A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
8 pág.
Puberdade

Pré-visualização | Página 1 de 2

PUBERDADE 
 
Puberdade é o termo que define a transição de imaturidade sexual para maturidade sexual. 
Existem dois eventos fisiológicos principais na puberdade: 
1) Gonadarca: ativação das gônadas através dos hormônios folículo-estimulantes 
liberados pela hipófise (FSH e LH) 
2) Adrenarca: aumento da produção de andrógenos pelo córtex da adrenal (DHEA, 
androstenediona) 
No entanto, o termo puberdade normalmente é usado para definir as mudanças relacionadas 
a gonadarca. 
 
Componentes da puberdade: 
1) Telarca: desenvolvimento da mama (através da ação do E2 ovariano) 
2) Menarca: primeira menstruação (causada por efeitos do E2 no endométrio) 
3) Espemarca: primeira produção de esperma (ejaculações noturnas e aparecimento de 
esperma na urina – através dos efeitos do FSH e LH nos testículos que induzem a 
produção de Testosterona) 
4) Pubarca: aparecimento de pelos pubianos (efeito dos androgênios produzidos pela 
adrenal), surgimento de pelos axilares, odor corporal, acne 
 
 
PUBERDADE PRECOCE (Gonadarca precoce): 
- Inicio da puberdade em uma idade 2-3 desvios padrão abaixo da idade ideal/prevista 
-Meninas: aparecimento de mama antes dos 8 anos 
-Meninos: aumento do volume testicular antes dos 9 anos 
 
PUBERDADE ATRASADA: 
-Ausência de sinais de puberdade em uma idade 2-3 desvios padrão acima da idade prevista 
-Meninas: até 12-13 anos para ter aparecimento de mamas 
-Meninos: até 13-14 anos para ter aumento do volume testicular 
 
 
 
 
 
 
FISIOLOGIA E ENDOCRINOLOGIA DA PUBERDADE 
 
A Gonadarca se dá através de um aumento da secreção pulsátil de GnRH, produzido no 
hipotálamo, o que resulta no aumento da produção de LH 
O GnRH estimula os gonadotrófos da hipófise anterior a produzirem FSH e LH, que atuam nas 
gônadas estimulando a produção de hormônios sexuais (testosterona e E2) e gametas 
(espermatozoides e óvulos) 
 
Nas meninas: 
-FSH estimula o crescimento dos folículos ovarianos 
-FSH+LH estimula a produção de E2 nos ovários 
-FSH+LH+E2 ovulação e ciclo menstrual 
Papel do estradiol: No inicio da puberdade, o E2 é responsável pelo desenvolvimento da 
mama, crescimento e maturação óssea. Mais tarde na puberdade, a atuação conjunto de FSH 
e LH e secreção de E2 pelos ovários leva a ovulação e regulação dos ciclos menstruais 
 
Nos meninos: 
-LH estimula as células de Leydig dos testículos a produzirem testosterona 
A atuação local da testosterona estimula o crescimento dos túbulos seminíferos, levando a um 
aumento do volume testicular 
-FSH também estimula o crescimento dos túbulos seminíferos, aumentando o volume 
testicular 
-Testosterona induz o aumento do pênis, engrossamento da voz, crescimento de pelo facial e 
aumenta a massa muscular. Uma parte da testosterona é convertida em E2 na periferia 
através da enzima aromatase. 
*DHEA e androstenediona: hormônios produzidos pela adrenal na adrenarca. Também 
induzem mudanças androgênicas, como crescimento de pelos pubianos e axilares, odor de 
suor típico de adultos e acne. Mas são menos potentes que a testosterona 
 
 
 
 
 
 
MUDANÇAS QUE OCORREM NA PUBERDADE: 
 
-Maturidade sexual: Avaliada pelos Estágios de Tanner. Eles consistem em uma descrição 
sistematizada do desenvolvimento de características sexuais secundárias – mudanças nas 
mamas, mudanças nos genitais masculinos, pelo pubiano. 
Uma maturação sexual precoce pode levar a menor estatura na fase adulta e maior 
adiposidade. 
 
-Estirão de crescimento: O período do estirão varia de acordo com o sexo, ocorrendo 
normalmente 2 anos antes nas meninas (menino tem mais tempo pré puberal para crescer, 
por isso fica mais alto). O crescimento dos membros ocorre antes do tronco, por isso os 
adolescentes no inicio da puberdade são ´´all hands and feet´´ 
O estirão de crescimento normalmente dura 2 anos em ambos os sexos. 
-Peso e composição corporal: Aumento de massa magra e proporção de adiposidade. 
Meninos costumam ter um aumento de massa magra e diminuição de massa gorda. Meninas 
tendem a ter um aumento de massa gorda, e possui uma proporção de adiposidade maior que 
os meninos sempre. 
 
