A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
62 pág.
LIVRO_U2

Pré-visualização | Página 1 de 14

Unidade 2
Gerenciamento 
de escopo, tempo, 
custo e riscos 
em projetos
Vitor de Oliveira Andreotti
© 2020 por Editora e Distribuidora Educacional S.A.
Todos os direitos reservados. Nenhuma parte desta publicação poderá ser reproduzida ou 
transmitida de qualquer modo ou por qualquer outro meio, eletrônico ou mecânico, incluindo 
fotocópia, gravação ou qualquer outro tipo de sistema de armazenamento e transmissão de 
informação, sem prévia autorização, por escrito, da Editora e Distribuidora Educacional S.A.
2020
Editora e Distribuidora Educacional S.A.
Avenida Paris, 675 – Parque Residencial João Piza
CEP: 86041-100 — Londrina — PR
e-mail: editora.educacional@kroton.com.br
Homepage: http://www.kroton.com.br/
Imagens
Adaptadas de Shutterstock.
Todos os esforços foram empregados para localizar os detentores dos direitos autorais das 
imagens reproduzidas neste livro; qualquer eventual omissão será corrigida em futuras edições. 
Conteúdo em websites
Os endereços de websites listados neste livro podem ser alterados ou desativados a qualquer momento 
pelos seus mantenedores. Sendo assim, a Editora não se responsabiliza pelo conteúdo de terceiros.
mailto:editora.educacional@kroton.com.br
http://www.kroton.com.br/
Sumário
Unidade 2
Gerenciamento de escopo, tempo, custo e riscos em projetos ................ 5
Seção 1
Gestão do escopo e do risco do projeto ........................................... 7
Seção 2
Gestão do tempo do projeto ............................................................22
Seção 3
Gestão de custos e viabilidade do projeto .....................................39
Unidade 2
Vitor de Oliveira Andreotti
Gerenciamento de escopo, tempo, custo e riscos 
em projetos
Convite ao estudo
A partir desta unidade, vamos passar por processos realmente práticos, 
que devem abrir sua mente para viver a execução dos projetos. Já vimos a 
origem e história dos projetos, conhecemos as melhores práticas e enten-
demos que o PMO é uma espécie de governança que apoia os gerentes de 
projetos. Passamos, também, pelas estruturas organizacionais, e vimos as que 
ajudam e as que dificultam o trabalho em projetos, bem como tivemos contato 
com o planejamento e o ciclo de vida dos projetos. Nesta nova unidade, você 
conhecerá e aplicará os conceitos de gestão de projetos, divididos nas três 
etapas seguintes:
• Seção 2.1: Gestão do escopo e risco do projeto. 
• Seção 2.2: Gestão de tempo do projeto.
• Seção 2.3: Gestão de custos e viabilidade do projeto.
Para que você desenvolva a competência de elaborar e gerir projetos, 
precisará entender e aplicar técnicas de gerenciamento do escopo, tempo, 
custos e riscos em projetos, com o objetivo de conhecer e praticar essas três 
áreas de conhecimento em Gestão de projetos.
Para desenvolvermos tudo isso, vamos adentrar em um projeto muito 
conhecido: o Rock in Rio (que continuará sendo nosso pano de fundo até o 
final dessa disciplina). Esse grande projeto de entretenimento nasceu em 1985, 
e foi realizado pela primeira vez em um terreno na cidade do Rio de Janeiro, 
de onde vem seu nome. Seu nome é mundialmente conhecido, principal-
mente pelos grandes ícones da música que por ali passaram e passarão. Esse 
grande evento engloba diversas atividades, e as principais são: a montagem 
dos ambientes e da infraestrutura; as aquisições de diversos itens e serviços; 
a preparação para os shows; os contratos dos artistas e seguranças; o plane-
jamento dos dias e da sequência das apresentações; e, finalmente, a desmon-
tagem de toda a estrutura. Você será o gerente de projetos do próximo Rock 
in Rio, que acontecerá no Rio de Janeiro no próximo ano. Você organizará 
toda a fase da montagem da infraestrutura do evento, e terá muito trabalho 
pela frente.
Por meio do exemplo prático do projeto Rock in Rio, você entenderá 
que cada área de conhecimento do projeto faz parte de um todo, ou seja, do 
plano geral do projeto, e verá que esses artefatos facilitam a administração ou 
