A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
28 pág.
Os 7 hábitos das pessoas altamente eficazes

Pré-visualização | Página 5 de 7

dos quais a pessoa deve agir. Se você conhece os caminhos que não dão em nada nesta tarefa, mostre-os. Identifique os recursos. Estabeleça os padrões para avaliar os resultados. Especifique o que vai acontecer, de bom ou ruim, como resultado da avaliação. A confiança é a forma mais elevada de motivação humana. Ela traz à tona o que há de melhor nos seres humanos.
Paradigma da interdependência 
“Entenda os outros da maneira que você quer se compreendido, e aja em função desta compreensão.”
As pessoas dizem: você precisa gostar de si mesmo antes gostar dos outro. Acredito que este conceito tenha lá seu mérito, mas se você não conhece a si mesmo, não controla a si mesmo, não tem poder sobre si mesmo, fica muito difícil gostar de si mesmo, e não de uma forma superficial, forçada, breve. O respeito real por si mesmo vem do domínio sobre a personalidade, vem da verdadeira independência. A interdependência é uma escolha que apenas as pessoas independentes podem fazer.
O ingrediente mais importante que colocamos em qualquer relacionamento não é o que dizemos ou fazemos, mas sim o que somos. E, se nossos atos e palavras derivam de técnicas de relações humanas superficiais (a Ética da Personalidade), e não de nosso íntimo (a Ética do Caráter), as outras pessoas perceberão esta duplicidade.
Uma Conta Bancária Emocional é uma metáfora que descreve a quantidade de confiança que se acumulou em um relacionamento. Se eu fizer depósitos na Conta Bancária Emocional que tenho com você, através da cortesia, gentileza, honestidade e observação dos compromissos que assumi com você, estou fazendo uma reserva. Posso até cometer erros que o nível de confiança, a reserva emocional, os compensará. Mas, se eu tiver o costume de demonstrar falta de cortesia, desrespeito, desatenção, desconsideração e arbitrariedade; se eu trair sua confiança, interromper suas conversas, ameaçá-la ou bancar o dono da sua vida, minha Conta Bancária Emocional vai ficar no vermelho. Estou andando em terreno minado. Preciso ser muito cuidadoso com tudo que falo. Medir cada palavra.
Tentar compreender realmente a outra pessoa é provavelmente um dos depósitos mais importantes que se pode fazer. Nossa tendência é projetar nossa própria experiência de vida nas pessoas que acreditamos que as pessoas querem ou precisam. Um grande depósito é tornar o que é importante para a outra pessoa tão importante para você quanto para a própria pessoa. A Regra de Ouro diz: "Faça aos outros o que deseja que façam a você". Acredito que o significado essencial seja entender os outros do modo como você gostaria de ser compreendido, e depois tratá-los em função desta compreensão.
As pequenas gentilezas e cortesias são muito importantes. A falta de cortesia, o descaso ou o desrespeito, mesmo mínimos provoca um afastamento considerável. Nos relacionamentos, as pequenas coisas se equivalem às grandes coisas.
Honrar um compromisso ou uma promessa é um depósito enorme. Romper o prometido é um saque imenso. Na verdade, provavelmente não há retirada maior do que fazer uma promessa que seja importante para alguém e depois não cumpri-la. Quando nova promessa for feita não terá credibilidade.
A causa de quase todas as dificuldades de relacionamento se encontra em expectativas ambíguas ou conflitantes em torno de metas e papéis. As pessoas envolvidas vão julgar um ao outro conforme estas perspectivas.
A Integridade Pessoal gera confiança, sendo a base para vários tipos de depósitos. A integridade inclui a honestidade, mas vai além dela. A honestidade implica contar a verdade - em outras palavras, adequar nossas palavras à realidade. A integridade é adequar a realidade a nossa palavras - em outros termos, manter as promessas e preencher as expectativas. Quando alguém defende os ausentes, ganha a confiança dos presentes.