 
 
SEQUENCIA DE MATURAÇÕES PUBERAIS: 
 
-Meninas: A característica sexual secundária detectada mais precocemente é o 
desenvolvimento da mama (telarca). Contudo, 15% das meninas tem a pubarca como 
manifestação inicial 
Normalmente, após a telarca ocorre o aumento dos ovários. 
O E2 estimula a mucosa vaginal, gerando uma leucorréia, que geralmente ocorre 6-12 meses 
antes da menarca 
A menarca ocorre geralmente entre 2 a 2,5 anos depois do início da puberdade 
 
-Meninos: A primeira característica de maturação sexual que os meninos manifestam é o 
aumento do volume testicular. 
A maioria dos meninos tem um aumento no tamanho do testicula (volume > 4ml, 
comprimento >2,5cm) aproximadamente 6 meses antes do crescimento peniano e 
crescimento de pelos pubianos. 
O aparecimento de esperma na urina e ejaculações noturnas ocorrem pouco depois do pico da 
velocidade de crescimento. Muitos consideram esses eventos equivalentes a menarca. 
 
Um achado de volume testicular reduzido em um adolescente completamente virilizado pode 
ser indicativo de Sindrome de Klinefelter ou uso inapropriado de testosterona exógena 
-Volume testicular normal: entre 3-4ml 
-Tamanho da rola: 3-4cm no inicio, 8-9cm no fim 
 
 
 
PUBERDADE PRECOCE 
 
 
-Puberdade precoce é o inicio da puberdade em uma idade 2-3 desvios padrão antes da idade 
esperada 
-A causa da puberdade precoce pode variar desde variantes da normalidade (como adrenarca 
prematura isolada, ou telarca prematura isolada) até condições patológicas (como tumores de 
células germinativas) 
 
Classificação: 
1) Puberdade precoce central/ Gonadotrofina dependente: causada por uma maturação 
precoce do eixo HPG. Caracterizada por maturação de mamas e pelos pubianos nas 
meninas, e testículos, aumento de pênis e pelos pubianos nos meninos. 
-As características são isossexuais. 
-Muitas vezes nos meninos a PPC é patológica 
- Causas: 
 
2) ´´Puberdade´´ precoce periférica/ Gonadotrofina independente: causada por excesso de 
secreção de hormônios sexuais das gônadas ou da adrenal, bem como por fontes 
exógenas ou produção ectópica (tumor) 
-As características podem ser isossexuais ou contrassexuais 
 - Causas: 
 
 
3) Variantes da normalidade: telarca prematura isolada, ou desenvolvimento precoce de 
outras características sexuais secundárias isoladas (como pelos, acne, odor) 
 
AVALIAÇÃO: 
 
QUEM DEVE SER AVALIADO? 
- Crianças com sinais de desenvolvimento de características sexuais secundárias 
antes da idade de 8 anos nas meninas e 9 anos nos meninos 
 
A CAUSA É PRECOCIDADE CENTRAL OU PERIFÉRICA? 
-PPC: Sequencia de desenvolvimento puberal normal, mas mais cedo do que devia 
-PPP: Alteração na sequencia dos eventos 
 
QUÃO RAPIDO A PUBERDADE ESTÁ PROGREDINDO ? 
- Um crescimento rápido e linear e maturação óssea sugerem CPP ou PPP com altas 
concentrações de esteroides sexuais 
- A progressão é considerada lenta quando há uma mudança mínima ou não há 
mudanças nas mamas, pelos pubianos, desenvolvimento da genitália por 6 meses ou 
mais 
 
A PRECOCIDADE É POR EXCESSO DE ANDRÓGENOS OU ESTRÓGENO ? 
As características sexuais secundárias são feminizantes ou virilizantes ? 
Desenvolvimento contrasexual isolado exclui etiologia central 
Nas meninas, a principal causa de virilização é excesso de hormônio adrenal 
 
 
 
AVALIAÇÃO INICIAL: 
-ANAMNESE: idade, cronologia, velocidade de aparecimento das características sexuais 
secundarias 
-Exposição hormonal 
-Trauma SNC/alterações visuais 
-Disruptores endócrinos 
-Antecedentes pessoais (período neonatal e VC – prematuro e baixo peso são fatores de risco 
para puberdade precoce) 
 
 
EXAME FISICO: peso, altura, avaliar percentil 
-Alterações dermatológicas: manchas café com leite, acne, oleosidade da pele e cabelos