gerenciamento deles. Você entenderá, também, que a integração dessas áreas 
é parte fundamental para se obter sucesso nos projetos.
Portanto, mãos à obra e boa aula!
7
Seção 1
Gestão do escopo e do risco do projeto
Diálogo aberto
Olá, aluno! Nesta seção, o escopo e o risco são os nossos principais atores, 
e com eles vamos trabalhar. Você é o gerente de projetos que vai coordenar 
a construção da estrutura a ser utilizada no Rock in Rio, que acontecerá no 
próximo ano, na cidade do Rio de Janeiro, e tem uma lista enorme de coisas 
para organizar. O maior investidor do evento precisa preparar a documen-
tação para contratar o seguro desse empreendimento, e é sua responsabili-
dade entregar os seguintes documentos: o escopo do projeto, o escopo do 
produto, as premissas e as restrições do projeto e a EAP. Esses documentos 
fazem parte do plano de gerenciamento. Sua missão agora é preparar um 
relatório com todos os itens solicitados, conforme descrição que segue.
A montagem da Cidade do Rock será dividida em três partes. Para o 
Palco Mundo devemos contar com a seguinte estrutura:
• O palco deverá ser uma concha acústica de estrutura metálica e 
cobertura de lona branca.
• Piso de madeira revestido de borracha.
• Iluminação fria e colorida.
• Telão ligado à central de vídeo.
• Plano de iluminação e som.
• 100m × 100m, com capacidade para 40 pessoas.
• Centro do palco rotativo, para troca de instrumentos.
• Haverá dois conjuntos de baterias (instrumento).
• Haverá um piano de cauda.
Para a área do público contaremos com a seguinte estrutura:
• Plano de evasão.
• Grama em todo o circuito.
• Área para 350.000 pessoas.
• Trezentos banheiros químicos.
• Duzentos bares.
8
• Dez enfermarias e 50 ambulâncias.
• Trinta lojas.
Concluindo, teremos o espaço da área de lazer, que terá os seguintes itens:
• Parque temático; limitado a 15.000 pessoas por dia.
• Plano de comunicação.
• Roda gigante metálica com luzes.
• Piso de grama.
• Bancos de madeira.
Para resolver o desafio, recorra aos conceitos de escopo do projeto e do 
produto, separe os itens de cada grupo, identifique as premissas e restrições 
do projeto e elabore a Estrutura Analítica do Projeto. Esse exercício o levará a 
responder às seguintes questões: O que é escopo de produto e projeto? O que 
é restrição e premissa? Qual é a utilidade de se estruturar uma EAP?
Para que possamos concluir a atividade, você, como gerente de projetos 
da infraestrutura do Rock in Rio, também precisa fazer um plano de riscos, 
que é o produto desta seção. Esse plano de riscos precisa ser feito por diversos 
motivos, e entre eles estão: as questões de segurança das pessoas que irão ao 
evento; a garantia de que tudo que foi instalado estará segurado para que 
não haja prejuízos; a certeza de que os brinquedos e equipamentos estejam 
bem instalados e não machuquem as pessoas; para garantir que as análises 
da previsão do tempo estejam corretas e o evento esteja preparado para as 
intempéries não planejadas, a fim de que tudo aconteça da melhor forma 
possível. Alguns riscos desse projeto já foram mapeados; faça as análises 
qualitativa e quantitativa deles, calculando os valores das células em branco e 
trazendo uma lista de prioridades que devem ser executadas para a minimi-
zação dos riscos mais problemáticos. Para os riscos com prioridade média e 
alta, deverão ser propostas respostas.
Quadro 2.1 | Probabilidades de riscos
Risco Descrição P I PxI Prioridade
1 Montagem do palco não ficar pronta 0,2 0,9 
2 Iluminação do parque falhar por moti-
vos técnicos
0,3 0,7 
3 Bombeiro não aprovar o plano de 
segurança
0,2 0,9 
4 Haver feridos ou pessoas passando mal 
no evento
0,7 0,4 
9
5 Acidentes na roda gigante 0,3 0,9 
Fonte: elaborado pelo autor.
P = Probabilidade
I = Impacto 
Prioridade Alta > 0,55 Média > 0,23 e <= 0,55 Baixa <= 0,23
Quadro 2.2 | Custo das tarefas
Risco Descrição P R$ VE (PxR$) Prioridade
1 Montagem do palco não ficar 
pronta
0,2 R$ 12.000,00

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.