A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
8 pág.
Puberdade

Pré-visualização | Página 2 de 2

-Odor e pelos axilares 
-Desenvolvimento muscular 
-Abdome e testicular 
-Estadio de Tanner (tamanho das bola e das teta) 
 
 
-EXAMES LABORATORIAIS: 
O primeiro passo é medir o LH, FSH, E2 e Testosterona. Os resultados são usados para 
diferenciar entre CPP e PPP, que então guia os testes adicionais que serão feitos 
-LH < 0,2: PPP ou variante da normalidade 
-LH > 0,2-0,3: PPC 
-Testo aumentada no menino: PPC 
-Estrogenio elevado em meninas: PPC (mas níveis baixos não excluem PPC) 
-Concentração de LH após estimulação por agonista GnRH: Em crianças em que o laboratorial e 
a clínica não combinam, esse exame pode ajudar a diferenciar entre CPP e variante da 
normalidade. 
 
 
EXAMES ADICIONAIS: 
-RX idade óssea pra fazer calculo da previsão de estatura final (analisa a idade hormonal da 
criança) 
-US pélvica (avalia ovário e endométrio) 
-RNM sela túrcica quando tem clinica e exames compatíveis com puberdade precoce central 
-US testicular: fazer quando o menino tem volume testicular aumentado unilateral pq pode 
significar tumor 
Faz outros exames se tem suspeita de germinoma (tumores q produzem HCG) 
 
 
 
 
 
 
 
 
PUBERDADE TARDIA: 
 
-Ausência de aumento testicular até os 14 
-Ausência de teta até os 13 
-Paciente tem testículo ou ovário que não funciona direito 
O normal seria aumentar FSH e LH e as gônadas responderem produzindo testo e estrogênio 
 
Causas: 
-Hipogonadismo primário: FSH e LH elevado, mas n consegue produzir testo e E2 (as bola e os 
ovários não funcionam) 
-Hipogonadismo secundário (central): não tem o desencadeamento central na puberdade no 
período certo  FSH e LH estão baixos, porque o paciente não produz. Logo, texto e E2 vão 
estar baixos também, já que não tem o estimulo para serem produzidos 
 
-Atraso constitucional do crescimento e da puberdade: 
É a causa mais comum de puberdade tardia. Acredita-se ser um defeito transitório na 
produção de GnRH. Tende a ter padrões familiares de ocorrência (HF) 
-Criança com baixa estatura e atraso puberal 
-Mais comum em meninos 
-HF de atraso puberal 
-Estatura <p5, porem com VC normal para a idade óssea 
-Altura final é menor q a prevista 
-É um diagnostico diferencial de hipogonadismo hipogonadotrofico 
 
 
-Deficiencia de GnRH isolada: 
Também conhecida como hipogonadismo idiopático, pode ser causado por várias mutações 
genéticas. 
Alguns pacientes tem associação com anosmia ou hiposmia (olfato reduzido), conhecido como 
Síndrome de Kallmann e outras anomalias congênitas, como lábio leporino, agenesia renal 
unilateral, defeitos esqueléticos. 
A apresentação clínica pode variar, mas deve incluir microfalia ou criptorquidismo no 
nascimento. 
É um diagnóstico de exclusão em pacientes com hipogonadismo não explicável. Pode se 
suspeitar inicialmente em pacientes com achados físicos sugestivos.