A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
3 pág.
DINAMICA CELULAR- Caso 3 metabolizando ganhos - objetivos

Pré-visualização | Página 1 de 1

DINAMICA CELULAR 
Caso 3 : metabolizando ganhos 
 
1. Definir metabolismo diferenciado anabolismo e catabolismo 
O termo metabolismo é usado para descrever as várias reações químicas existentes 
no organismo que garantem as necessidades estruturais e energéticas de um ser 
vivo. Entre as finalidades dessas reações químicas, podemos citar a síntese e quebra 
de biomoléculas, a produção de energia e a conversão de moléculas dos nutrientes em 
unidades precursoras de macromoléculas. 
O metabolismo não é uma exclusividade dos seres humanos e ocorre em todos os seres 
vivos, seja ele unicelular ou pluricelular. As reações que compõem o metabolismo 
podem ser classificadas em dois grandes processos metabólicos: o anabolismo e o 
catabolismo. 
 
- Diferença entre anabolismo e catabolismo 
O anabolismo refere-se ao processo que constrói moléculas complexas a partir de 
moléculas simples, consumindo energia para isso. Já o catabolismo é o conjunto de 
reações envolvidas na degradação ou quebra de moléculas complexas em moléculas 
menores. Esse processo geralmente fornece energia para o organismo. 
 
 
 Anabolismo 
Definição Anabolismo é o processo metabólico que sintetiza moléculas 
complexas por meio de substâncias simples. 
Metabolismo É a fase construtiva do metabolismo. 
Energia Consome energia. 
Efeitos no exercício Os exercícios anabólicos aumentam a massa muscular. 
Geralmente são exercícios anaeróbicos. 
Hormônios relacionados Estrogênio, testosterona, hormônio do crescimento, insulina, 
etc. 
Quando ocorre Principalmente durante o repouso. 
Processo energético Durante o anabolismo a energia cinética é convertida em 
energia potencial. 
Exemplos de processo Fotossíntese em plantas; Síntese de proteínas; Síntese de 
glicogênio; Assimilação em animais. 
 Catabolismo 
Definição Catabolismo é o processo metabólico que decompõe moléculas 
complexas, transformando-as em moléculas menores. 
Metabolismo É a fase destrutiva do metabolismo. 
Energia Produz energia. 
Efeitos no exercício Os exercícios catabólicos utilizam o alimento armazenado para 
gerar energia, por isso ele queima gordura e calorias. Geralmente 
são exercícios aeróbicos. 
Hormônios relacionados Adrenalina, cortisol, glucagon, citocinas, etc. 
Quando ocorre É mais funcional durante as atividades físicas. 
Processo energético Durante o catabolismo, a energia potencial é convertida em 
energia cinética. 
Exemplos de processo Digestão; Respiração celular; Excreção. 
 
2. Explicar o processo de obtenção de energia nas células a partir da glicólise, na 
presença e na ausência de oxigênio 
Respiração celular é o processo pelo qual os organismos obtêm energia para realizar 
as mais diversas atividades. Esse procedimento pode ocorrer tanto na presença de 
oxigênio, sendo aeróbio, quanto em sua ausência, anaeróbio. No entanto, tal termo é 
normalmente utilizado para referir-se ao processo aeróbio, como faremos também 
aqui. Na respiração celular, a obtenção de energia ocorre com a oxidação de uma 
molécula orgânica, geralmente a glicose, liberando energia. Parte dessa energia é 
armazenada na forma de moléculas de ATP (adenosina trifosfato), e parte é liberada 
na forma de calor. 
Esse processo pode ser dividido em três etapas: a glicólise, o ciclo do ácido cítrico (ou 
ciclo de Krebs) e a fosforilação oxidativa. Em geral, o termo respiração celular é 
utilizado pelos bioquímicos para representar as fases dois e três, etapas que ocorrem 
nas mitocôndrias. Entretanto, a glicólise acaba sendo incluída por muitos autores 
devido a sua importância na produção de matéria-prima para a próxima etapa. 
Glicólise 
A glicólise é o processo de quebra da glicose em partes menores, liberando energia. 
Essa etapa metabólica acontece no citoplasma da célula enquanto as seguintes são 
dentro da mitocôndria. A glicose (C6H12O6) é quebrada em duas moléculas menores 
de ácido pirúvico ou piruvato (C3H4O3). 
Acontece em diversas etapas oxidativas envolvendo enzimas livres no citoplasma e 
moléculas de NAD, que fazem a desidrogenarão das moléculas, ou seja, retiram os 
hidrogênios a partir dos quais serão doados os elétrons para a cadeia respiratória. 
Por fim, há um saldo de duas moléculas de ATP (carregadoras de energia). 
A respiração celular é um processo metabólico realizado continuamente por todos os 
seres vivos (exceto os vírus) para obtenção de energia que os mantenha vivos. 
Algumas espécies de bactéria não necessitam do oxigênio para a respiração celular, 
executando um processo conhecido como respiração anaeróbica. Já a grande maioria 
dos seres vivos (todos os animais, vegetais, muitas espécies de fungos e bactérias) 
realizam a respiração aeróbica, ou seja, necessitam do oxigênio para que ocorra a 
reação de respiração celular.