A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
18 pág.
Slide para monitoria

Pré-visualização | Página 1 de 1

DICOTOMIAS 
SAUSSUREANAS
Monito r ia de L ingu ís tica Ap licada à Fonoaud io log ia
#D E S MIS T IF IC AN D OS AU S S U R E
Monito ra : Mikae lly de L ima C osta
FASES SUCESSIVAS DA LÍNGUISTICA 
GRAMÁTICA FILOLOGIA GRAMÁTICA COMPARADA
Disciplina normativa; Busca fixar, comentar e 
interpretar textos;
Esclarece a língua através de 
outra língua;
Baseada na lógica; A língua não é o único objeto 
de estudo;
Não determinou a natureza 
do seu objeto de estudo nem 
a finalidade;
Formula regras para 
distinguir as formas corretas 
das incorretas.
Visibilidade para a língua 
escrita e esquecimento da 
língua falada;
Método para reconstituição 
dos fatos
Determina a língua particular 
de cada autor e compara 
textos de diferentes épocas. 
Método próprio= crítica
Relação entre línguas: 
esclarecia uma língua por 
meio de outra por meio de 
outra, explica as formas de 
uma pelas formas de outra. 
O QUE É LINGUÍSTICA? 
Estuda todas as 
manifestações da 
linguagem humana.
Considera todas as línguas 
e expressões.
Busca realizar a descrição 
das famílias das línguas e 
reconstruir as línguas mães 
de cada família.
Possui relação com outras 
áreas de conhecimento que 
lhe tomam emprestado 
como lhe fornecem dados.
Delimitar-se e definir-se a 
si própria. 
CORTE EPISTEMOLÓGICO
Método utilizado para 
definir o objeto de 
estudo da linguística.
Língua como objeto 
de estudo.
Rompimento com 
outras ciências.
LINGUAGEM, FALA E LÍGUA 
LINGUAGEM LÍNGUA FALA
Heteróclita e multiforme; Social, pois existe na massa 
falante.
Individual
Pqsíquica, fisiológica e 
física;
Sistema de signos comum a 
uma determinada 
comunidade.
Cada indivíduo possui uma 
forma diferente de realizar 
o código da língua. 
Faculdade humana que 
permite a comunicação;
É adquirida e foi a escolha 
de Saussure.
A produção dos sons é 
apenas necessária a fala.
Possui dois lados: individual 
e social.
Homogênea, pois é um 
sistema linguístico comum a 
uma determinada 
comunidade.
LINGUAGEM, LÍNGUA E FALA 
Linguagem
Língua
Fala
Signo
Signficante
Significado
Linguística
SIGNO LINGUÍSTICO 
Une um conceito a uma 
imagem acústica.
Significado= Conceito.
Significante=sequência 
sonora psíquica.
VALOR DO SIGNO LIGUÍSTICO -
METÁFORA DO XADREZ
O valor das peças depende da sua posição no 
tabuleiro, do mesmo modo que na língua cada 
termo tem seu valor pela oposição aos outros 
termos.
A Característica mais exata do signo linguístico 
é ser o que os outros não são.
PRINCÍPIOS DO SIGNO LINGUÍSTICO
ARBITRARIEDADE LINEARIDADE
A união do significado ao 
significante é arbitrária.
Representa uma extensão e deve 
seguir uma linha.
Atribuído por convenção; não há 
relação do significante com o 
significado.
Não se coloca vários signos de 
uma vez só. 
PRINCÍPIOS DO SIGNO LINGUÍSTICO
MUTABILIDADE IMUTABILIDADE
A natureza da língua é mutável visto 
que seria impossível criar uma língua 
que não sofresse alterações.
A ideia que representa o significante 
é atribuída por convenção e não 
pode ser substituído por outra.
A língua não se encontra limitada 
pois, os indivíduos podem associar 
uma ideia qualquer a uma sequência 
de sons qualquer. 
O Signo é imutável, porque resiste a 
toda substituição e a língua aparece 
como uma herança da época 
precedente. 
O tempo assegura a continuidade da língua, mas também 
altera o signo linguístico. 
METÁFORA DA PENTEADEIRA-
IMUTABILIDADE E MUTABILIDADE
• A língua aparece sempre como uma herança da época
precedente;
• A língua é produto de fatores históricos, esse fato garante a
imutabilidade do signo pois resiste a toda substituição;
• As modificações da língua não estão ligadas a sucessão de
gerações que, longe de se sobrepor umas às outras como gavetas
de um móvel, se mesclam e interpenetram e contém cada uma
indivíduos de todas as idades;
• Os indivíduos podem associar uma ideia qualquer com uma
sequência de sons qualquer.
EXEMPLOS: IMUTABILIDADE E MUTABILIDADE
Pode sofrer modificações, 
mas sua estrutura 
continuará a mesma.
O valor/função dos signos se 
modifica quando há mudança em 
um deles, gerando assim um novo 
sistema de valores.
MUTABILIDADE - METÁFORA DA 
GALINHA
O homem que pretendesse criar uma língua 
imutável se assemelharia a uma galinha que 
chocou um ovo de pata.
A natureza da língua é mudar seria impossível 
alguém criar uma língua que nunca mudasse, 
visto que o tempo altera todas as coisas.
SINCRONIA E DIACRONIA
DIACRONIA SINCRONIA
Mudanças linguísticas ao longo do 
tempo.
Estuda os fatos linguísticos no 
mesmo período de tempo. 
É um acontecimento que tem sua 
razão em ser em si mesmo.
Concentra-se em uma época e a 
relação que esse elemento 
estabelece com os elementos dessa 
época.
As consequências sincrônicas são 
derivadas da diacronia.
CAULE DA PLANTA- DIACRONIA E 
SINCRONIA
Vertical = Diacronia
Horizontal = Sincronia
EXEMPLOS DIACRONIA E SINCRONIA
Diacronia- Escolhe uma garrafa 
específica e estuda ao longo do 
tempo.
Sincronia- Escolhe um período de 
tempo e estuda todas as latas.
DIACRONIA E SINCRÔNIA
Diacrônia- Com intervenção do 
Tempo
Sincrônia - Sem intervenção do 
tempo

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.