros sobre a passagem de uma fase sólida da modernidade - com modelos e estruturas sociais estáveis e repetitivos - para uma fase líquida, flexível e volúvel, na qual esses modelos e estruturas não perduram tempo suficiente para enraizar-se socialmente. Neste novo mundo líquido a incerteza passa dominar a cena social, em várias dimensões. [...] Trata da mudança de uma sociedade marcada por uma sociedade de produtores para uma sociedade de consumidores e o desenvolvimento do fetichismo da subjetividade.”
Fonte: CASTRO, Celso. Textos básicos de sociología - de Karl Marx a Zygmunt Bauman. 1ª e.d. Rio de Janeiro. Zahar, 2014.
Deste modo, Bauman analisa sobre a liquidez das relações sociais na sociedade da informação, desta forma, pode-se entender como uma característica dessa época:
	
	
	
	
		Resposta Selecionada:
	 
Consumismo.
	Resposta Correta:
	 
Consumismo.
	Feedback da resposta:
	Resposta correta – “Consumismo” – Bauman conclui que vivemos em uma sociedade guiada pela lógica do consumo, em tipo de organização social que tal condição é visto como o verdadeiro propósito da existência humana, tratando de um arranjo social baseado em desejos e anseios que não obedecem a uma reflexão autônoma.
	
	
	
· Pergunta 3
1 em 1 pontos
	
	
	
	“Ninguém precisa ser marxista para pintar o quadro dos sofrimentos suportados pelo povo nas primeiras fases da industrialização capitalista. Evocar a miséria operaria no fim do século XVIII e princípio do século XIX – ou mesmo mais tarde – transformou-se em lugar-comum. [...] A canalização dos recursos para a fabricação de novos equipamentos teve consequências econômico-sociais desfavoráveis aos operários, que possuíam apenas sua força de trabalho para oferecer ao mercado, sem qualquer proteção legal ou sindical, pelo menos no fim do século XVIII e no início do século XIX. [...]”.
Fonte: NIVEAU, Maurice. História dos Fatos Econômicos Contemporâneos. 1969.
 
Rotineiramente analisamos uma série de fatores do processo de industrialização, aponte para uma medida redutora dos dados causados pelo crescimento industrial:
	
	
	
	
		Resposta Selecionada:
	 
Acordos internacionais de desenvolvimento sustentável.
	Resposta Correta:
	 
Acordos internacionais de desenvolvimento sustentável.
	Feedback da resposta:
	Resposta Correta: Acordos internacionais de desenvolvimento, desde os anos de 1970 a comunidade internacional vem trabalhando na criação de protocolos e regulamentações internacionais que promovam a redução da emissão de gases estufa, bem como metas de redução de poluição.
	
	
	
· Pergunta 4
1 em 1 pontos
	
	
	
	“Em fevereiro de 1968, artistas e intelectuais se uniram e saíram às ruas do Rio de Janeiro para protestar contra o regime militar brasileiro e seu projeto de censura das artes. [...] Em momentos mais amenos, distantes das crises e das eleições, o ativismo estelar é menos polêmico, embora igualmente eficiente. A UNICEF reconheceu o poder de comoção que estas personalidades produzem na divulgação de campanhas humanitárias ao escolhê-las como seus embaixadores.”
Fonte: WAIBERG, Jacques. O ativismo das estrelas e a comunicação dissidente. Disponível em: http://meriva.pucrs.br/dspace/bitstream/10923/9847/2/O_ativismo_das_estrelas_e_a_comunicacao_dissidente.pdf
É comum que artistas, intelectuais e personalidades utilizem de seu prestígio em prol de uma causa, no Brasil isso não é diferente, desta forma, aponte um importante ativista brasileiro e sua importante ação social:
	
	
	
	
		Resposta Selecionada:
	 
Herbert de Souza, Bentinho e sua Campanha contra a Fome, a Miséria e pela Vida.
	Resposta Correta:
	 
Herbert de Souza, Bentinho e sua Campanha contra a Fome, a Miséria e pela Vida.
	Feedback da resposta:
	Resposta correta – Herbert de Souza, o Bentinho, sociólogo brasileiro que chegou a ser indicado ao Prêmio Nobel pela Paz.
	
	
	
· Pergunta 5
1 em 1 pontos
	
	
	
	“Começa em dez cidades da Grande São Paulo o primeiro rodízio compulsório de carros do país. Não podem circular hoje veículos com final de placa 1 e 2. O Datafolha revela que 90% pretendem respeitá-lo. Apesar disso, 69% acham que rodízio não é a melhor forma de combater a poluição. Um em cada três entrevistados é contra a operação e 8% não vão obedecê-la. A maioria diz que usará ônibus como alternativa.”
Fonte: Acervo Histórico da Folha de 1996 – Disponível em: http://almanaque.folha.uol.com.br/cotidiano_05ago1996.htmAcesso em jul 2019.
“Paris é conhecida por sua rede de transporte público eficiente, conectando diferentes modos, como trem, metrô, ônibus e até bicicletas públicas, de maneira a facilitar a mobilidade urbana. [...] Pensando nisso, a prefeita de Paris, Anne Hidalgo, apresentou nas últimas semanas uma proposta ousada: tornar o transporte público gratuito na capital, a partir do ano de 2020. Hidalgo afirma que “a questão da gratuidade dos transportes pode ser uma das peças-chave da mobilidade urbana do amanhã”. Segundo a prefeitura de Paris, o principal objetivo da medida é melhorar a qualidade do ar da cidade, fazendo com que os habitantes deixem seus automóveis em casa e utilizem o transporte público como principal forma de deslocamento.
Fonte: Paris, a primeira metrópole mundial com transporte gratuito? Disponível em - https://thecityfixbrasil.com/2018/04/10/paris-a-primeira-metropole-mundial-com-transporte-gratuito/ Acesso em jul 2019.
Levando em consideração ambos os textos, o fomento a utilização do transporte público e a redução dos meios de transporte individuais são importantes para:
	
	
	
	
		Resposta Selecionada:
	 
Melhoria no trânsito e na qualidade do ar.
	Resposta Correta:
	 
Melhoria no trânsito e na qualidade do ar.
	Feedback da resposta:
	Resposta correta – “melhoria no trânsito e na qualidade do ar” – a redução de veículos na rua, com o fomento de meios coletivos de transporte favorecem a melhoria no trânsito, reduzindo o número de veículos individuais nas ruas, desencadeando a melhora na qualidade do ar, pela redução da emissão de