Quando a gente faz uma retirada da Conta Bancária Emocional, precisa pedir desculpas, e fazer isso com sinceridade. Grandes depósitos derivam de palavras sinceras. Desculpas sinceras representam depósitos, desculpas repetidas, tidas como insinceras, provocam o afastamento. E isso se reflete na qualidade do relacionamento. Uma coisa é cometer um erro, e outra completamente diferente é admitir este erro.
Cada problema é uma oportunidade. Eis aqui uma grande oportunidade para ajudar.
Hábito 4: pense ganha/ganha “Trata-se de um paradigma total de interação humana. Deriva de um caráter íntegro, da maturidade e da Mentalidade da Abundância.”
Ganha/ganha é um estado de espírito que busca constantemente o benefício mútuo em todas as interações humanas. Significa entender que os acordos e soluções são mutuamente benéficos, mutuamente satisfatórios.
Ganha/perde, "Se eu ganhar, você perde". Existe na comparação com ou outras pessoas, ou com determinada expectativa. Ela interpreta o valor de um indivíduo através da comparação com os outros. Nota-se esse pensamento de competição, e não cooperação, no centro do processo educacional, as pessoas passam a entender a vida como um jogo, para vencer outros tem que perder. A maior parte da vida se desenrola em um contexto interdependente, e não independente. 
Perde/ganha é pior do que ganha/perde. Nada de exigências, expectativas ou visão. Pessoas que pensam em perde/ganha normalmente preferem ceder e concordar. Elas buscam força na popularidade ou na aceitação. Têm pouca coragem para expressar seus sentimentos e opiniões, e se intimidam facilmente com a força da personalidade alheia. Significa ser bonzinho, mesmo que "os bonzinhos cheguem por último".
Quando duas pessoas ganha/perde se encontram - ou seja, quando dois indivíduos determinados, teimosos, egoístas interagem, o resultado é o Perde/Perde. Os dois perdem. Os dois tornam-se vingativos, e querem a "revanche" ou a "vingança". É a filosofia do conflito, a filosofia da guerra. Causar dano ao outro mesmo que isso cause em você também.
Outra alternativa é simplesmente ganha, pessoas com mentalidade tipo ganha não só se importam em conseguir o que pretendem sem necessariamente que outras percam.
Qual é a Melhor Opção? A resposta é: "depende". Se você ganhar um jogo de futebol, isso significa o outro time perdeu. Se você cuida de uma filial que se encontra a quilômetros de distância de outra filial, sem que exista qualquer relação funcional entre as duas, você pode escolher a competição do tipo' ganha/perde para incrementar os negócios. Perde/ganha, para valorizar verdadeiramente a outra pessoa, em determinadas circunstâncias. "O que eu quero não é tão importante para mim quanto o relacionamento com você. Vamos fazer o que quer desta vez”. Há circunstâncias em que você deseja Vencer, e não se preocupa muito com as implicações desta vitória para os outros. Se seus filhos estiverem em perigo, por exemplo. A melhor escolha, portanto, depende da realidade.
A maioria das situações, de fato, faz parte de uma realidade interdependente, e, neste caso, ganha/ganha é a única alternativa viável entre as cinco. Qualquer coisa que fuja da solução ganha/ganha em uma realidade interdependente é um prêmio de consolação, e provocará um impacto no relacionamento a longo prazo. Ganha/ganha ou Nada Feito significa basicamente que se não conseguimos encontrar uma solução mutuamente benéfica, concordamos em discordar amigavelmente, nenhuma expectativa criada ou compromisso.
Integridade - é o valor que damos a nós mesmos. Não existe maneira de caminhar para o ganha na vida se não tivermos nem idéia do que, no sentido mais profundo, constitui ganha. Se não há base para confiança, o ganha/ganha se prejudica.
Maturidade - é o equilíbrio entre a coragem e a consideração. Se uma pessoa consegue expressar seus sentimentos e opiniões com coragem equilibrada pela consideração pelos sentimentos e opiniões dos outros. A habilidade de expressar sentimentos e condições de modo a considerar os pensamentos e emoções das outras pessoas.
Para agir com base em ganha/ganha, não somente precisa-se ser gentil, mas também corajoso. Não apenas precisa de empatia, como também, de firmeza.
Muitas pessoas vivem segundo