A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
4 pág.
Atividade - 6 º ANO

Pré-visualização | Página 1 de 1

FIXAR O CONHECIMENTO SOBRE DENOTAÇÃO E CONOTAÇÃO
Denotação e Conotação
A conotação e a denotação são manifestações da linguagem que estão relacionadas com os significados das palavras ou expressões de um enunciado.
Quando uma mensagem está em sentido literal, ou seja, de acordo com o significado do dicionário, ela é chamada de denotativa.
Por outro lado, se uma mensagem possui um sentido mais subjetivo e figurado, dizemos que ela é conotativa.
Resumindo:
· Denotação: emprego do sentido real, literal das palavras e expressões.
· Conotação: emprego do sentido subjetivo, figurado das palavras e expressões.
Exemplo de denotação e conotação:
· Depois de jogar bola, nós comemos um churrasco. (denotação)
· Ele comeu bola na prova de matemática. (conotação)
Nas orações acima, notamos o uso da denotação e conotação.
Na primeira frase, o termo “bola” está empregado em sentido denotativo, que se refere ao objeto esférico utilizado para jogar futebol, basquete e vôlei.
Já na segunda frase, a expressão “comer bola” está em sentido figurado ou conotativo, que significa: cometer um erro. Note que não poderíamos utilizar essa expressão no sentido real, uma vez que “comer bola” é algo impensável.
O que é denotação?
A denotação é o uso do sentido literal ou real da linguagem em uma declaração. Quando utilizada, ela não proporciona espaço para outras interpretações, sendo, portanto, objetiva e precisa.
Por esse motivo, a denotação compreende o sentido dos dicionários, ou seja, o sentido próprio, original e direto das palavras.
Assim, a intenção de uma enunciação denotativa é emitir a mensagem ao receptor, de modo que ela não seja interpretada ou decifrada de outra maneira.
Exemplos de denotação
Com o intuito de não abrir margem para outras interpretações, muitos gêneros textuais utilizam a linguagem denotativa, por exemplo:
· Notícias e reportagens
· Bulas de remédios
· Manuais de instruções
· Textos científicos
O que é conotação?
A conotação é o uso do sentido figurado, metafórico ou subjetivo da linguagem em uma declaração. Quando utilizada, ela proporciona interpretações abstratas que vão além do sentido real das palavras, ou seja, das definições que aparecem nos dicionários.
Por esse motivo, ela recorre ao uso das figuras e vícios de linguagem para a transmissão das mensagens.
Dessa maneira, amplia-se o sentido das palavras dando lugar à análise do que está implícito no texto.
Exemplos de conotação
· Textos literários (poemas, crônicas, novelas)
· Mensagens publicitárias
· Charges e tirinhas
· História em quadrinhos
Sentido conotativo e sentido denotativo
Como vimos acima, o sentido conotativo é expresso pelo uso da palavra ou expressão em sentido figurado, subjetivo ou expressivo.
Ele depende do contexto em que é empregado, sendo muito utilizado na literatura. Isso porque no meio literário muitas palavras têm forte carga de sensações e sentimentos.
Já o sentido denotativo representa o emprego de palavras e expressões em seu sentido próprio, literal, original, real e objetivo. Muitas vezes, ele é caracterizado pelo sentido do dicionário, ou seja, a primeira acepção da palavra.
Nos dicionários, depois da acepção denotativa há, entre parênteses ou colchetes, o termo "figurado", o qual indica o sentido conotativo da palavra.
Para entender melhor, vamos ver o exemplo da palavra "cachorro" no dicionário on-line de português:
Cachorro
Substantivo masculino
Cão novo; qualquer cão.
Cria da loba, da leoa e de outros animais parecidos com o cão.
[Figurado] Homem desaforado, de mau-caráter ou mau gênio; indivíduo desprezível; canalha.
[Figurado] Criança muito levada; menino traquinas.
Exemplo com sentido conotativo e denotativo
· O cachorro da vizinha fugiu essa manhã. (sentido denotativo)
· Aquele homem é um cachorro. (sentido conotativo)
Nas orações acima, podemos notar que a palavra “cachorro” é utilizada em dois sentidos diferentes: denotativo e conotativo.
Na primeira frase, a palavra “cachorro” está empregado de forma denotativa, ou seja, no sentido real e original do termo: animal doméstico.
Já na segunda frase, o termo está no sentido conotativo, uma vez que se refere ao caráter do homem “cachorro”: mulherengo ou infiel.
ATIVIDADE:
1. Identifique o Sentido Denotativo ou Conotativo de cada uma das seguintes frases, utilizando para tal as iniciais das palavras, sendo DENOTATIVO (D) ou CONOTATIVO (C):
(_) O meu filho é meu espelho.
(_) Quebrei o espelho do roupeiro.
(_) Este jovem tem um coração de ouro.
(_) O Rossio fica no coração da Baixa.
(_) Meu pai fez um transplante de coração.
(_) Era um lindo jovem com vinte primaveras!
(_) Na primavera a natureza renasce.
(_) O leão é o rei da selva.
(_) Aquele malvado é um leão.
(_) Atiro os olhos ao mar.
(_) Atirou a bola à trave.
(_) O sol esconde-se atrás da montanha.
(_) Ela disse uma montanha de asneiras.
(_) O ouro da loja foi roubado.
(_) Pedro nadava em ouro.
(_) Não gosto nada de sapos.
(_) Engolir sapos é difícil, mas acontece.
(_) Você é mau: tem um coração de pedra.
(_) Uma pedra feriu-lhe a cara.
2. Identifique se a tirinha tem sentido conotativo ou denotativo:
 
3. Apenas 2 frases estão no Sentido conotativo, marque corretamente:
· a) A casa estava no meio de um vale que o sol beijava.
· b) Na primavera os campos florescem.
· c) O metro é uma unidade de comprimento.
· d) A varanda corria ao longo da face norte da casa.

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.